Treinador, 48 anos
Portugal
Stats: 4 épocas, 156 jogos ( minutos), golos
Títulos: Campeonato Nacional (2), Taça de Portugal (1), Supertaça (2), Taça da Liga (1)

57531 - Tópico: Rui Vitória, Treinador do Benfica  (Lida 8379355 vezes)

Eterno Benfica

  • Capitão
  • ****
  • Mensagens: 3060
  • ''O meu coração bate por ti! Amo-te Benfica''
  • Hoje às 00:06
Esperava ler críticas à gestão da equipa, repetição do mesmo 11 com a equipa a jogar de 4 em 4 dias, as substituições tardias, mas aparentemente é mais importante salientar que o treinador disse que o Benfica foi campeao em 66 em vez de 61 ou 62.
 

NSC

  • Júnior
  • ***
  • Mensagens: 895
  • Hoje às 00:16
acho inacreditável a extrema polarização que existe por aqui em relação a, basicamente, todos os treinadores.
o RV é, para muita gente aqui, o pior treinador da primeira liga. o Marco Silva é a reencarnação do Erickson de 1980. o Paulo Fonseca depende dos dias. o Leonardo Jardim a créme de la créme. o Abel agora é pouco menos que um jumento de blazer. etc etc etc etc.


há um ditado muito interessante que diz "cada razão tem a sua sazão". e um treinador, por melhor ou pior que seja, em determinado contexto, pode ser melhor ou pior do que a sua valia intrínseca, e que é a capacidade de adaptação que, muitas vezes, leva a coisa avante. como diz e bem Darwin, sobrevivem não os mais fortes, mas os que têm maior capacidade de adaptação.

pegando em alguns exemplos:
 i) o Chelsea nos últimos 15 anos, teve orçamentos faraónicos, comprando jogadores como Robben, Cech, Drogba, Ballack, Shevchenko, Fabregas, David Luiz, Matic, Alonso, Lampard, Courtois, etc etc etc. teve treinador que já foram campeões europeus mais do que uma vez, com Ancelotti e Mourinho à cabeça, mas ainda Ranieri (que foi campeão no Leicester), Hiddink, Conte, etc etc etc. e contudo, a única vez que foram campeões europeus foi com o Di Matteo, um treinador que eu nem quereria no Benfica B. e não podem dizer que foi sorte. se há alguém que tem mérito é mesmo o Chelsea de Di Matteo, que vira a eliminatória com o Napoles, que elimina o super Barcelona de Guardiola (ganha em casa e empata em nou camp) e vai ganhar o título a casa do Bayern jogando contra a equipa da casa, e depois de estar a perder. isto é uma tempestade perfeita e o homem ganha tudo. tudo. não tem mérito? que se pode dizer disto?

 ii) o meu treinador português preferido, ao nível de jogo, é destacadamente o Paulo Fonseca. continuo a achar inverosímil conseguir deixar o Paços de Ferreira em terceiro lugar, só com derrotas com Benfica e Porto, mas a jogar futebol de equipa muito grande. e o que conseguiu depois disso no Braga e Shaktar, mostram que é claramente um treinador que será muito grande. contudo, isso não o impediu de, a treinar um Porto que vinha de um tricampeonato, com uma super equipa (o pessoal fala do Licé e Josúe, mas vão ver a equipa titular, com Lucho, Quintero, Danilo, Mangala, Fernando, Otamendi, Alex Sandro, Jackson MArtinez, Iturbe, HErrera, Reyes) e foi um desastre. um verdadeiro desastre. isso quer dizer o quê sobre o Paulo Fonseca? que é miserável? não me parece.

