Autor 17652 - Tópico: Benfica desce à ProLiga  (Lida 38208 vezes)

Amigo das modalidades

  • Moderator
  • *
  • Mensagens: 12476
  • 18 de Agosto de 2007, 14:48
Votos totais: 125

61 concorda

64 não concorda com a descida à Proliga

a pergunta era:      "concordam com a decisão da Direcção em abandonar a LCB ?  " e não "com a descida à Proliga" !!! claro que isso na prática quer dizer a mesma coisa, mas há sempre gente atenta.

Penso que o resultado da sondagem reflecte aquilo que a decisão foi: polémica, não consensual, e cujos resultados só poderemos avaliar... no fim da nova época. Ou da próxima...

Jack Bauer

  • Velha Glória
  • *****
  • Mensagens: 5650
  • 24 de Agosto de 2007, 04:26
Não votei, mas confesso que me entristeceu muito esta mudança.

Não estou contra nem a favor, mas SEMPRE vi o Benfica no topo e esta "despromoção" fica-me atravessada, mas não desminto que se calhar era a melhor solução.

Eu gostava era da junção das 2 (liga, proliga) com cerca de 16 equipas e 2 voltas(tipo futebol). Devia ser espectacular o ano todo(apesar de poder acarretar maior desnivel).

Ainda sou do tempo em que aos fds, ficava em casa para ver se na rtp2 dava o Benfica em alguma modalidade(e dava muitas x´s em basquete)...se não desse la via os outros jogos, mas as recordações do Lisboa e da equipa maravilha :cry2:...

É um desporto que gosto particularmente, paciência, todos à proliga :slb2:

Reviver jogos "antigos"...tb vai ser engraçado.


KATAMARAN

  • Iniciado
  • *
  • Mensagens: 781
  • 26 de Agosto de 2007, 12:11
Não só concordo com a decisão de não participar na Liga, como também subscrevo na integra todas as decisões de Fernando Tavares a nível interno, e se fôr o caso de suspender a modalidade porque não ? investimento jogado á rua refletido em péssimas prestações. O meu dinheiro deve é ser canalizado para a alma do clube pois como se vê as modalidades - a não ser o futsal - são uma autêntica desilusão e esta a do Basket então ultrapassa tudo. Para quantos adeptos joga o Basket? que prestigio temos retirado ? ZERO. Ou querem á pala da maioria viver uma modalidade minoritária ? ainda se se visse alguma coisa, vá lá que não vá..

VanBasten

  • Iniciado
  • *
  • Godinho Lopes... vai para o apre gaitinha!
  • Mensagens: 17457
  • 26 de Agosto de 2007, 12:57
Carlos Lisboa, Jean Jaques, Pedro Miguel, J.C.Guimarães, Plowden, entre outros, tambem contribuiram para o rotulo de "Glorioso" que o Benfica ostenta! Modalidade minoritária, dirigida a poucos adeptos? Se calhar é por ser tão mal gerida e não GANHAR TITULOS, que as pessoas se afastam...como se afastarão do futebol, se continuarem a falar muito e a fazer pouco dentro das 4 linhas! Os titulos são o motor de toda e qq modalidade, sobretudo no Sport Lisboa e Benfica!

BEKAMBOL

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 15380
  • 26 de Agosto de 2007, 13:02
Concordo estamos a pagar os erros dos resultados. Embora a modalidade me mereça todo o apoio.

francisco

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 61265
  • 31 de Agosto de 2007, 03:14
como será o modelo da Liga UZO? só com 8 equipas...

ah, e se "ganharmos" esta ProLiga, para o ano estamos de volta à liga UZO ?
« Última modificação: 31 de Agosto de 2007, 03:19 por franciscoslb »

4ever Red Devil

  • Eusébio
  • ******
  • Rei fraco faz fraca a forte gente. Once Is Chance, Twice is Coincidence, Third Time Is A Pattern.
  • Mensagens: 35788
  • 31 de Agosto de 2007, 03:44
Não, a Liga UZO nada tem a ver com a ProLiga.

São geridas por entidades diferentes e a vitória na ProLiga não dá qualquer direito de disputar a UZO.
Disputa a UZO quem tiver orçamento para isso, não é preciso ter sucesso em nenhuma competição desportiva.

E o modelo da UZO vai ser 8 equipas a brincar durante a fase regular porque sabem que estão todas apuradas á partida para o play-off, enfim...uma palhaçada...

francisco

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 61265
  • 31 de Agosto de 2007, 03:48
Não, a Liga UZO nada tem a ver com a ProLiga.

São geridas por entidades diferentes e a vitória na ProLiga não dá qualquer direito de disputar a UZO.
Disputa a UZO quem tiver orçamento para isso, não é preciso ter sucesso em nenhuma competição desportiva.

