Paok: Zivkovic, Ingason, Varela, Michailidis, Crespo, El Kaddouri, Schwab, Giannoulis, Pelkas, Tzolis, Akpom
Treinador: Abel Ferreira
SL Benfica: Odysseas Vlachodimos, André Almeida, Rúben Dias, Jan Vertonghen, Grimaldo, Julian Weigl, Taarabt (Rafa [76m]), Pedrinho (Darwin Núñez [65m]), Everton, Pizzi, Seferović (Carlos Vinícius [72m])
Treinador: Jorge Jesus
Golos: Rafa (90+4)

66297 - Tópico: Liga dos Campeões 3ªPré-Elim.: PAOK 2-1 SL Benfica, 15Set. Ter. 19h00 *TVI-BTV*  (Lida 103763 vezes)

kramxel²

  • Eusébio
  • ******
  • A Ditadura que tomou conta do Benfica!
  • Mensagens: 47871
  • 17 de Setembro de 2020, 13:04
O golo do Zivkovic vai me dar pesadelos durante muito tempo. Que transição defensiva inacreditavelmente horrível.

Foi daqueles momentos que estava na cara que iria acontecer..... aquela sensação de inevitabilidade, desde que o PAOK anunciou o jogador....
O facto da jogada ter sido tão estúpida e previsível, com o Ziv a cortar para o pé esquerdo, o Grimaldo a dexá-lo, e o Vlacho mal posicionado, é só mais sal para esfregar na nossa ferida....

Baron_Davis

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 61095
  • Today is a gift. That's why we call it the present
  • 17 de Setembro de 2020, 13:06
O golo do Zivkovic vai me dar pesadelos durante muito tempo. Que transição defensiva inacreditavelmente horrível.

Foi daqueles momentos que estava na cara que iria acontecer..... aquela sensação de inevitabilidade, desde que o PAOK anunciou o jogador....
O facto da jogada ter sido tão estúpida e previsível, com o Ziv a cortar para o pé esquerdo, o Grimaldo a dexá-lo, e o Vlacho mal posicionado, é só mais sal para esfregar na nossa ferida....

não esquecer que o jogador que passa a bola ao Ziv corre 50 metros com ela e passa, literalmente, entre a dulpa de betão Weigl - Adel

zero07

  • Velha Glória
  • *****
  • Mensagens: 5366
  • 17 de Setembro de 2020, 13:15
Evitei vir ao fórum ontem para não ficar ainda mais aziado do que o que fiquei e para conseguir olhar para as coisas com o distanciamento necessário para uma análise desprendida da emoção do jogo e da frustração do resultado.

1. O Benfica fez uma excelente primeira parte, a circular a bola com muita fluidez, a ser competente na reacção à perda e na transição defensiva, a criar 2 ou 3 lances que em condições normais teriam sido suficientes para levarmos vantagem para o intervalo.

2. As mudanças (e a qualidade) do ponto de vista táctico são muitas e a maioria delas para melhor, sem prejuízo de haver coisas ainda a trabalhar para o que resta da época. Dizer que o que se viu ontem foi igual ao que se via na época passada é olhar para o campo por olhar, sem realmente ver o que está a acontecer lá dentro.

3. Estamos melhor na saída, a meter mais gente na frente, a procurar mais apoios e ligar na frente, a linha defensiva está muito melhor (ainda que com margem para progredir).

4. Defrontamos um adversário que adoptou uma estratégia que nos dificultou muito a vida, tirando quase todo o espaço na zona central e obrigando a jogar na largura. O PAOK não conseguiu segurar o Benfica na 1ª parte, mas beneficiou de uma equipa que ainda se encontra na fase de crescimento para poder sair para o balneário com a baliza a zeros.

5. Na segunda parte o jogo ficou mais partido. O Benfica foi menos paciente, teve menos bola, mais dificuldade em parar a saída do adversário. Muito disto também se ficou a dever a algum desgaste que a equipa apresentou e que foi notório em vários jogadores.

6. Jorge Jesus. Após o 1º golo "matou" a equipa com a substituição que fez. Revelou desespero quando a receita que tinha apresentado no 1º tempo tinha resultado. A meu ver errou na leitura, devia ter trocado os elementos mais cansados (Pizzi à cabeça) mas manter a ideia. Não estava a conseguir abrir a porta, tentou arrombá-la, mas sem sucesso.

7. A transição defensiva do Benfica não está a funcionar como deve ser. Se na primeira parte conseguimos ser muito eficazes, na segunda, em particular quando a equipa deu de si fisicamente, as dificuldades foram evidentes. Weigl é muito bom na contenção mas não é agressivo sobre o portador da bola e Taarabt perde muitos (demasiados, a meu ver) posicionamentos e emocionalmente é muito instável. Por isto e por termos jogadores como o Pizzi que defensivamente pouco ou nada ajudam neste momento do jogo, estamos a sofrer quando os adversários conseguem sair.

8. Falta largura à equipa com bola. Temos executantes de muito boa qualidade mas o jogo está demasiado concentrado na zona central. Os alas são de pé trocado, Grimaldo ainda não tem frescura para fazer todo o flanco, Almeida é o que é. Isto faz com que haja uma concentração muito grande de jogadores no corredor central, o que congestiona bastante o jogo e dificulta a criação de espaço.

9. Seferovic e Vinícius. Horríveis tecnicamente, mas a verdade é que o suiço, embora tendo perdido um golo cantado, conseguiu ajudar muito mais a equipa a criar do que o brasileiro. Darwin deixou indicações interessantes mas claramente ainda está à procura do seu espaço.

Em conclusão: o jogo foi o reflexo do muito que por aqui se vem escrevendo ao longo dos anos. O Benfica não tem um projecto desportivo. O projecto do Benfica chama-se Jorge Jesus e com ele vêm as virtudes mas também os defeitos que sempre teve.

O investimento que podia e devia ter sido feito nas últimas épocas está a ser feito todo nesta. Mas a política dos milhões para o ataque e tostões lá para trás mantém-se. Aceitam-se os Gilbertos de ânimo leve e se calhar vamos ter de levar com o capricho Bruno Henrique até chegarmos à conclusão que JJ não pode, de forma nenhuma, ter o pelouro do mercado.

A equipa está já muito melhor do que na época passada, colectivamente o jogo é muito mais rico e ainda vamos crescer muito ao longo da época. Mas há deficiências no plantel e no jogar da equipa que se irão manter.

Jorge Jesus é muito bom no campo, mas não é nenhum milagreiro. A sua chegada foi pessimamente gerida do ponto de vista das expectativas. Ninguém lhe pôs freio, foi apresentado com pompa e circunstância e deixaram-no falar, "arrasar", "jogar o triplo", etc, etc. Nunca na vida isto podia acontecer sabendo-se de antemão que tínhamos uma pré-eliminatória para jogar a uma mão e que poderia ser fora. O Benfica é completamente amador neste aspecto e, falhado o objectivo, tudo isto se virará contra o clube e, em particular, o treinador.

Agora urge sanear o plantel. Têm de sair vários jogadores e rapidamente. E, se possível, ir ao mercado por 2 ou 3 empréstimos. A equipa precisa de um médio, de um backup para os centrais e eventualmente de mais um lateral-direito (embora aqui eu ache que o JJ tenha que se desenrascar com o nabo que escolheu).

Estou curioso...

Lembras-te da tua opinião naquela eliminatória do Benfica em 2013/14 em que:

Defesas do GR do SLB: 15
Defesas do GR adversário: 3

Finalizações do SLB: 12
Finalizações do adversário: 28

Posse de bolda do adversário: 57.5%

No Diário de Notícias escreveram relativamente à 1a eliminatória:
"Os únicos dois remates do Benfica enquadrados com a baliza adversária garantiram um triunfo suado, diante de uma xxxx que nem fez jus ao poderio que lhe é atribuído"

relativamente à 2a eliminatória:
"Estatisticamente, a superioridade da xxxx até foi expressiva: 54-25 em ataques, 9-2 em cantos e 19-4 em remates (7-1 à baliza). Pura ilusão. As oportunidades de golo flagrantes da xxxx resumiram-se a dois lances"

Sim, foi a eliminatória frente à Juventus.
Quantas foram as oportunidades flagrantes do Benfica frente ao PAOK?

A diferença é que aquele plantel da Juve estava avaliado em 1.6x o do Benfica. E o actual plantel do Benfica está avaliado em 6.6x o do PAOK.

Venham mais empréstimos obrigacionistas.

Toronto_SLB

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 20826
  • 17 de Setembro de 2020, 13:43
Ja' se sabia que o jogo na Grecia iria ser um enorme risco.  Uma eliminatoria a um so' jogo e jogando no campo do adversario seria sempre altamente imprevisivel.  Ainda por cima no primeiro jogo oficial da epoca com a nossa equipa ainda a comecar a formar-se e ganhar ritmo.

A Champions nao foi perdida aqui mas sim na epoca passada.

jppm89

  • Sénior
  • ****
  • Algueirão-Mem Martins
  • Mensagens: 1819
  • 18 de Setembro de 2020, 10:23
Ja' se sabia que o jogo na Grecia iria ser um enorme risco.  Uma eliminatoria a um so' jogo e jogando no campo do adversario seria sempre altamente imprevisivel.  Ainda por cima no primeiro jogo oficial da epoca com a nossa equipa ainda a comecar a formar-se e ganhar ritmo.

A Champions nao foi perdida aqui mas sim na epoca passada.

Concordo com a tua opinião.

Mas também acho que tinham obrigação de fazer muito mais!

Mjölnir

  • Eusébio
  • ******
  • "A melhor maneira de prever o futuro é criá-lo."
  • Mensagens: 14033
  • =Carpe Diem=
  • 18 de Setembro de 2020, 10:36
Ja' se sabia que o jogo na Grecia iria ser um enorme risco.  Uma eliminatoria a um so' jogo e jogando no campo do adversario seria sempre altamente imprevisivel.  Ainda por cima no primeiro jogo oficial da epoca com a nossa equipa ainda a comecar a formar-se e ganhar ritmo.

A Champions nao foi perdida aqui mas sim na epoca passada.
Já se sabia... Quando se falou e avisou sobre essa situação, só faltou a alguns dizer que quem dizia isso nada percebe de futebol. Infelizmente, muitos anos a virar frangos.

Granizo

  • Sénior
  • ****
  • Mensagens: 1178
  • 18 de Setembro de 2020, 11:05
Ja' se sabia que o jogo na Grecia iria ser um enorme risco.  Uma eliminatoria a um so' jogo e jogando no campo do adversario seria sempre altamente imprevisivel.  Ainda por cima no primeiro jogo oficial da epoca com a nossa equipa ainda a comecar a formar-se e ganhar ritmo.

A Champions nao foi perdida aqui mas sim na epoca passada.

Eu ate diria antes disso.
Montar equipa a menos de um mes de uma eliminatoria importante, isto sem sequer falar na troca de treinador e de loucos. Nem com Cavanis e afins nos safavamos.

Isto era coisa para se ir planeando e montando ao longo do tempo, e reforcando a equipa aos poucos. Nao e ir ao saldos comprar tudo a pressa e esperar que depois funcione.
Tanto que para ja a unica critica ao JJ e continuar a usar alguns elementos que mais que provaram ja ser um problema para a equipa.

Donatello

  • Iniciado
  • *
  • Vizela
  • Mensagens: 2
  • Alguns sentem a chuva outros apenas ficam molhados
  • 18 de Setembro de 2020, 12:27
Boa tarde a todos

Infelizmente jogos como este tornaram-se regra em vez de excepção. É incrível a falta de competência demonstrada ano após ano para ganhar na Europa. Passam treinadores, jogadores, com muito ou pouco investimento, e o resultado invariavelmente é o mesmo. Náo creio que o problema esteja nas escolhas técnicas, mas sim na mentalidade sobranceira dentro do clube. A constante excessiva confiança de se achar que é antes de o ser eleva o Benfica a patamares que há décadas se perderam.

van33

  • Eusébio
  • ******
  • MODERADOR
  • Mensagens: 72179
  • 18 de Setembro de 2020, 12:28
Deixem este filho da puta de tópico morrer nas catacumbas do fórum. ..