40963 - Tópico: Bilhar  (Lida 106330 vezes)

jmovalente

  • Sénior
  • ****
  • Mensagens: 1352
  • SL Benfica
  • 20 de Maio de 2018, 14:57
Ontem fomos eliminados nas meias-finais do campeonato nacional de snooker.

1-3 contra o Snooker Clube de Lisboa

Campeão Nacional: AA Miguel Silva

Hoje, jogamos os 1/4 da Taça de Portugal, precisamente contra o novo campeão nacional.

jmovalente

  • Sénior
  • ****
  • Mensagens: 1352
  • SL Benfica
  • 20 de Maio de 2018, 23:37
Ontem fomos eliminados nas meias-finais do campeonato nacional de snooker.

1-3 contra o Snooker Clube de Lisboa

Campeão Nacional: AA Miguel Silva

Hoje, jogamos os 1/4 da Taça de Portugal, precisamente contra o novo campeão nacional.

Na Taça fomos eliminamos nos 1/4 final.

Académica de Coimbra venceu Taça de Portugal.

Gonçalo_SLB

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 8920
  • 03 de Junho de 2018, 22:51
Vasco Gomes, de 60 anos, atleta do Benfica, conquistou este domingo a Taça de Portugal em carambola (três tabelas), ao vencer, na final da prova, organizada pela Federação Portuguesa de Bilhar e disputada nas instalações do Leixões, Santos Oliveira (FC Porto), por 3-0.

No jogo decisivo da Fase Final das três tabelas, com 16 atletas a iniciarem o dia com os jogos dos oitavos de final até ser encontrado o campeão, o jogador encarnado começou por vencer o primeiro ‘set’ por 15-3 (em oito entradas, ou visitas à mesa, de cada um dos contendores), maior equilíbrio no segundo parcial, de 15-13 (em 17 entradas, para 16 do portista) e rematou a vitória na prova com 15-5 no último ‘set’ (em nove entradas).

Nas meias-finais, Vasco Gomes deixou pelo caminho outro atleta dos dragões, Rui Manuel Costa, ao vencer por 2-1: perdeu o primeiro parcial por 9-15 (13 entradas para cada um), venceu o segundo e fez o 1-1, por 15-11 (13 entradas para cada jogador) e, na ‘negra’, venceu por 15-10 (também 13 entradas para cada um dos atletas).

Mas a razia de Vasco Gomes ante atletas do FC Porto começou, neste dia de domingo, nos quartos de final, em que bateu Jorge Costa, também do FC Porto, por 2-1: vitória por 15-8 no primeiro ‘set’ (11 entradas, para 10 do adversário), derrota no segundo parcial por 3-15 (em 10 entradas, para onze do portista) e vitória na ‘negra’, por 15-10 (11 entradas para ambos os atletas).

O vencedor desta Taça de Portugal começou a sua caminhada, no primeiro dos quatro encontros deste domingo até levantar o troféu, diante de Francisco Rodrigues (Sporting), com uma vitória também pela margem mínima (2-1): perdeu o primeiro ‘set’ por 8-15 (nove entradas, para dez do jogador dos leões), venceu o segundo e igualou (1-1) por 15-9 (16 entradas de cada um) e, na decisão, no terceiro ‘set’, voltou a ser mais forte, e vencer por 15-11 (13 entradas de cada atleta).

Numa competição em que não há jogo de atribuição dos terceiro e quarto lugares, além de Rui Manuel Costa (FC Porto), outro atleta do Benfica, João Silva, arrebatou, tal como o portista, o terceiro lugar, apesar de batido (0-2) nas meias-finais por Santos Oliveira (FC Porto), vice-campeão nacional.

https://www.abola.pt/Modalidades/Noticias/Ver/733747

Carlsberg87

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 15457
  • 10 de Junho de 2018, 22:07
A equipa de bilhar (carambola, três tabelas) do FC Porto, campeã europeia em 2017, não conseguiu este domingo repetir o feito, na conclusão da 60.º edição da Taça da Europa, prova organizada pelo clube portista com a União Mundial de Bilhar e a Federação Portuguesa de Bilhar, e que decorreu desde o dia 6 na Academia de Bilhar do Estádio do Dragão, na cidade do Porto, tendo terminado na terceira posição, ainda assim a melhor entre as três equipas portuguesas participantes num evento em que também Benfica e Leça estiveram entre os 25 clubes finalistas e mais de 100 atletas.


O FC Porto, com uma equipa constituída pelo campeão mundial, o espanhol Daniel Sanchez, e ainda pelo holandês Dick Jaspers e pelos portugueses Manuel Santos Oliveira [na foto], João Ferreira e Rui Manuel Costa, levou, ainda assim, o bronze, correspondente ao terceiro lugar, após perder nas meias-finais com os turcos do FBN Tekstil BSK, que este domingo lhes sucederam como campeões da Europa, ao baterem os holandeses do BK Grondal na final do torneio.


No jogo das meias-finais com os holandeses, dick Jaspers, dos dragões, bateu Murat Coklu por 40-21, enquanto Rui Manuel Costa não resistiu a Can Çapak (33-40), enquanto João Ferreira empatou (40-40) com Gozkhan Salman e o espanhol Daniel Sanchez (campeão do mundo) perdeu pela margem mínima (39-40) com Tayfun Tasdemir.


O FC Porto chegara às meias-finais após conseguir o primeiro lugar no Grupo C de qualificação e no Grupo B da Fase Final desta Taça da Europa, cuja próxima edição, em 2019, foi este domingo anunciado, após os elogios à organização, que irá decorrer novamente nas magníficas instalações da Academia de Bilhar do Estádio do Dragão.


Para garantir a presença nas meias-finais, o FC Porto tinha, no seu grupo da Fase Final, vencido os holandeses do L&B Ledermode por 3-1, e empatado 2-2 com os dinamarqueses do BK Grondal e os turcos do Mecidiykoy SK.


O Benfica, com um quarteto formado por Vasco Gomes, Fernando Silva, João Silva e Joaquim Torres, não passou do Grupo A da qualificação, que tinha ainda os belgas do BC Up De Meir e os austríacos do BSK Union SU.


O Leça FC/Multicargo, com uma formação que integrou Nuno Amaral, Pedro Martins, João Gomes e José Escudeiro, não conseguiu o apuramento no Grupo B de qualificação, que englobava ainda a Academia de Lausana (Suíça), o SIS Schoonmaak (Holanda) e o BC Deurne (Bélgica).

zerocool

  • Eusébio
  • ******
  • Benfica Campeão? Porreiro Pá....
  • Mensagens: 14613
  • 11 de Junho de 2018, 17:27
Isto aqui está bem fraquinho.....

amerco

  • Iniciado
  • *
  • Mensagens: 199
  • 12 de Junho de 2018, 10:35
A equipa de bilhar (carambola, três tabelas) do FC Porto, campeã europeia em 2017, não conseguiu este domingo repetir o feito, na conclusão da 60.º edição da Taça da Europa, prova organizada pelo clube portista com a União Mundial de Bilhar e a Federação Portuguesa de Bilhar, e que decorreu desde o dia 6 na Academia de Bilhar do Estádio do Dragão, na cidade do Porto, tendo terminado na terceira posição, ainda assim a melhor entre as três equipas portuguesas participantes num evento em que também Benfica e Leça estiveram entre os 25 clubes finalistas e mais de 100 atletas.


O FC Porto, com uma equipa constituída pelo campeão mundial, o espanhol Daniel Sanchez, e ainda pelo holandês Dick Jaspers e pelos portugueses Manuel Santos Oliveira [na foto], João Ferreira e Rui Manuel Costa, levou, ainda assim, o bronze, correspondente ao terceiro lugar, após perder nas meias-finais com os turcos do FBN Tekstil BSK, que este domingo lhes sucederam como campeões da Europa, ao baterem os holandeses do BK Grondal na final do torneio.


No jogo das meias-finais com os holandeses, dick Jaspers, dos dragões, bateu Murat Coklu por 40-21, enquanto Rui Manuel Costa não resistiu a Can Çapak (33-40), enquanto João Ferreira empatou (40-40) com Gozkhan Salman e o espanhol Daniel Sanchez (campeão do mundo) perdeu pela margem mínima (39-40) com Tayfun Tasdemir.