 iii) outro caso curioso é o Leonardo JArdim. o homem fez um trabalho impressionante no Sporting, tendo em conta o orçamento, pese embora o futebol ser macabro de tão mau, mas foi pragmático (algo que valorizo bastante). e ele no Mónaco, na primeira época esteve normal, fica em terceiro no campeonato e tem uma participação patética na liga europa (6 jogos 1 vitória...ao nível do Quique no Benfica), e quando era considerado como o pai do futebol mais chato da europa.
no ano seguinte faz uma época assombrosa, extraordinária, conseguindo um improvável campeonato e uma liga dos campeões que rendeu uma fortuna em vendas posteriores. 5 estrelas. um futebol espetacular, vibrante, todos aqui vimos e era efectivamente qualquer coisa.
no ano seguinte, e sendo certo que vendeu muitos jogadores (faz lembrar todas as épocas do Benfica), sendo cabeça de série na liga dos campeões, conseguiu fazer 2 pontos em 6 jogos... último lugar do grupo, onde se incluem um 0-3 e um 2-5 contra o Porto (Porto esse que, segundo o pessoal do fórum, não é mais do que um Guimarães com um equipamento de azul). isto diz o quê a respeito do Jardim? sendo certo que venderam muitos jogadores, continuavam a ter uma equipa bem forte para a realidade deles. JOvetic, Falcao, LEmar, Rony Lopes, Fabinho, Moutinho, Tielemans... portanto, o que se pode concluir daqui? o JArdim é bom ou mau? ou simplesmente bipolar?

 vi) quanto ao Rui Vitória, certamente que não será alguém que vá mudar o futebol na próxima década. mas está longe, muito longe, de ser um bananas ou medíocre. e a carreira dele ao longo deste tempo tem sido o reflexo disso.
nestes anos todos nunca foi despedido, levou o Paços de Ferreira a uma final da taça da liga, aguentou 4 anos em Guimarães num cenário bastante conturbado financeiramente, onde deixou o maior troféu da história do clube. e no Benfica em 3 anos tem 2 campeonatos. comparar o Rui Vitória e o futebol dele com o do Koeman ou com o do Quique deveria dar cadeia, simplesmente ou são muito novos ou são inconscientes.
tem contudo algo que parece ser transversal: uma enorme facilidade em apostar em miudos (Pizzi ainda no Paços, Ricardo Pereira, Tiago Rodrigues, Paulo Oliveira no Guimarães, Renato, Guedes, Gedson, Lindelof no Benfica), e, de onde sai, deixa sempre uma boa imagem. sempre. alguém educado e que não cospe no prato onde comeu. valorizo.


portanto, o unico intuito deste post é mesmo deixar claro que, não é o melhor, e muito menos será o pior. e que os bons treinadores muitas vezes têm maus resultados e más épocas (o Mourinho conseguiu ser eliminado pelo Halmstad a treinar o Benfica; o Heynckes levou 7 a treinar o Benfica; o Guardiola teve nas mãos o Ibrahimovic e não conseguiu rentabilizar nada de nada do sueco; o JJ quis fazer do Bernardo lateral esquerdo; etc etc etc etc etc etc etc etc). espero que o ano passado tenha sido uma má época, e que este ano o Benfica volte a ganhar tudo internamente, pelo menos neste momento, em termos de futebol, parece-me estar um passo à frente dos outros.
Certamente o melhor post que já li neste tópico.

Pois o problema é que uma grande parte das coisas escritas não estão correctas!
Digne-se V. Exa., por obséquio, a corrigi-las. Sempre era um contributo.

nightcrowler

  • Eusébio
  • ******
  • Ainda sou do tempo em que jogavam portugueses no Benfica...
  • Mensagens: 33079
  • Sócio: 73299
  • Hoje às 00:19
acho inacreditável a extrema polarização que existe por aqui em relação a, basicamente, todos os treinadores.
o RV é, para muita gente aqui, o pior treinador da primeira liga. o Marco Silva é a reencarnação do Erickson de 1980. o Paulo Fonseca depende dos dias. o Leonardo Jardim a créme de la créme. o Abel agora é pouco menos que um jumento de blazer. etc etc etc etc.


há um ditado muito interessante que diz "cada razão tem a sua sazão". e um treinador, por melhor ou pior que seja, em determinado contexto, pode ser melhor ou pior do que a sua valia intrínseca, e que é a capacidade de adaptação que, muitas vezes, leva a coisa avante. como diz e bem Darwin, sobrevivem não os mais fortes, mas os que têm maior capacidade de adaptação.

pegando em alguns exemplos:
 i) o Chelsea nos últimos 15 anos, teve orçamentos faraónicos, comprando jogadores como Robben, Cech, Drogba, Ballack, Shevchenko, Fabregas, David Luiz, Matic, Alonso, Lampard, Courtois, etc etc etc. teve treinador que já foram campeões europeus mais do que uma vez, com Ancelotti e Mourinho à cabeça, mas ainda Ranieri (que foi campeão no Leicester), Hiddink, Conte, etc etc etc. e contudo, a única vez que foram campeões europeus foi com o Di Matteo, um treinador que eu nem quereria no Benfica B. e não podem dizer que foi sorte. se há alguém que tem mérito é mesmo o Chelsea de Di Matteo, que vira a eliminatória com o Napoles, que elimina o super Barcelona de Guardiola (ganha em casa e empata em nou camp) e vai ganhar o título a casa do Bayern jogando contra a equipa da casa, e depois de estar a perder. isto é uma tempestade perfeita e o homem ganha tudo. tudo. não tem mérito? que se pode dizer disto?

 ii) o meu treinador português preferido, ao nível de jogo, é destacadamente o Paulo Fonseca. continuo a achar inverosímil conseguir deixar o Paços de Ferreira em terceiro lugar, só com derrotas com Benfica e Porto, mas a jogar futebol de equipa muito grande. e o que conseguiu depois disso no Braga e Shaktar, mostram que é claramente um treinador que será muito grande. contudo, isso não o impediu de, a treinar um Porto que vinha de um tricampeonato, com uma super equipa (o pessoal fala do Licé e Josúe, mas vão ver a equipa titular, com Lucho, Quintero, Danilo, Mangala, Fernando, Otamendi, Alex Sandro, Jackson MArtinez, Iturbe, HErrera, Reyes) e foi um desastre. um verdadeiro desastre. isso quer dizer o quê sobre o Paulo Fonseca? que é miserável? não me parece.

 iii) outro caso curioso é o Leonardo JArdim. o homem fez um trabalho impressionante no Sporting, tendo em conta o orçamento, pese embora o futebol ser macabro de tão mau, mas foi pragmático (algo que valorizo bastante). e ele no Mónaco, na primeira época esteve normal, fica em terceiro no campeonato e tem uma participação patética na liga europa (6 jogos 1 vitória...ao nível do Quique no Benfica), e quando era considerado como o pai do futebol mais chato da europa.
no ano seguinte faz uma época assombrosa, extraordinária, conseguindo um improvável campeonato e uma liga dos campeões que rendeu uma fortuna em vendas posteriores. 5 estrelas. um futebol espetacular, vibrante, todos aqui vimos e era efectivamente qualquer coisa.
no ano seguinte, e sendo certo que vendeu muitos jogadores (faz lembrar todas as épocas do Benfica), sendo cabeça de série na liga dos campeões, conseguiu fazer 2 pontos em 6 jogos... último lugar do grupo, onde se incluem um 0-3 e um 2-5 contra o Porto (Porto esse que, segundo o pessoal do fórum, não é mais do que um Guimarães com um equipamento de azul). isto diz o quê a respeito do Jardim? sendo certo que venderam muitos jogadores, continuavam a ter uma equipa bem forte para a realidade deles. JOvetic, Falcao, LEmar, Rony Lopes, Fabinho, Moutinho, Tielemans... portanto, o que se pode concluir daqui? o JArdim é bom ou mau? ou simplesmente bipolar?

 vi) quanto ao Rui Vitória, certamente que não será alguém que vá mudar o futebol na próxima década. mas está longe, muito longe, de ser um bananas ou medíocre. e a carreira dele ao longo deste tempo tem sido o reflexo disso.
nestes anos todos nunca foi despedido, levou o Paços de Ferreira a uma final da taça da liga, aguentou 4 anos em Guimarães num cenário bastante conturbado financeiramente, onde deixou o maior troféu da história do clube. e no Benfica em 3 anos tem 2 campeonatos. comparar o Rui Vitória e o futebol dele com o do Koeman ou com o do Quique deveria dar cadeia, simplesmente ou são muito novos ou são inconscientes.
tem contudo algo que parece ser transversal: uma enorme facilidade em apostar em miudos (Pizzi ainda no Paços, Ricardo Pereira, Tiago Rodrigues, Paulo Oliveira no Guimarães, Renato, Guedes, Gedson, Lindelof no Benfica), e, de onde sai, deixa sempre uma boa imagem. sempre. alguém educado e que não cospe no prato onde comeu. valorizo.


portanto, o unico intuito deste post é mesmo deixar claro que, não é o melhor, e muito menos será o pior. e que os bons treinadores muitas vezes têm maus resultados e más épocas (o Mourinho conseguiu ser eliminado pelo Halmstad a treinar o Benfica; o Heynckes levou 7 a treinar o Benfica; o Guardiola teve nas mãos o Ibrahimovic e não conseguiu rentabilizar nada de nada do sueco; o JJ quis fazer do Bernardo lateral esquerdo; etc etc etc etc etc etc etc etc). espero que o ano passado tenha sido uma má época, e que este ano o Benfica volte a ganhar tudo internamente, pelo menos neste momento, em termos de futebol, parece-me estar um passo à frente dos outros.
Certamente o melhor post que já li neste tópico.

Pois o problema é que uma grande parte das coisas escritas não estão correctas!
 

Chuta aí, sem medo. Estou cá para discutir na boa. Se me enganei em algo, agradeço a correção

Império-Português

  • Iniciado
  • *
  • Mensagens: 219
  • Hoje às 00:29
Ganhar ou rua .

Simples

kramxel²

  • Eusébio
  • ******
  • Moviegasm
  • Mensagens: 41227
  • Hoje às 00:32
Afirmações de jogador do PAOK sobre a menor dimensão do Benfica comparada com há alguns anos: "É evidente que o Benfica em 1966 foi campeão da Europa, esteve em várias finais, tinha uma dimensão enorme nessa altura. Nós registamos isso tudo mas não perdemos o sono. Isto é alta competição e temos de nos preocupar com pormenores que podemos controlar. Eu digo claramente que [o PAOK] é uma equipa de qualidade, temos de estar determinados, concentrados, criar problemas, esse é o meu foco. Se é 50 ou mais de 50 essas questões a este nível não me orientam. Os pormenores e a qualidade individual podem fazer a diferença". in OJOGO
isto é verdade?! ele disse 66?



Acredito que o erro [de escrita] é do Jornal O Jogo.

RV é benfiquista desde pequenino. Não há nenhum benfiquista que se possa equivocar relativamente aos anos do bicampeonato europeu.

Claramente erro de escrita do Jornal.

Aos 7:05:

https://www.youtube.com/watch?v=kgH4apPX-LM&feature=youtu.be&t=7m5s

Epah... não posso.....

A sério?!

 :2funny: :2funny: :2funny: :2funny: :2funny: :2funny: :crazy2: :crazy2: :crazy2: :crazy2: :estrelas: :estrelas: :estrelas: :estrelas: ::bater:: ::bater:: ::bater:: ::bater:: ::bater::

Silverwolf

  • Júnior
  • ***
  • Mensagens: 916
  • Hoje às 01:32
Enganou-se... zero problema. Quem nunca se enganou. Vamos é ganhar ao Paok

david_slb

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 8544
  • Hoje às 02:45
Só agora vi essa do 66

Opa.. Que pateta. Mas estamos a falar de um indivíduo que resolve as suas dificuldades com voltas às rotundas. Enganar-se numa data é o menos. :2funny: