Benfica empata com Estoril - Resumo, fotos, relatos, crónica

Separadores primários

Em actualização constante.

[link] Relatos dos golos
[link] Fotos do jogo
[link] Outro tipo de vídeos ;)
Resumo:

 

O Benfica e o Estoril empataram esta segunda-feira a um golo no fecho da 28ª e antepenúltima ronda da Liga de futebol. Jefferson, primeiro, e depois Maxi fizeram os golos do jogo, em que o Benfica, visivelmente desgastado, não conseguiu manter os quatro pontos de avanço para o FC Porto, a cinco dias da visita ao Dragão. Já os estorilistas jogaram que 'nem gente grande' e quase levaram os três pontos na Luz, perante uma equipa que ainda não perdeu esta época para o campeonato.

O Benfica entrou ao ataque e logo aos 11 segundos de jogo Lima teve a primeira ocasião, mas Wagner correspondeu com uma boa defesa. Os primeiros 15 minutos foram de total domínio encarnado, tanto que o Estoril-Praia não saia do seu meio-campo. Saídas rápidas nas laterais, a tentar chegar ao golo o mais depressa possível.

Só que de um momento para o outro, o gás do líder do campeonato esfumou-se e os canarinhos começaram a chegar ao outro lado do campo.

Cardozo teve uma boa ocasião, mas rematou à figura, e aos 22 minutos foi Lima, na cara do golo, a rematar por cima. Logo depois, um dos lances do jogo, quando Luís Leal se isolou, Artur fez-se ao lance e fica a sensação de que o guarda-redes tocou o avançado estorilista. O árbitro nada assinalou. Pouco antes, Jefferson já tinha dado o aviso.

Com o Benfica a decrescer de rendimento, o Estoril, uma das equipas sensação, na luta pela Europa, ia ganhando confiança e nem os 60 mil adeptos encarnados intimidavam a equipa visitante.

Além disso, Jorge Jesus viu Enzo Pérez, ainda na primeira parte, lesionar-se. Obrigado à substituição, entrou Carlos Martins, que teria aos 40' um lance de grande classe, ao tentar o chapéu, mas com a bola a sair por cima.

Com o Benfica mais ansioso na segunda parte, o Estoril mostrou-se em condições de ambicionar mais e o golo acabaria mesmo por surgir. E se não eram os encarnados a falhar o alvo, era um dos centrais a salvar em cima da linha. Foi assim a remates de Lima e Maxi.

A Luz silenciou aos 59', quando Jefferson, de livre, surpreendeu toda a gente. O Benfica tentava minimizar os 'estragos', tentando levar quatro pontos de avanço para o Dragão, e seria Maxi a voltar a dar algum élan. O lateral, à entrada da área, rematou forte sem hipóteses para Vagner. Os encarnados ainda sofreram um revés, quando perto do final Carlos Martins viu o segundo amarelo e foi expulso.

Pouco depois, Artur salvou uma bola com selo de golo, que daria vantagem à equipa de Marco Silva. O Estoril sai da Luz com um resultado positivo na luta pela Liga Europa, enquanto o Benfica chega ao Dragão com dois pontos de avanço, aquecendo, ainda mais, a luta pelo título.

 

sapo.pt