51883 - Tópico: Triatlo do Sport Lisboa e Benfica  (Lida 127965 vezes)

FaithNoMore

  • Eusébio
  • ******
  • Benfica - Lisboa
  • Mensagens: 14087
  • Quanto maiores somos,mais inveja criamos
  • Sócio: 10.356
  • 25 de Março de 2019, 09:18
Incrivel tamanho amadorismo.

TeamRocket37

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 28981
  • Team Rocket à velocidade da luz vai atacar o 38!
  • 25 de Março de 2019, 09:53
Vamos la ver uma coisa, isto do dorsal é surreal, então na natação para lixar uma atleta, basta arrancar o dorsal, algo fácil de fazer porque atleta debaixo de água nem nota que perdeu o dorsal.

Slb23

  • Moderador
  • *
  • Até Sempre REI!!
  • Mensagens: 110164
  • 25 de Março de 2019, 09:59
Incrivel tamanho amadorismo.
Amadorismo onde?

O dorsal pode ter saído/caído de inúmeras formas, isto é sim má fé por parte da Federação.

Se fosse um problema administrativo, uma má inscrição, ter feito batota ou wtw teríamos que aceitar. Agora um dorsal cair? O dorsal não tem influência nenhuma na prova.

Bombastic

  • Iniciado
  • *
  • Nice (França)
  • Mensagens: 2697
  • 25 de Março de 2019, 10:11
Vamos la ver uma coisa, isto do dorsal é surreal, então na natação para lixar uma atleta, basta arrancar o dorsal, algo fácil de fazer porque atleta debaixo de água nem nota que perdeu o dorsal.

O dorsal na natação fica geralmente protegido pelo fato, por isso, é pouco provável ser "arrancado".

A cena do dorsal é uma coisa lixada. Basta estar mal colocada e isso vai ao ar num instante. Agora já se viu, em atletismo por exemplo, um atleta como o Mahiedine Mekhissi ver-se punido com desqualificação na chegada de um 3000m barreiras de um Europeu por ter retirado a camisola para festejar, num estilo futeboleiro. Basta um rival apresentar uma queixa e os árbitros é que ficam com a árdua tarefa de cumprir com o regulamento. Agora normalmente, no triatlo, há outros "indicadores" que permitem compensar a perda de um dorsal -perda que pode acontecer de muitas formas, sem que tenha havido negligência de um atleta: números de dorsal marcados com tinta em braços e pernas, colocação de "transponders" em certas provas...

Para resumir: custa-me muito comentar uma situação da qual temos pouco conhecimento. Se algum-a user tivesse contactos com a secção, ou a própria Ana Oliveira, era bom que se pudesse esclarecer o ocorrido nos pormenores. O que sinto é que o João Pereira viveu o episódio com muita revolta, o que sugere que era uma situação que dava lugar a várias interpretações. As palavras dirigidas à arbitragem não deixam dúvidas sobre o que ele pensa da arbitragem no triatlo português. Agora era bom que fossem comunicados factos e interpretações.

No que diz-me respeito, a mim enquanto adepto, fico muito triste de ver-nos afastados assim, ainda por cima sem poder participar na prova-montra das estafetas mistas, a máxima prova para a nossa secção. As condições em que isto acontece são difíceis de aceitar, ainda por cima num dia em que a nossa equipa de futebol feminino, além das limitações que demonstrou durante o jogo, foi também claramente prejudicada no seu próprio encontro.

Glorioso2017

  • Iniciado
  • *
  • Mensagens: 1483
  • 25 de Março de 2019, 10:41
Fui ler o regulamento e la fala que a falta do dorsal, não dá direito a desqualificação imediata, pois antes o árbitro têm de avisar o atleta e se após isso, continuar assim, ai sim é desqualificado, mas deixam no terminar a prova a mesma.

Os responsáveis que tentem apurar se houve alguma advertência durante a prova. Se não houver, é violação das regras e deve ser contestada até as últimas consequencias!

Se por ventura o erro for nosso.. Bem nem tenho palavras... Ja vi uma foto da linha de meta e realmente o dorsal não o tras..

TeamRocket37

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 28981
  • Team Rocket à velocidade da luz vai atacar o 38!
  • 25 de Março de 2019, 10:59
Fui ler o regulamento e la fala que a falta do dorsal, não dá direito a desqualificação imediata, pois antes o árbitro têm de avisar o atleta e se após isso, continuar assim, ai sim é desqualificado, mas deixam no terminar a prova a mesma.

Os responsáveis que tentem apurar se houve alguma advertência durante a prova. Se não houver, é violação das regras e deve ser contestada até as últimas consequencias!

Se por ventura o erro for nosso.. Bem nem tenho palavras... Ja vi uma foto da linha de meta e realmente o dorsal não o tras..

Se o atleta perder o dorsal e não sabe aonde está, tem de correr para trás a procura do dorsal?!
Isto é surreal sem qualquer lógica.

hippyscorpio

  • Júnior
  • ***
  • Porto
  • Mensagens: 996
  • 25 de Março de 2019, 11:16
Caros benfiquistas isto não vai parar, vai ser cada vez pior... a perseguição ao Benfica é uma realidade e os danos estão a aumentar cada vez mais... ontem foi no futebol feminino e no triatlo, mais dois roubos descarados com toda a gente a ver em directo. As Federações das mais variadas modalidades estão cheias de antibenfiquistas primários, quem não se lembra do que a Federação de polo aquático fez ao Benfica quando a equipa feminina começou a vencer na modalidade, é sempre assim, já toda a gente apalpou o pulso à nossa direcção da treta e fazem literalmente o qye querem, a direcção do Vieira não mete medo a ninguém, já nem o respeito de ninguém tem, são moles, sem personalidade e passivos, as consequências é que toda a gente nos come de cebolada. Os serviços do clube estão como estão, continuam a mal-tratar os sócios nas lojas do Benfica e o nome do clube continua a ser denegrido na praça pública sem que ninguém da direcao diga nada, mas basta o Vieira ser atacado para o departamento do clube anunciar processos e afins... Os benfiquistas têm muito de repensar, esta direcção está esgotada, é preciso outro tipo de gestão e defesa do clube, como está não pode continuar.

poiudivino

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 14790
  • AVANTE P'LO BENFICA
  • 25 de Março de 2019, 11:19
Ele diz que entrou para a natação com o dorsal e não se lembra de o ter tirado.

Qual era a vantagem dele tirar o dorsal, sinceramente? Em que é que isso o beneficiaria?

O atleta tem mais é que estar concentrado na prova, nunca em estar sempre a confirmar se está lá o dorsal.

hippyscorpio

  • Júnior
  • ***
  • Porto
  • Mensagens: 996
  • 25 de Março de 2019, 11:20
Fui ler o regulamento e la fala que a falta do dorsal, não dá direito a desqualificação imediata, pois antes o árbitro têm de avisar o atleta e se após isso, continuar assim, ai sim é desqualificado, mas deixam no terminar a prova a mesma.

Os responsáveis que tentem apurar se houve alguma advertência durante a prova. Se não houver, é violação das regras e deve ser contestada até as últimas consequencias!

Se por ventura o erro for nosso.. Bem nem tenho palavras... Ja vi uma foto da linha de meta e realmente o dorsal não o tras..

Se o atleta perder o dorsal e não sabe aonde está, tem de correr para trás a procura do dorsal?!
Isto é surreal sem qualquer lógica.
Apareceu a oportunidade e não perdoaram... assim afastaram o Benfica da Taça dos Campeões Europeus a disputar em Lisboa... o Benfica até uma atleta americana tem contratada para as provas internacionais, com isso o projecto do triatlo leva uma facada no coração... da direcção nem uma palavra, tem de ser o atleta num post pessoal no facebook a fazer barulho. Este Benfica não tem defesa por parte da direcção, ninguém dá a cara para nada, farto disto...


Slb23

  • Moderador
  • *
  • Até Sempre REI!!
  • Mensagens: 110164
  • 25 de Março de 2019, 11:43

FaithNoMore

  • Eusébio
  • ******
  • Benfica - Lisboa
  • Mensagens: 14087
  • Quanto maiores somos,mais inveja criamos
  • Sócio: 10.356
  • 25 de Março de 2019, 11:51
Incrivel tamanho amadorismo.
Amadorismo onde?

O dorsal pode ter saído/caído de inúmeras formas, isto é sim má fé por parte da Federação.

Se fosse um problema administrativo, uma má inscrição, ter feito batota ou wtw teríamos que aceitar. Agora um dorsal cair? O dorsal não tem influência nenhuma na prova.

Amadorismo de uma federação que devido à questão do dorsal retira um titulo a uma equipa.

Miguelito22

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 63913
  • 25 de Março de 2019, 11:58
Ainda não consegui ver os regulamentos dos cn estafetas mistas do Triatlo mas... Já pesquisei na net e li que um tal de Jake perdeu o dorsal numa maratona e foi desqualificado pela organização... Cada vez mais me parece que o SLB enquanto clube e equipa falharam ao quebrar os regulamentos,  óbvio que não foi de propósito,  mas é de um amadorismo atroz e pior é se por causa deste erro próprio se aproveitem para por as culpas na FTP e sacudirem a água do capote,  todos sabemos quão anti SLB é esta Federação mas neste caso e até ver,  toda a culpa foi da equipa do SLB.
Tu queres a força que a culpa seja do Benfica porque???

Ele tinha o dorsal e deve ter caído durante a prova(ISTO É TRIATLO!) e achas que o atleta durante a prova vai andar preocupado em ver se caiu ou deixou de cair,voltar atrás a procura da porcaria do dorsal???

Independentemente dos erros que cometemos nas modalidades(uns por incompetência outros normais porque nada é perfeito) estamos a assistir a uma autentica cabala/perseguição/ódio contra o Benfica no desporto em Portugal!

Glorioso2017

  • Iniciado
  • *
  • Mensagens: 1483
  • 25 de Março de 2019, 12:18
Fui ler o regulamento e la fala que a falta do dorsal, não dá direito a desqualificação imediata, pois antes o árbitro têm de avisar o atleta e se após isso, continuar assim, ai sim é desqualificado, mas deixam no terminar a prova a mesma.

Os responsáveis que tentem apurar se houve alguma advertência durante a prova. Se não houver, é violação das regras e deve ser contestada até as últimas consequencias!

Se por ventura o erro for nosso.. Bem nem tenho palavras... Ja vi uma foto da linha de meta e realmente o dorsal não o tras..

Se o atleta perder o dorsal e não sabe aonde está, tem de correr para trás a procura do dorsal?!
Isto é surreal sem qualquer lógica.

Óbvio que não. Mas esta la escrito na parte das infrações. É regras da treta.

Messi87

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 82543
  • 25 de Março de 2019, 12:18
A Federação de Triatlo de Portugal (FTP) assumiu esta segunda-feira que "não houve justiça" no campeonato nacional de estafetas mistas com a desclassificação do Benfica, na prova disputada no domingo, em Portimão.

Os encarnados foram os mais rápidos entre as 22 equipas, mas foram penalizados com desclassificação de João Pereira, o último dos elementos da formação lisboeta, que bateu ao 'sprint' Alexandre Nobre (Portugal Talentus), por ter cruzado a meta sem o dorsal de identificação.

Com a desclassificação do Benfica, a Portugal Talentus conquistou o título nacional, à frente do CN Torres Novas, segundo classificado, ambos com lugar assegurado na Taça dos Clubes Campeões Europeus de estafetas mistas, a disputar em outubro, em Lisboa, prova em que 'encarnados' conquistaram em 2017 e foram terceiros no ano passado. Em terceiro lugar terminou o Olímpico de Oeiras.

Contactada pela Lusa, fonte oficial da FTP reconheceu que a inexistência de dorsal pode motivar desclassificação, segundo o regulamento técnico de janeiro de 2016, mas admitiu que o resultado da prova "não espelhou o que se passou em Portimão, no dia 24 de março".

"A equipa do Sport Lisboa e Benfica realizou uma prova notável, com uma recuperação extraordinária do João Pereira, o último elemento em prova. Desta forma, a FTP considera que não houve justiça no resultado, pelo que a mesma entidade procurará soluções para que a realidade desportiva prevaleça", acrescentou.

No Facebook, a Portugal Talentus elogiou a sua equipa mista, considerando que se sagrou campeã "com todo o mérito", após "uma disputa direta entre a Portugal Talentus, o Benfica e o CN Torres Novas".

"Emocionante competição, onde os primeiros clubes e os seus atletas honraram o triatlo e o desporto. A qualquer deles se ajustava perfeita e justamente o título de campeão. Infelizmente, para o João Pereira e para o Benfica, a equipa de arbitragem terá detetado uma infração, por ausência de dorsal, e o Benfica foi desclassificado, acabando o título por ser entregue à Portugal Talentus (...) Parabéns João Pereira. Parabéns Benfica. Parabéns CN Torres Novas", refere o clube campeão.

No domingo, João Pereira, na mesma rede social, lamentou a primeira desclassificação da carreira, considerando-a injusta e assumindo-se prejudicado.

"Hoje [no domingo], senti que os meus adversários me deram os parabéns pela excelente prova que realizei, os diretores dos clubes adversários, até os próprios árbitros defenderam a minha posição. É por causa da fraca Direção da Arbitragem em Portugal que já há alguns anos evito competir em Portugal pois sinto uma perseguição aos atletas que dão o seu melhor", escreveu o quinto classificado nos Jogos Olímpicos Rio2016.