E o modelo da UZO vai ser 8 equipas a brincar durante a fase regular porque sabem que estão todas apuradas á partida para o play-off, enfim...uma palhaçada...
mesmo à tuga, que nojo.  :clap1:

mais umas quantas dúvidas. :metal:

4ever Red Devil

  • Eusébio
  • ******
  • Rei fraco faz fraca a forte gente. Once Is Chance, Twice is Coincidence, Third Time Is A Pattern.
  • Mensagens: 35788
  • 31 de Agosto de 2007, 03:51
Estou a contar... :whistle2:

Amigo das modalidades

  • Moderator
  • *
  • Mensagens: 12476
  • 31 de Agosto de 2007, 03:52
os finalistas da ProLiga ganham o direito de se inscreverem na Liga, mas isso era nos bons tempos que a Liga tinha 12, 13, 14 equipas. agora qualquer um pode, até o misto de Porto e Ovarense, chamado Vagos

francisco

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 61265
  • 31 de Agosto de 2007, 03:53
os finalistas da ProLiga ganham o direito de se inscreverem na Liga, mas isso era nos bons tempos que a Liga tinha 12, 13, 14 equipas. agora qualquer um pode, até o misto de Porto e Ovarense, chamado Vagos
:2funny: :2funny: :2funny: :2funny:

francisco

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 61265
  • 31 de Agosto de 2007, 03:53

4ever Red Devil

  • Eusébio
  • ******
  • Rei fraco faz fraca a forte gente. Once Is Chance, Twice is Coincidence, Third Time Is A Pattern.
  • Mensagens: 35788
  • 31 de Agosto de 2007, 03:55
Lá está, agora é ser rico, juntar 5 amigos e bora participar na UZO que a Liga agradece.

Manuel Costa

  • Iniciado
  • *
  • Marquês de Pombal em 2005
  • Mensagens: 22606
  • 31 de Agosto de 2007, 06:53
O próximo campeonato profissional da Liga de Clubes vai ser disputado a três voltas, com as duas primeiras rondas em formato "puro" e a terceira jogada em campo "neutro", percorrendo um total de sete cidades diferentes. A decisão saiu do plenário de clubes da LCB, esta quinta-feira, em Leiria.

O novo modelo competitivo foi escolhido pelos clubes, depois de terem sido debatidas as três propostas que estavam em aberto e rejeitadas duas fórmulas: uma semelhante à da época passada e outra que previa uma liga em duas fases.

"Com isso procuramos satisfazer as pretensões, nossas e de patrocinadores, de levar o basquetebol a outros locais que não têm modalidades do nível da Liga", disse o presidente da LCB, Paulo Mamede, à Agência Lusa, no final do encontro.

Foi criada uma data limite para inscrição de jogadores (31 de Janeiro), com o objectivo de "tornar competitivo e o mais equilibrado possível o desenrolar de todas as competições, para que não haja uma diferença entre os clubes", explicou o dirigente.

O Torneio dos Campeões - primeira competição da LCB - terá uma fase final de apenas quatro clubes, enquanto a Taça da Liga manterá o formato de oito equipas. As competições oficiais arrancam no último fim-de-semana de Setembro.

Na opinião de Paulo Mamede, "esta será, com certeza, uma temporada em que a componente política terá um peso determinante, em nome da legalidade e justiça que tem de ser feita uma vez por todas em Portugal".

O líder federativo considera que o cenário actual do basquetebol português é "crítico", mas, ainda assim, garante que a LCB "mantém o propósito de organizar a melhor competição desportiva de basquetebol do país".

http://www.ressalto.com

JM21

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 31963
  • 26 de Setembro de 2007, 12:12
Fernando Tavares: «Liga não tem viabilidade»
VICE DO BENFICA FALA DE FALSO PROFISSIONALISMO

O vice-presidente do Benfica para a área das modalidades, Fernando Tavares, considera que " não há dimensão em Portugal para ter uma Liga Profissional de Basquetebol". para o dirigente do clube da Luz as palavras de Paulo Mamede provam que a prova "não tem qualquer viabilidade".

O vice-presidente do Benfica, clube que a par do Queluz deixou a Liga para integrar a ProLiga, lamenta, em declarações à Lusa, o estado das coisas e deixa claro que o que existe é um "falso profissionalismo" e um campeonato sem competitividade.

"Uma das coisas que se nota nas equipas da Liga, com a excepção da Ovarense e FC Porto, é que estão a gastar muito menos dinheiro com o Basquetebol e estão muito menos competitivas. Temos que ser realistas e pensar que isto é um falso profissionalismo", disse Fernando Tavares.

Para Fernando Tavares é imperativo "existir um bocadinho de bom senso" e reconhecer que não há capacidade para organizar um campeonato, porque depois - se este não se concluir - o problema cairá na Federação.

http://www.record.pt/noticia.asp?id=759126&idCanal=89