Portugal

Silvino

Nome completo
Silvino de Almeida Louro
Número
1
Peso
82
Altura
182
Naturalidade
Setúbal
Data de nascimento
1959-03-05
Periodo no Benfica

1986 - 1994

Primeiro jogo

Domingo, Agosto 24, 1986 - 00:00

Estádio 1º de Maio, em Braga ,

SL Benfica: Silvino, Veloso, Samuel, Oliveira, Álvaro Magalhães, Shéu, Diamantino, Carlos Manuel, Nunes (Rui Pedro [72m]), Wando (Chiquinho [72m]), Rui Águas
Treinador: John Mortimore
Golos: Rui Águas (54), Chiquinho (86)

Último jogo

Quinta, Junho 2, 1994 - 02:00

Estádio do Bessa, Porto ,

SL Benfica: Silvino (Paulo Santos [55m]), Abel Silva, William, Hélder, Kenedy, Kulkov (Aílton [75m]), Vitor Paneira, João Pinto, César Brito, Rui Costa, Isaías
Treinador: Toni

33758 - Tópico: Silvino  (Lida 30746 vezes)

Dixi

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 9951
  • 28 de Dezembro de 2008, 23:44

 
 
Nome Completo: SILVINO de Almeida Louro
Posição: Guarda-Redes
Nacionalidade: Português (Internacional A)
Data de Nascimento: 05-03-1959
Número da Camisola: 1
Pé Preferido: Direito


Épocas ao serviço do Benfica: 8
Total de Jogos pelo Benfica: 263
Total de Golos Sofridos pelo Benfica: 146
Títulos pelo Benfica:
4 Campeonatos Nacionais (1986/87, 1988/89, 1990/91, 1993/94)
2 Taças de Portugal (1986/87, 1992/93)

1 Supertaça (1989/90)

1986/1987
Jogos: 39

Golos Sofridos: 28 (26 na Liga)

1987/1988
Jogos: 53
Golos Sofridos: 30 (25 na Liga)

1988/1989
Jogos: 47
Golos Sofridos: 23 (15 na Liga)

1989/1990
Jogos: 51
Golos Sofridos: 23 (16 na Liga)

1990/1991
Jogos: 23
Golos Sofridos: 16 (9 na Liga)

1991/1992
Jogos: 10
Golos Sofridos: 5 (0 na Liga)

1992/1993
Jogos: 36
Golos Sofridos: 18 (13 na Liga)

 
1993/1994
Jogos: 4
Golos Sofridos: 3 (0 na Liga)

 
« Última modificação: 30 de Outubro de 2013, 04:48 por Shoky »

Preacher

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 17558
  • 29 de Dezembro de 2008, 10:06
« Última modificação: 19 de Novembro de 2013, 16:45 por Shoky »

JPG

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 15614
  • 29 de Dezembro de 2008, 15:04
Silvino de Almeida Louro. Setúbal. 5 de Março de 1959. Guarda-redes.
Épocas no Benfica: 8 (86/94). Jogos: 259. Títulos: 4 (Campeonato Nacional), 2 (Taça de Portugal) e 1 (Supertaça).
Outros clubes: V. Setúbal, V. Guimarães, FC Porto e Salgueiros. Internacionalizações: 23.



Quando o patriarca Manuel Galrinho Bento se lesionou no Mundial do México, em 1986, o pânico quase se instalou nas hostes encarnadas. Desde José Bastos, passando por Costa Pereira e José Henrique, até ao mais internacional guarda-redes benfiquista de sempre, a baliza do Glorioso jamais tinha constituído motivo de apreensão. Exigente tarefa aguardava Silvino, contratado no início da época de 86/87, vindo de Guimarães, depois de ter entrado no pátio da fama pelas paragens da sua Setúbal natal.

