Treinador, 49 anos
Portugal
Stats: 4 épocas, 52 jogos ( minutos), golos
Títulos: Campeonato Nacional (3), Taça de Portugal (1), Taça da Liga (1), Supertaça (2)

57531 - Tópico: Rui Vitória  (Lida 10330268 vezes)

Espártaco

  • Iniciado
  • *
  • Mensagens: 3084
  • Ex Josef Vierine.
  • 07 de Novembro de 2019, 20:48
Roy das Arábias, o épico continua.


Não te entendo. Continuas fixado em RV e apoias BL.

 :2funny:

Isto é só brincadeira, nada mais.  :cool2:
Isso percebi, o que não entendo é como apoias alguém da mesma linha, o Bruno Lage.

Ah, é essa a questão? Bem, eu não ponho o Lage na mesma linha que o Roy Win. Apesar de tudo, praticámos com Lage um futebol melhor que o do Roy Win. Pelo menos até o fatídico jogo na Luz contra o Porto nesta época. Os jogos do ano passado após a saída do Roy e a postura de Lage fizeram-me pensar que teríamos o melhor de 2 mundos: ou seja, um treinador tranquilo e aceitável no plano técnico-táctico. Confesso que após o jogo do Porto e nestas paupérrimas prestações da LdC comecei a ficar mais céptico no que toca ao Lage, mas ainda lhe dou o benefício da dúvida até porque foi tudo muito rápido. Ele nem 1 ano de treinador principal tem. Também há o problema de o Benfica não poder ser palco de experiências de treinador, mas eu dar-lhe-ia mais uma hipótese se ganharmos -e isso é bem possível- o campeonato este ano. E como lhe dou esse benefício da dúvida não me ponho imediatamente a desancar nele.
Quanto ao Roy: já é algo que vem desde a entrada dele no Benfica. Nunca o vi como o devido sucessor do JJ. Em primeiro lugar, a meu ver, o JJ não devia ter saído, mas já que foi empurrado pelo Vieira, teria de vir um treinador melhor que ele. O que não foi o caso. E o Roy, ao contrário do Lage, nunca mostrou sequer uma sequência de bons jogos (bem, talvez na primeira época? Não sei, mas nunca gostei do futebol do Benfica de Roy e da táctica dele).
Posso vir a mudar de opinião em relação ao Lage, mas ainda estou naquela fase: que Lage é este? O da época passada ou o do jogo até ao Porto? Ou o Lage pós-Porto e que se tem apresentado na Ldc? Veremos.
Concordo em vários pontos, com destaque para a péssima opção que foi a contratação de RV para substituir JJ.

Mas discordo em absoluto que BL seja melhor treinador que RV e a qualidade do futebol praticado na era lageana se aproxime sequer da 2ª volta da época 15/16. Bruno Lage não tem qualidade e isso reflecte-se na montagem da equipa, não consegue organizar as várias fases do jogo, a ligação entre sectores, é uma aberração uma equipa do Benfica jogue à equipa pequena usando um duplo pivot de contenção que são incapazes de ligar sectores e a transição ofensiva se resuma a contra-ataque e não a ataque apoiado e posicional, a equipa apresenta ainda deficit físico e mental; é ainda muito fraco técnica e tacticamente.

A qualidade no plantel não abunda, mas ele consegue fazer de jogadores medianos autênticos cepos em campo, a equipa erra inúmeros passes, sejam curtos, médios ou longos, saída de bola arcaica, demasiados cruzamentos e abuso de passes longos e bolas metidas no espaço, a equipa é uma amalgama e não há organização, nem identidade, é um profissional medíocre, não colhe o meu apoio.

Por norma sou contra a regressos, porque nunca se repetem os bons momentos e resultados, nem Eriksson foi tão bem sucedido, defendo isto sem qualquer resquício de superstição mas apenas de forma pragmática.

Sobre JJ, apesar de não gostar dele reconheço-lhe qualidade e mérito, tendo apresentado o melhor futebol que vi praticado desde Eriksson; as suas equipas têm uma ideia de jogo e têm identidade. Compreendi porque foi para os lags, somente me desagradou alguns comentários ao Benfica. Agrada-me o seu sucesso, sou um amante de futebol de qualidade e quem o promover tem a minha atenção e gratidão.

Bom post. Julgo que não há grande coisa a acrescentar, mas talvez a vinda de Lage depois da saturação vitoriana tenha moldado o meu raciocínio. Cá estaremos para ver a evolução (ou não) de Lage.