64361 - Tópico: Equipa Sub23 (2019/2020)  (Lida 183840 vezes)

cristiano_1904

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 37299
  • Rua Vieira.
  • 27 de Maio de 2020, 23:07
O que era preciso neste escalão era menos pontapé nos adversários, continuar com um estilo de disciplina da arbitragem ao nível dos anos 80.
Isto é que me faria ponderar continuar.
Continuar a colocar jogadores com a idade e o estofo físico do Camará contra equipas inteiras de caceteiros dificilmente será formação.
Por essa lógica é acabar com a primeira liga, o porto está lá...

Polaco

  • Eusébio
  • ******
  • Lisboa
  • Mensagens: 7367
  • Treinador de Futebol das Novas Oportunidades
  • Sócio: 7578
  • 28 de Maio de 2020, 00:02
O que era preciso neste escalão era menos pontapé nos adversários, continuar com um estilo de disciplina da arbitragem ao nível dos anos 80.
Isto é que me faria ponderar continuar.
Continuar a colocar jogadores com a idade e o estofo físico do Camará contra equipas inteiras de caceteiros dificilmente será formação.
Por essa lógica é acabar com a primeira liga, o porto está lá...

Não compares, aqui é um deixa andar pelos árbitros incrível.

cristiano_1904

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 37299
  • Rua Vieira.
  • 28 de Maio de 2020, 00:06
O que era preciso neste escalão era menos pontapé nos adversários, continuar com um estilo de disciplina da arbitragem ao nível dos anos 80.
Isto é que me faria ponderar continuar.
Continuar a colocar jogadores com a idade e o estofo físico do Camará contra equipas inteiras de caceteiros dificilmente será formação.
Por essa lógica é acabar com a primeira liga, o porto está lá...

Não compares, aqui é um deixa andar pelos árbitros incrível.
Em quase todos os jogos é assim mas também estamos sempre a falar da liga inglesa e nunca queremos algo parecido cá.

Polaco

  • Eusébio
  • ******
  • Lisboa
  • Mensagens: 7367
  • Treinador de Futebol das Novas Oportunidades
  • Sócio: 7578
  • 28 de Maio de 2020, 10:55
O que era preciso neste escalão era menos pontapé nos adversários, continuar com um estilo de disciplina da arbitragem ao nível dos anos 80.
Isto é que me faria ponderar continuar.
Continuar a colocar jogadores com a idade e o estofo físico do Camará contra equipas inteiras de caceteiros dificilmente será formação.
Por essa lógica é acabar com a primeira liga, o porto está lá...

Não compares, aqui é um deixa andar pelos árbitros incrível.
Em quase todos os jogos é assim mas também estamos sempre a falar da liga inglesa e nunca queremos algo parecido cá.

Observa com atenção os jogos, não tem nada a ver.
Aquilo que se quer importar da liga Inglesa é que os árbitros distingam o que é falta e o que é contacto legal na luta pela bola, onde os jogadores se tocam naturalmente.
A ideia de que na Liga Inglesa se joga um misto de rugby e futebol  e os árbitros não assinalam nada, não  corresponde NADA á verdade nem nunca foi assim.
O que eu queria da Liga Inglesa eram os árbitros, para não serem corruptos como todos os nossos, seja por dinheiro, seja por estratégias de promoção na carreira para chegarem a internacional e ganharem dezenas de milhares de euros por ano.
Mas bastava ver a promoção do canal 11 quando começaram as transmissões desta liga e os comentários, onde achavam muita graça á falta da marcação evidente de faltas, de cartões, de segundos cartões, etc
Penso que é uma estratégia da própria Federação, dizem eles que é para deixar o jogo correr......
Digo mesmo assim : se é para continuar desta maneira, não faz sentido nenhum o Benfica lá ficar. Eles que sigam a estratégia de formação á "cacetada".
O que não faz sentido é termos uma equipa de sub 23 que só serve para depositar "restos" de ex júniores que ainda têm contrato e não servem para a B.

cristiano_1904

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 37299
  • Rua Vieira.
  • 28 de Maio de 2020, 12:24
O que era preciso neste escalão era menos pontapé nos adversários, continuar com um estilo de disciplina da arbitragem ao nível dos anos 80.
Isto é que me faria ponderar continuar.
Continuar a colocar jogadores com a idade e o estofo físico do Camará contra equipas inteiras de caceteiros dificilmente será formação.
Por essa lógica é acabar com a primeira liga, o porto está lá...

Não compares, aqui é um deixa andar pelos árbitros incrível.
Em quase todos os jogos é assim mas também estamos sempre a falar da liga inglesa e nunca queremos algo parecido cá.

Observa com atenção os jogos, não tem nada a ver.
Aquilo que se quer importar da liga Inglesa é que os árbitros distingam o que é falta e o que é contacto legal na luta pela bola, onde os jogadores se tocam naturalmente.
A ideia de que na Liga Inglesa se joga um misto de rugby e futebol  e os árbitros não assinalam nada, não  corresponde NADA á verdade nem nunca foi assim.
O que eu queria da Liga Inglesa eram os árbitros, para não serem corruptos como todos os nossos, seja por dinheiro, seja por estratégias de promoção na carreira para chegarem a internacional e ganharem dezenas de milhares de euros por ano.
Mas bastava ver a promoção do canal 11 quando começaram as transmissões desta liga e os comentários, onde achavam muita graça á falta da marcação evidente de faltas, de cartões, de segundos cartões, etc
Penso que é uma estratégia da própria Federação, dizem eles que é para deixar o jogo correr......
Digo mesmo assim : se é para continuar desta maneira, não faz sentido nenhum o Benfica lá ficar. Eles que sigam a estratégia de formação á "cacetada".
O que não faz sentido é termos uma equipa de sub 23 que só serve para depositar "restos" de ex júniores que ainda têm contrato e não servem para a B.
Falas como se os árbitros ingleses fossem um supra sumo da arbitragem, coisa que não são.

A diferença em Inglaterra não é a qualidade das arbitragem mas sim como vêm o futebol. E mesmo isso mudou ao longo do tempo...

A liga revelação é aquela que deixa passar mais amarelos mas também é aquela que deixa mais jogar.

Polaco

  • Eusébio
  • ******
  • Lisboa
  • Mensagens: 7367
  • Treinador de Futebol das Novas Oportunidades
  • Sócio: 7578
  • 28 de Maio de 2020, 13:21
O que era preciso neste escalão era menos pontapé nos adversários, continuar com um estilo de disciplina da arbitragem ao nível dos anos 80.
Isto é que me faria ponderar continuar.
Continuar a colocar jogadores com a idade e o estofo físico do Camará contra equipas inteiras de caceteiros dificilmente será formação.
Por essa lógica é acabar com a primeira liga, o porto está lá...

Não compares, aqui é um deixa andar pelos árbitros incrível.
Em quase todos os jogos é assim mas também estamos sempre a falar da liga inglesa e nunca queremos algo parecido cá.

Observa com atenção os jogos, não tem nada a ver.
Aquilo que se quer importar da liga Inglesa é que os árbitros distingam o que é falta e o que é contacto legal na luta pela bola, onde os jogadores se tocam naturalmente.
A ideia de que na Liga Inglesa se joga um misto de rugby e futebol  e os árbitros não assinalam nada, não  corresponde NADA á verdade nem nunca foi assim.
O que eu queria da Liga Inglesa eram os árbitros, para não serem corruptos como todos os nossos, seja por dinheiro, seja por estratégias de promoção na carreira para chegarem a internacional e ganharem dezenas de milhares de euros por ano.
Mas bastava ver a promoção do canal 11 quando começaram as transmissões desta liga e os comentários, onde achavam muita graça á falta da marcação evidente de faltas, de cartões, de segundos cartões, etc
Penso que é uma estratégia da própria Federação, dizem eles que é para deixar o jogo correr......
Digo mesmo assim : se é para continuar desta maneira, não faz sentido nenhum o Benfica lá ficar. Eles que sigam a estratégia de formação á "cacetada".
O que não faz sentido é termos uma equipa de sub 23 que só serve para depositar "restos" de ex júniores que ainda têm contrato e não servem para a B.
Falas como se os árbitros ingleses fossem um supra sumo da arbitragem, coisa que não são.

A diferença em Inglaterra não é a qualidade das arbitragem mas sim como vêm o futebol. E mesmo isso mudou ao longo do tempo...

A liga revelação é aquela que deixa passar mais amarelos mas também é aquela que deixa mais jogar.

Já estamos de acordo com quase tudo, o que eu acho que é mais generalizado nos árbitros e no futebol inglês é distinguir o que é impacto físico legal e faltoso. E isso vem muito de haver historicamente uma grande crítica social ás simulações, embora com a chegada de jogadores e treinadores estrangeiros leve por vezes a errarem mais.
Bons árbitros são os que sabem fazer isto bem, e existem em todos os países, com excepção de Portugal porque são logo filtrados á nascença e encarreirados para os "interesses".
Tenho estado agora a ver alguns jogos do Benfica com o porto e Sporting ao longo dos anos, e é aqui que se vê sem emoções ,como nós somos sempre prejudicados, com o perdão a faltas, amarelos e segundos amarelos, com crítérios totalmente diferentes durante os jogos.
Portanto, bons árbitros existem em todos os lados, a corrupção elimina em muitos lados a possibilidade de existirem mais.

Mas isto não tem muito a ver com o assunto sub 23, há efectivamente o deixar andar de que se pode gostar ou não, eu não gosto, porque gosto de futebol, e também gosto de raguebi, mas nos seus tempos específicos.

cristiano_1904

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 37299
  • Rua Vieira.
  • 28 de Maio de 2020, 13:46
O que era preciso neste escalão era menos pontapé nos adversários, continuar com um estilo de disciplina da arbitragem ao nível dos anos 80.
Isto é que me faria ponderar continuar.
Continuar a colocar jogadores com a idade e o estofo físico do Camará contra equipas inteiras de caceteiros dificilmente será formação.
Por essa lógica é acabar com a primeira liga, o porto está lá...

Não compares, aqui é um deixa andar pelos árbitros incrível.
Em quase todos os jogos é assim mas também estamos sempre a falar da liga inglesa e nunca queremos algo parecido cá.

Observa com atenção os jogos, não tem nada a ver.
Aquilo que se quer importar da liga Inglesa é que os árbitros distingam o que é falta e o que é contacto legal na luta pela bola, onde os jogadores se tocam naturalmente.
A ideia de que na Liga Inglesa se joga um misto de rugby e futebol  e os árbitros não assinalam nada, não  corresponde NADA á verdade nem nunca foi assim.
O que eu queria da Liga Inglesa eram os árbitros, para não serem corruptos como todos os nossos, seja por dinheiro, seja por estratégias de promoção na carreira para chegarem a internacional e ganharem dezenas de milhares de euros por ano.
Mas bastava ver a promoção do canal 11 quando começaram as transmissões desta liga e os comentários, onde achavam muita graça á falta da marcação evidente de faltas, de cartões, de segundos cartões, etc
Penso que é uma estratégia da própria Federação, dizem eles que é para deixar o jogo correr......
Digo mesmo assim : se é para continuar desta maneira, não faz sentido nenhum o Benfica lá ficar. Eles que sigam a estratégia de formação á "cacetada".
O que não faz sentido é termos uma equipa de sub 23 que só serve para depositar "restos" de ex júniores que ainda têm contrato e não servem para a B.
Falas como se os árbitros ingleses fossem um supra sumo da arbitragem, coisa que não são.

A diferença em Inglaterra não é a qualidade das arbitragem mas sim como vêm o futebol. E mesmo isso mudou ao longo do tempo...

A liga revelação é aquela que deixa passar mais amarelos mas também é aquela que deixa mais jogar.

Já estamos de acordo com quase tudo, o que eu acho que é mais generalizado nos árbitros e no futebol inglês é distinguir o que é impacto físico legal e faltoso. E isso vem muito de haver historicamente uma grande crítica social ás simulações, embora com a chegada de jogadores e treinadores estrangeiros leve por vezes a errarem mais.
Bons árbitros são os que sabem fazer isto bem, e existem em todos os países, com excepção de Portugal porque são logo filtrados á nascença e encarreirados para os "interesses".
Tenho estado agora a ver alguns jogos do Benfica com o porto e Sporting ao longo dos anos, e é aqui que se vê sem emoções ,como nós somos sempre prejudicados, com o perdão a faltas, amarelos e segundos amarelos, com crítérios totalmente diferentes durante os jogos.
Portanto, bons árbitros existem em todos os lados, a corrupção elimina em muitos lados a possibilidade de existirem mais.

Mas isto não tem muito a ver com o assunto sub 23, há efectivamente o deixar andar de que se pode gostar ou não, eu não gosto, porque gosto de futebol, e também gosto de raguebi, mas nos seus tempos específicos.
Isso não é verdade, estás a falar como se houvesse só corrupção em Portugal..

O facto é que há uma indicação para deixar jogar e não há muito controlo da agressividade porque os próprios árbitros têm pouca experiência.

Temos de proteger os jogadores mas também temos de proteger o futebol, coisa que não acontece na maior parte do futebol profissional.

Achas "saudável" para o jogo qualquer toque ser falta? E olha que nisso como adeptos não somos diferentes dos outros, qualquer merda é falta.

O ideal era ter um meio termo, o futebol é um desporto de contacto mas também não é futebol americano.

Polaco

  • Eusébio
  • ******
  • Lisboa
  • Mensagens: 7367
  • Treinador de Futebol das Novas Oportunidades
  • Sócio: 7578
  • 28 de Maio de 2020, 14:26
Mas achas que eu disse nalgum lado que qualquer toque é falta ? Como é que nesse caso eu defenderia os árbitros ingleses ?
Só corrupção em Portugal não haverá, mas na arbitragem, se considerarmos gerir a carreira para depois vir a ganhar legítimamente muito dinheiro como corrupção, digo sim próximo de 100%.
O primeiro Rockfeller, uma vez, quando lhe perguntaram se a fortuna dele era legal, respondeu que só a partir do primeiro milhão.... aqui nem isso, porque se os despromovem de internacionais perdem logo quase tudo. Por isso é que houve um ano em que nem divulgaram os as classificações, porque os Soares Dias e amiguinhos teriam ido parar á segunda divisão.

Á parte de não conseguir imaginar quem neste mundo é que quererá ser árbitro com o que isto lhe vai dificultar a vida diária, sem ser assumir que as vantagens financeiras vão ser superiores ao risco ( mesmo de vida em que incorre ) ?

cristiano_1904

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 37299
  • Rua Vieira.
  • 28 de Maio de 2020, 14:48
Mas achas que eu disse nalgum lado que qualquer toque é falta ? Como é que nesse caso eu defenderia os árbitros ingleses ?
Só corrupção em Portugal não haverá, mas na arbitragem, se considerarmos gerir a carreira para depois vir a ganhar legítimamente muito dinheiro como corrupção, digo sim próximo de 100%.
O primeiro Rockfeller, uma vez, quando lhe perguntaram se a fortuna dele era legal, respondeu que só a partir do primeiro milhão.... aqui nem isso, porque se os despromovem de internacionais perdem logo quase tudo. Por isso é que houve um ano em que nem divulgaram os as classificações, porque os Soares Dias e amiguinhos teriam ido parar á segunda divisão.

Á parte de não conseguir imaginar quem neste mundo é que quererá ser árbitro com o que isto lhe vai dificultar a vida diária, sem ser assumir que as vantagens financeiras vão ser superiores ao risco ( mesmo de vida em que incorre ) ?
Nós temos a mania de falar que Portugal é um antro de corrupção mas comparando com alguns países somos uns meninos...

Estavamos a falar desta liga e em parte até podes ter razão mas isso é dos árbitros na liga revelação não terem tanta experiência. São poucos os árbitros que conseguem fazer isso e mesmo assim controlar o jogo, até porque não é tão fácil como o adepto acha.

Terminar esta liga só prejudicava os clubes e foi uma óptima ideia, principalmente porque serve de complemento à equipa B no nosso caso.