53414 - Tópico: Análise da Concorrência  (Lida 178661 vezes)

Dandy

  • Eusébio
  • ******
  • "Temos a melhor equipa dos últimos 15 anos... espero que não tenhamos a melhor equipa dos próximos 15 anos", Júlio Machado Vaz, na "RTP-N", após a vitória na final da Taça da Liga, por 3-0, sobre o Porto, a 21 de Março de 2010.
  • Mensagens: 27514
  • Sócio: 13 491
  • 01 de Setembro de 2013, 20:22






   Benfiquista com amor-próprio ajuda a exterminar o parasita... em vez de nutrir o parasita (que nos contamina).




O Benfica tem que se preocupar é consigo próprio.




   Isto.

   O facto de financiarmos os nossos principais rivais não tem qualquer tipo de importância.





Olha 5 pontos de atraso, isso é que tem importância, ainda estamos na 3ª.




   E os jogadores contratam-se com quê e pagam-se, mensalmente, com quê?



third ring

  • Sénior
  • ****
  • Porto
  • Mensagens: 1350
  • SL Benfica - Triplo Campeão
  • 01 de Setembro de 2013, 20:31






   Benfiquista com amor-próprio ajuda a exterminar o parasita... em vez de nutrir o parasita (que nos contamina).




O Benfica tem que se preocupar é consigo próprio.




   Isto.

   O facto de financiarmos os nossos principais rivais não tem qualquer tipo de importância.





Olha 5 pontos de atraso, isso é que tem importância, ainda estamos na 3ª.

E quantos pontos de atraso está a justiça que fecha os olhos aos Corruptos?

Essa história de que os resultados / pontos são a única coisa relevante é aquilo que normalmente ouço de adeptos corruptos...

G-Man

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 59048
  • Pantera Negra, "True Legend"
  • 01 de Setembro de 2013, 20:39






   Benfiquista com amor-próprio ajuda a exterminar o parasita... em vez de nutrir o parasita (que nos contamina).




O Benfica tem que se preocupar é consigo próprio.




   Isto.

   O facto de financiarmos os nossos principais rivais não tem qualquer tipo de importância.





Olha 5 pontos de atraso, isso é que tem importância, ainda estamos na 3ª.




   E os jogadores contratam-se com quê e pagam-se, mensalmente, com quê?




Antes de haver isto o Porto já contratava, e um dia se acabar continua a contratar, ou achas que é isto que o faz contratarem muito ou pouco?

Dandy

  • Eusébio
  • ******
  • "Temos a melhor equipa dos últimos 15 anos... espero que não tenhamos a melhor equipa dos próximos 15 anos", Júlio Machado Vaz, na "RTP-N", após a vitória na final da Taça da Liga, por 3-0, sobre o Porto, a 21 de Março de 2010.
  • Mensagens: 27514
  • Sócio: 13 491
  • 01 de Setembro de 2013, 22:47





   Compara o historial até 1998 (ano de fundação da Cosmos-TV)... com o historial a partir de 1998.



Dandy

  • Eusébio
  • ******
  • "Temos a melhor equipa dos últimos 15 anos... espero que não tenhamos a melhor equipa dos próximos 15 anos", Júlio Machado Vaz, na "RTP-N", após a vitória na final da Taça da Liga, por 3-0, sobre o Porto, a 21 de Março de 2010.
  • Mensagens: 27514
  • Sócio: 13 491
  • 01 de Setembro de 2013, 22:48





   A Cosmos financia o Porco... e, infelizmente, os Benfiquistas financiam a Cosmos.




faneca_slb4ever

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 139628
  • 02 de Setembro de 2013, 18:26
Juntar isto ao tópico da BTV.

Manel dos Anzois

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 15304
  • 02 de Setembro de 2013, 19:52
Orgulhosamente digo que fui um dos que cancelou a Sportv que existia em minha casa por vontade alheia e aderiu à BenficaTV!


 :flagglorioso:

G-Man

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 59048
  • Pantera Negra, "True Legend"
  • 02 de Setembro de 2013, 19:59

até 1998 o Porto já tinha sido Campeão Europeu, já ia num Tetra, já tinha uma coleção de títulos.



   Compara o historial até 1998 (ano de fundação da Cosmos-TV)... com o historial a partir de 1998.




Dandy

  • Eusébio
  • ******
  • "Temos a melhor equipa dos últimos 15 anos... espero que não tenhamos a melhor equipa dos próximos 15 anos", Júlio Machado Vaz, na "RTP-N", após a vitória na final da Taça da Liga, por 3-0, sobre o Porto, a 21 de Março de 2010.
  • Mensagens: 27514
  • Sócio: 13 491
  • 02 de Setembro de 2013, 20:57

até 1998 o Porto já tinha sido Campeão Europeu, já ia num Tetra, já tinha uma coleção de títulos.



   Compara o historial até 1998 (ano de fundação da Cosmos-TV)... com o historial a partir de 1998.







   Em nenhum outro período temporal o Porto arrecadou 10-11 campeonatos em 15-16 anos (como de 1998 a 2013).
   Já para não dizer que, antes da Cosmos TV, já existia a Cosmos Viagens (a tal que presenteava, com férias, os árbitros que favoreciam o Porto).

   Com erros do Benfica? Imensos. No passado e no presente.

   Mas também com muito dinheiro proveniente de um sistema de financiamento (Cosmos) que equilibrou, artificialmente, os potenciais económicos de Benfica e Porto, favorecendo este último e manietando o Benfica.

   A Cosmos financia o Porto.

   E os Benfiquistas financiam a Cosmos... favorecendo o Porto.

   A cada Benfiquista compete agir de acordo com a sua consciência.



third ring

  • Sénior
  • ****
  • Porto
  • Mensagens: 1350
  • SL Benfica - Triplo Campeão
  • 02 de Setembro de 2013, 22:43
Partilho actualização que inclui a consolidação de 50M€ em Receitas de Publicidade e Revenda de Direitos da Cosmos, uma vez que este montante foi facturado a uma empresa do grupo / participada (SportTV).



PS: Enviem as vossas votações e sugestões.

MrFire

  • Eusébio
  • ******
  • Sport Lisboa e Benfica- Cidade do Porto
  • Mensagens: 16692
  • 03 de Setembro de 2013, 20:32
De onde vem o nome Cosmos?

Manel dos Anzois

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 15304
  • 03 de Setembro de 2013, 22:00
De onde vem o nome Cosmos?

Agência de Viagens Cosmos, propriedade do patrão da Olivedesportos e da Sportv , Joaquim Oliveira.

 Por "coincidência"  facturas em nome desta Agência foram debitadas ao FC Porto para pagar uma viagem ao Brasil do arbitro Carlos Calheiros...

https://www.facebook.com/notes/fc-porto-a-mentira-desportiva/fc-porto-paga-viagem-a-calheiros-e-federa%C3%A7%C3%A3o-arquiva-caso/160954070589790
http://estadio.no.sapo.pt/cosmos.htm
« Última modificação: 03 de Setembro de 2013, 22:09 por Manel dos Anzois »

Manel dos Anzois

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 15304
  • 03 de Setembro de 2013, 22:04
No próximo dia 18 de Julho faz dez anos que o árbitro Carlos Calheiros, da Associação de Viana do Castelo, embarcou para o Brasil na companhia de familiares, para um justo período de férias repartidas entre o Othon Palace do Rio de Janeiro e o Hotel Sheraton do Recife. A factura da viagem e da estada da família Calheiros foi debitada pela Agência Cosmos ao FC Porto. Por lapso, como mais tarde viriam a explicar o próprio árbitro, o clube e o operador turístico. A efeméride merece ser celebrada por todos os que se preocupam com a causa da arbitragem nacional neste momento em, que passada uma década, se volta a discutir se os juízes de campo devem ser sorteados ou nomeados para dirigir os jogos da Super Liga. A data deve ser lembrada com insistência na face de todos os amnésicos compulsivos para quem, subitamente, os árbitros se transformaram na escória do futebol português. Só porque o Benfica conseguiu, ao cabo de onze anos, conquistar o título de campeão nacional? O episódio é, por ventura, o mais rocambolesco e o mais exemplificativo de uma época dourada em que os árbitros eram o máximo e só se queixavam dos árbitros os maus perdedores, os invejosos e os passarinhos. Celebremos, então, entusiasticamente o décimo aniversário da viagem de Carlos Calheiros ao Brasil. Foi a SIC quem trouxe o caso para a praça pública, a 1 de Novembro de 1996, e no dia seguinte os jornais desportivos e generalistas não tiveram outro remédio senão dar seguimento ao assunto. «Calheiros, engenheiro de profissão, viajou ao Brasil em Julho de 1995, na companhia da sua mulher e filha, e a factura da deslocação, da agência Cosmos e no valor de 761 contos, apresenta o FC Porto como a entidade a quem deveriam ser debitados os custos das férias. Estranha é também a forma como o ex-árbitro é identificado na factura. O seu nome completo é José Carlos Amorim Calheiros, e no documento aparece como José Amorim», lia-se no «Público». Calheiros reagiu ameaçando com a Justiça. O árbitro, em declarações ao «Independente», clamou e reclamou pela sua inocência: «Vou pôr a Cosmos e o FC Porto em tribunal, por difamação e abuso da minha boa fé. Limitei-me a aceitar uma viagem da Cosmos e agora aparece isto.» Mas a história da viagem de Carlos Calheiros ao Brasil não se ficou por aqui. De acordo com declarações de «um vice-presidente do FC Porto» ao «Público» o imbróglio terá tido início quando o ex-árbitro contactou o clube das Antas para que «o FC Porto, atendendo ao facto de ser um cliente habitual da Cosmos lhe conseguisse um preço especial». «O próprio Carlos Calheiros foi depois à Cosmos tratar das formalidades e, mais tarde, pagou ao FC Porto», acrescentou o anónimo dirigente portista. Esta versão foi confirmada pelo administrador da agência de viagens, António Laranjeiro: «Carlos Calheiros falou com o FC Porto para usufruir das condições especiais que a agência concede ao clube e acertou as contas posteriormente com o clube.» Calheiros apresentou uma perspectiva diferente do assunto: «Informei a Cosmos de que lamentava que, abusivamente, tenha feito seguir para o FC Porto as facturas e os recibos de uma viagem que eu pensava que me tinha sido oferecida e exigi que seja feita a emissão do recibo, que eu sempre pedi e que nunca me foi dado, para que possa liquidar a dívida.» O «Independente» revelaria que na sequência da investigação da SIC, o ex-árbitro terá recebido uma carta do FC Porto, assinada por Diogo Paiva Brandão, director-geral do clube, confirmando que a factura estava contabilizada nas contas do FCP com o número 4144, com a data de 18 de Julho de 1995 e que foi liquidada pelo FC Porto à Cosmos. O semanário teve acesso a esse documento e transcreveu-o: «[a deslocação ao Brasil] foi indevidamente debitada ao nosso clube. Na realidade, devido ao facto de a factura ter sido enviada num conjunto de diversas outras, passou despercebida aos nossos serviços e não foi detectada a irregularidade da sua emissão. Por isso, e dado que o clube já liquidou, por lapso, o respectivo montante à agência de viagens, convidamos Vossa Exª a liquidar de imediato o valor, em escudos, de 761.713, nos nossos serviços para podermos considerar o assunto encerrado.» A verdade é que o assunto ficou mesmo encerrado. Foi esmorecendo nas páginas dos jornais, das ameaças de tribunal nunca mais ninguém ouviu falar, da presumível investigação da Polícia Judiciária também nunca mais ninguém ouviu falar e tudo leva a crer que Carlos Calheiros tenha, finalmente, pago a viagem que julgou ser uma benfeitoria desinteressada e tenha ainda hoje, em sua casa, emoldurados o recibo e a factura desses dez dias no Brasil. Tudo não passou de um lapso. Ou de vários lapsos, se quiserem. Nenhuma organização é perfeita. Era tudo boa gente. Ai que saudades, ai, ai.

Artigo de Leonor Pinhão no Jornal A Bola em Julho/2005

JJ SLB

  • Eusébio
  • ******
  • Foi uma luz que me deu... O primeiro que soube ficou perplexo!
  • Mensagens: 6915
  • 03 de Setembro de 2013, 22:14
nunca tive a merda referida neste tópico

G-Man

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 59048
  • Pantera Negra, "True Legend"
  • 05 de Setembro de 2013, 14:17
Dandy o facto do Porto ter ganho muito nos últimos anos deve-se ao Vieira, somente o Vieira.