Por apodo, Mãozinhas ficou. Doce e diminutiva alcunha essa. Mãozorras ficar-lhe-ia melhor. Ele que era mão-tenente, mão-posta, antítese de mãos-largas. Ou até mão-de-judas, apagador último dos vestígios ofensivos dos adversários. A mãos ambas, entregou-se à empreitada. Em primeira mão, passou incólume, com mãos de ferro, com mãos de mestre. Sem nunca meter os pés pelas mãos, sem nunca ficar fora de mão, mão de rédea exerceu, a mão ao sucesso deu.

Nas quatro primeiras épocas, a concorrência perdeu veleidades. Silvino era o dono das redes. Venceu dois Campeonatos, uma Taça, uma Supertaça ainda. Por duas vezes, participou na final dos Campeões Europeus. À primeira oportunidade, manteve a baliza inviolada durante 120 minutos, mas já não foi capaz de suster seis pontapés da marca de grande penalidade, desferidos por jogadores do PSV. Na segunda, dois anos depois (89/90), o holandês Rijkaard conseguiu desfeiteá-lo, dando o titulo ao Milan. Mesmo assim, teve uma atitude globalmente positiva e os pecados benfiquistas, se os houve, não podem ser assacados à retaguarda.



No segundo ciclo da sua estada na Luz, as coisas não correram já tanto de feição. Laureado foi em mais dois Campeonatos e uma Taça, mas ficou muitos encontros na sombra do ágil Neno, seu principal candidato ao lugar. Só na temporada de 92/93 se aproximou das melhores anotações do passado recente. No termo de 94, na condição de campeão nacional, despediu-se no Bessa por entre lágrimas devido ao já conhecido abandono de Toni e os aplausos pela revalidação do titulo. Apenas esse jogo fez, durante a temporada, jogo merecido, jogo de consagração. Era à época o quarto guarda-redes mais internacional do futebol autóctone, depois de Vítor Baia, Bento e Vítor Damas.

No Benfica, Silvino revelou-se aposta ganha. Na linha dos melhores intérpretes da função no longo historial do clube, irradiou simpatia, conquistou adeptos, cimentou prestigio, na arte de bem defender a baliza.


Tópico: Memorial Benfica, Glórias
Autor: Ednilson
Link: http://serbenfiquista.com/forum/index.php?topic=22362.195
« Última modificação: 20 de Abril de 2013, 23:53 por Shoky »

VanBasten

  • Eusébio
  • ******
  • Godinho Lopes... vai para o apre gaitinha!
  • Mensagens: 17445
  • 29 de Dezembro de 2008, 18:22
Técnicas para desconcentrar adversários, na hora de marcar penaltys:

Bruce Grobelaar: dançar sobre a linha de baliza.

Oliver Kahn: manter-se estático até ao ultimo momento.

Jorge Campos: utilizar camisolas de cores berrantes.

Silvino Louro: arrotar como um labrego. Resultado: não apanhou nenhuma das 6 bolas do PSV, em 88.

Vitor84

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 12596
  • 29 de Dezembro de 2008, 18:47
Das poucas lembranças que tenho dele foi de um jogo contra a Juve em que um gajo lhe mandou uma patada no nariz e ele teve de sair, e depois levámos 3 na buja.

VanBasten

  • Eusébio
  • ******
  • Godinho Lopes... vai para o apre gaitinha!
  • Mensagens: 17445
  • 29 de Dezembro de 2008, 18:49
Foi o Kohler, na sequencia de um canto ou livre lateral.

Shoky

  • Colaborador
  • ******
  • Mensagens: 193067
  • 29 de Dezembro de 2008, 22:07
Técnicas para desconcentrar adversários, na hora de marcar penaltys:

Bruce Grobelaar: dançar sobre a linha de baliza.

Oliver Kahn: manter-se estático até ao ultimo momento.

Jorge Campos: utilizar camisolas de cores berrantes.

Silvino Louro: arrotar como um labrego. Resultado: não apanhou nenhuma das 6 bolas do PSV, em 88.


Isto é verdade? ;D

.:VMPT:.

  • Eusébio
  • ******
  • "O Benfica é um clube grande, com adeptos fantásticos, mas que é comandado por gente pequena" By Marc Zoro Amarante / Vila Nova de Gaia
  • Mensagens: 25482
  • 17 de Fevereiro de 2009, 13:23
Também foi um traidorzito, acabou no corrupto e dava ares de juju  :bah2:

?
Traidor?

O Benfica é que correu com ele e ele é que é o traidor?


Foi das melhores que vi por aqui....



D Quixote

  • Iniciado
  • *
  • Mensagens: 365
  • 18 de Fevereiro de 2009, 02:58
Infelizmente a história dos arrotos é verdade :) eu vi o jogo e tenho a gravação e quando tenho saudades de um benfica a sério vejo um bocadinho. Já lá vão 20 anos. Quando é que voltamos a ser grandes na Europa?
Foi um bom guarda redes não precisava era de á semelhança do JuJU ao subir para o norte passar a ser anti benfica enfim cada um sabe de si $$$$

Batistuta

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 43904
  • 25 de Fevereiro de 2009, 10:21
Este às vezes dava uns frangos valentes

Joga Bonito

  • Eusébio
  • ******
  • O CAMPEÃO VOLTOU!!!
  • Mensagens: 44239
  • Vó & Vó: Ficaram juntas para SEMPRE! :-)
  • 25 de Fevereiro de 2009, 12:40
Não gostei de algumas atitudes pós-Benfica, mas apesar de tudo... siga pra 1ª página! Podias era ao menos ter acertado uma vez no lado da bola em Estugarda, não ?

DD

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 16384
  • 25 de Fevereiro de 2009, 17:31
Não gostei de algumas atitudes pós-Benfica, mas apesar de tudo... siga pra 1ª página! Podias era ao menos ter acertado uma vez no lado da bola em Estugarda, não ?

Pois, coitado do Veloso leva com as culpas...o veloso so falhou um penalty, este deixou entrar 6  ::bater:: ::bater:: ::bater:: ::bater:: ::bater:: ::bater::

Batistuta

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 43904
  • 25 de Fevereiro de 2009, 18:36
Não gostei de algumas atitudes pós-Benfica, mas apesar de tudo... siga pra 1ª página! Podias era ao menos ter acertado uma vez no lado da bola em Estugarda, não ?

Pois, coitado do Veloso leva com as culpas...o veloso so falhou um penalty, este deixou entrar 6  ::bater:: ::bater:: ::bater:: ::bater:: ::bater:: ::bater::

não adivinhou nem uma?

Shoky

  • Colaborador
  • ******
  • Mensagens: 193067
  • 12 de Agosto de 2009, 01:31
Técnicas para desconcentrar adversários, na hora de marcar penaltys:

Bruce Grobelaar: dançar sobre a linha de baliza.

Oliver Kahn: manter-se estático até ao ultimo momento.

Jorge Campos: utilizar camisolas de cores berrantes.

Silvino Louro: arrotar como um labrego. Resultado: não apanhou nenhuma das 6 bolas do PSV, em 88.
Estive a rever agora os penaltys da final perdida para o PSV...devo ser masoquista ou o crl...mas é aquela sensação...de que um penalty mal marcado do outro...uma defesa do Silvino...enfim...e tinhamos ganho a Taça dos Campeões...
De todas esta é a que me doi mais...só tinha visto os penaltys uma vez...fui ver outra vez...e não  é que o VanBasten tem razão...O gajo arrota como um labrego no 2ºpenalty pelo menos...vê-se muito bem!
Enfim...não apanhou um...e o quarto do PSV foi tão mal marcado...
Epá...nunca consegui olhar direito para o Silvino...não me interpretem mal...mas mais que o Veloso que falhou o penalty...foi Silvino quem não apanhou um unico em 6...Vejo na cara dele aquela derrota que não podia ter acontecido!

Shoky

  • Colaborador
  • ******
  • Mensagens: 193067
  • 12 de Agosto de 2009, 01:33
E não acertou nenhum lado...fdx...
Que azia...

Não devia ter ido ver esta merda agora...po que me havia de dar...:buck2: