Autor 44563 - Tópico: János Biri  (Lida 2258 vezes)

Saïd Old Roof

  • Sénior
  • ****
  • O Rodolfo Dias do SerBenfiquista.
  • Mensagens: 1049
  • Abutre #1.253
  • 19 de Julho de 2011, 20:09


Nome Completo: JÁNOS BIRI
Nacionalidade: Húngaro
Data de Nascimento: 21-07-1901 (faleceu a 29-03-1983)
Cargo: Treinador
Épocas no Benfica: 1939-1947
Títulos pelo Benfica: 7
3 Campeonatos Nacionais da I Divisão (1941/1942; 1942/1943; 1944/1945)
3 Taças de Portugal (1939/1940; 1942/1943; 1943/1944)
1 Campeonato de Lisboa (1939/1940)

Fonte da imagem: "Almanaque do Venfica", ed. Almanaxi.
« Última modificação: 21 de Julho de 2011, 12:11 por Slb-Ag »

Universo Benfica

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 51252
  • 15 de Setembro de 2012, 02:26


Estreia: 8 de Outubro de 1939, nas Amoreiras
(S.L.Benfica 3 - Belenenses 2)

Último jogo: 2 de Julho de 1947, no Campo Grande
(S.L.Benfica 6 - Boavista 2)

Curiosidades:

- Terminada a carreira de futebolista (jogando na Hungria, Itália, Suiça e Portugal), o ex-guarda-redes assume o comando técnico do FC Porto, e logo no primeiro ano foi vice-campeão, ficando a apenas 1 ponto de distância do campeão S.L.Benfica...
- Foi 5 vezes internacional pela Hungria, colega de equipa de Béla Güttmann, tendo participado nos Jogos Olímpicos de 1924.
- De nacionalidade húngara, mas naturalizado português, foi um treinador que marcou pela inovação metodológica nos treinos e pela conquista da primeira Taça de Portugal, em 1940. Além disso, fez a transição do Campo das Amoreiras para o Campo Grande, no período de oito épocas ao serviço dos encarnados. Mas a sua história com o Benfica é muito mais antiga. Como jogador, na época 1934/35, foi ele quem defendeu as redes do Boavista nas Amoreiras e o “causador” da confusão desse jogo da primeira eliminatória, quando foi empurrado por um adversário e embateu na quina de um poste, fracturando a clavícula. Mesmo continuando a jogar, em ambiente de grande tensão e dramatismo, não evitou a derrota por 6-2. De regresso às Amoreiras, como treinador, deixou um legado impressionante: passava os treinos a melhorar a capacidade técnica dos jogadores, assim como explorava a variação de flanco, aproveitando a versatilidade dos grandes jogadores daquela época, como Francisco Ferreira, Albino, Julinho e Rogério “Pipi”… Foi este último quem deixou um testemunho elucidativo: “Impunha a disciplina, tipo Camacho. Era duro mas educado. Nos treinos, estava sempre a ensinar-nos como marcar penalties e livres. E a sua teoria era perfeitamente lógica. Nos penalties, dizia para marcarmos para cima e não para os lados, para onde os guarda-redes se atiravam sempre”. A década de 40 foi dominada pela presidência de Augusto da Fonseca e pela acção de Janos Biri, tendo o Benfica com o húngaro no comando técnico vencido 3 Campeonatos Nacionais e 3 Taças de Portugal, conseguindo a "dobradinha" em 1942/43. De Janos Biri, fica um dia memorável, 7 de Fevereiro de 1943. O dia em que o FC Porto cobriu a cara de vergonha. Em jogo disputado no Campo Grande, em Lisboa, o Benfica venceu por 12-2. Um resultado que ainda é um recorde na história dos clássicos. Uma tarde gloriosa para os encarnados, que haveriam de ser campeões, perante um rival eterno que teve um ano horrível, terminando em sexto lugar. Perante a felicidade do treinador Janos Biri, o Benfica marcou quatro golos na primeira parte, fez o quinto a abrir a segunda parte, deixou que o FC Porto fizesse o tento de honra, mas logo aumentou para 9-1. Até final os azuis e brancos marcaram mais um golo, enquanto os encarnados fizeram três. No final 12-2.
- Outros clubes que orientou: Académico do Porto, Oriental e CUF.

Fonte: Vedeta ou Marreta

TJSF

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 32098
  • Não há melhor juiz que o tempo
  • 21 de Setembro de 2012, 21:31
Tirando Cosme Damião que ganhou 8 campeonatos de Lisboa, János Biri é o treinador mais vitorioso do Benfica com 7 titulos.

NunoDuarte

  • Capitão
  • ****
  • Mensagens: 4065
  • 26 de Junho de 2013, 22:05


Depois de treinar vários clubes, este ligado à nossa formação, praticamente até à sua morte.

195 vitórias, 25 empates, 53 derrotas.

Covenant

  • Eusébio
  • ******
  • Ponte de Lima
  • Mensagens: 33277
  • 08 de Outubro de 2014, 22:09
Já já  o ultrapassou em número de jogos oficiais, até então era o nosso treinador com mais jogos.