O FC Porto chegara às meias-finais após conseguir o primeiro lugar no Grupo C de qualificação e no Grupo B da Fase Final desta Taça da Europa, cuja próxima edição, em 2019, foi este domingo anunciado, após os elogios à organização, que irá decorrer novamente nas magníficas instalações da Academia de Bilhar do Estádio do Dragão.


Para garantir a presença nas meias-finais, o FC Porto tinha, no seu grupo da Fase Final, vencido os holandeses do L&B Ledermode por 3-1, e empatado 2-2 com os dinamarqueses do BK Grondal e os turcos do Mecidiykoy SK.


O Benfica, com um quarteto formado por Vasco Gomes, Fernando Silva, João Silva e Joaquim Torres, não passou do Grupo A da qualificação, que tinha ainda os belgas do BC Up De Meir e os austríacos do BSK Union SU.


O Leça FC/Multicargo, com uma formação que integrou Nuno Amaral, Pedro Martins, João Gomes e José Escudeiro, não conseguiu o apuramento no Grupo B de qualificação, que englobava ainda a Academia de Lausana (Suíça), o SIS Schoonmaak (Holanda) e o BC Deurne (Bélgica).

Porque não jogaram os espanhois pelo Benfica? já não estão cá?

Messi87

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 80136
  • 12 de Junho de 2018, 10:43
A equipa de bilhar (carambola, três tabelas) do FC Porto, campeã europeia em 2017, não conseguiu este domingo repetir o feito, na conclusão da 60.º edição da Taça da Europa, prova organizada pelo clube portista com a União Mundial de Bilhar e a Federação Portuguesa de Bilhar, e que decorreu desde o dia 6 na Academia de Bilhar do Estádio do Dragão, na cidade do Porto, tendo terminado na terceira posição, ainda assim a melhor entre as três equipas portuguesas participantes num evento em que também Benfica e Leça estiveram entre os 25 clubes finalistas e mais de 100 atletas.


O FC Porto, com uma equipa constituída pelo campeão mundial, o espanhol Daniel Sanchez, e ainda pelo holandês Dick Jaspers e pelos portugueses Manuel Santos Oliveira [na foto], João Ferreira e Rui Manuel Costa, levou, ainda assim, o bronze, correspondente ao terceiro lugar, após perder nas meias-finais com os turcos do FBN Tekstil BSK, que este domingo lhes sucederam como campeões da Europa, ao baterem os holandeses do BK Grondal na final do torneio.


No jogo das meias-finais com os holandeses, dick Jaspers, dos dragões, bateu Murat Coklu por 40-21, enquanto Rui Manuel Costa não resistiu a Can Çapak (33-40), enquanto João Ferreira empatou (40-40) com Gozkhan Salman e o espanhol Daniel Sanchez (campeão do mundo) perdeu pela margem mínima (39-40) com Tayfun Tasdemir.


O FC Porto chegara às meias-finais após conseguir o primeiro lugar no Grupo C de qualificação e no Grupo B da Fase Final desta Taça da Europa, cuja próxima edição, em 2019, foi este domingo anunciado, após os elogios à organização, que irá decorrer novamente nas magníficas instalações da Academia de Bilhar do Estádio do Dragão.


Para garantir a presença nas meias-finais, o FC Porto tinha, no seu grupo da Fase Final, vencido os holandeses do L&B Ledermode por 3-1, e empatado 2-2 com os dinamarqueses do BK Grondal e os turcos do Mecidiykoy SK.


O Benfica, com um quarteto formado por Vasco Gomes, Fernando Silva, João Silva e Joaquim Torres, não passou do Grupo A da qualificação, que tinha ainda os belgas do BC Up De Meir e os austríacos do BSK Union SU.


O Leça FC/Multicargo, com uma formação que integrou Nuno Amaral, Pedro Martins, João Gomes e José Escudeiro, não conseguiu o apuramento no Grupo B de qualificação, que englobava ainda a Academia de Lausana (Suíça), o SIS Schoonmaak (Holanda) e o BC Deurne (Bélgica).

Porque não jogaram os espanhois pelo Benfica? já não estão cá?

Os 2 jogaram pelo CBC de Cartagena