País
Portugal

Estatísticas

First match

SL Benfica 4 x 0 CIF

Domingo, Novembro 19, 1911 - 00:36

Campo da Palhavã ,

SL Benfica: Paiva Simões, Henrique Costa, Francisco Belas, Germano de Vasconcelos, Virgílio Paula, Cosme Damião, Carlos Homem de Figueiredo, Francisco Viegas, Luís Vieira, Álvaro Gaspar, José Domingos Fernandes
Treinador: Cosme Damião

Último jogo

CIF 1 x 2 SL Benfica

Domingo, Fevereiro 15, 1914 - 00:00

SL Benfica: Paiva Simões, Henrique Costa, Leopoldo Mocho, Francisco Belas, Carlos Homem de Figueiredo, Cosme Damião, Álvaro Gaspar, Artur José Pereira, Alberto Rio, Herculano, Francisco Pereira
Treinador: Cosme Damião
Golos: Herculano (), Francisco Pereira ()

Títulos

Notícias relacionadas

Nenhum item encontrado

41886 - Tópico: Álvaro Gaspar, o Chacha  (Lida 5184 vezes)

Shoky

  • Colaborador
  • ******
  • Mensagens: 171427
  • 03 de Novembro de 2010, 23:02


Nome Completo: ÁLVARO GASPAR
Posição: Avançado Centro
Nacionalidade: Português (Internacional A)
Data de Nascimento: 10-05-1889
Data de Falecimento: 03-09-1915
Número da Camisola: ?
Pé Preferido: Direito


Épocas ao serviço do Benfica: 4
Total de Jogos pelo Benfica: 16*
Total de Golos pelo Benfica: 14*
Títulos pelo Benfica:
3 Campeonatos de Lisboa (1911/12, 1912/13, 1913/14)

1910/1911
Jogos: 1*
Golos: ?*

1911/1912
Jogos: 2
Golos: ?*

1912/1913
Jogos: 4
Golos: ?*

1913/1914
Jogos: 9
Golos: 14



*Possivel falta de alguns jogos e golos, pois em certas épocas não é possivel identificar com certeza alguns participantes e marcadores de golos nos inicios do século XX.
« Última modificação: 03 de Setembro de 2015, 14:04 por Shoky »

Shoky

  • Colaborador
  • ******
  • Mensagens: 171427
  • 03 de Novembro de 2010, 23:03
Álvaro Gaspar. Lisboa. 10 de Maio de 1889-1915. Avançado
Épocas no Benfica: 3 (11/14). Jogos: 16. Golos: 18. Títulos: 3 (Campeonato de Lisboa).



Rezam as crónicas que no primeiro de Janeiro de 1905, o então Sport Lisboa disputou o jogo inaugural de uma caminhada que talvez ninguém vaticinasse no mínimo centenária. Foi frente ao Campo de Ourique, nas Salésias (em Belém), com triunfo 1-0. Já depois da fusão (13 de Setembro de 1908) com o Grupo Sport Benfica, mais tarde Sport Clube de Benfica, da qual resultou o actual Sport Lisboa e Benfica, o Campeonato de Lisboa era a prova dominante. Assim, foi até quase à década de 30.

A temporada de 1913/1914, no inicio da I Guerra Mundial, ficou na história do novel clube. O Benfica venceu a edição em todas as categorias, quatro eram. Fez o pleno. Ainda que grosseira a comparação, seria um tanto como na actualidade garantir a conquista, no mesmo ano, dos Nacionais de infantis, iniciados, juvenis, juniores e seniores.

Nesse longínquo 1914, um jogador sobressaiu aos demais. Álvaro Gaspar era o seu nome. De alcunha Chacha, avançado de posição. Com Paiva Simões, Homem de Figueiredo, Henrique Costa, Cosme Damião e Artur José Pereira, todos integrantes da Selecção de Lisboa que, um anos antes, havia digressionado pelo Brasil. Viviam-se tempos de futebol casto. Insipiente.

Álvaro Gaspar actuou três anos com o emblema do Benfica. Outras tantas vezes venceu o Campeonato de Lisboa. Reputavam-no executante fantástico, já tecnicamente perfumado, com sentido de organização, temível a finalizar. Havia ingressado nas fileiras do clube pouco depois da fundação. Assistiu apenas ao primeiro desafio oficial, a 4 de Novembro de 1906, frente ao Carcavelos, a melhor equipa do ano, com derrota por 3-1. Ele que se iniciou no patamar inferior, na terceira categoria, sempre em espiral, até à turma de honra.

Em Março de 1913, relatos na época mencionam que aos ombros havia sido levado, até aos balneários pelos componentes de uma equipa inglesa, o New Cruzaders, maravilhados com os seus atributos de índole técnica. Numa espécie de paleolítico superior, naqueles pré-história do futebol aborígene, o Chacha parecia de outro estádio de desenvolvimento. A  melhor exibição, pelo menos a mais produtiva, realizou-a em Dezembro de 1913. O Benfica aturdiu (9-0) o Cruz Quebrada, com cinco golos de Álvaro Gaspar. Sempre na presença do tutor Cosme Damião, lenda benfiquista, fundador, jogador, técnico, dirigente.  Aquele que “fez do Benfica o maior clube português”, segundo o mestre Cândido de Oliveira.

Álvaro Gaspar contribuiu, embrionariamente, para o estatuto singular e não menos invejável do clube. Com aura popular. Ainda na casa dos 20 anos, adoeceu e deixou de jogar. Mesmo desaconselhado pelos médicos, não perdia pitada dos jogos da sua equipa de afeição. Minado pelo infortúnio, morreu a 3 de Setembro de 1915, foi sepultado no cemitério da Ajuda. Uma bandeira do Benfica cobriu-lhe o caixão, tal como havia pedido a Ribeiro dos Reis. Era a bandeira do futuro.


Tópico: Memorial Benfica, Glórias
Autor: Ednilson
Link: http://www.serbenfiquista.com/forum/index.php?topic=22362.0
« Última modificação: 03 de Setembro de 2015, 14:00 por Shoky »

Eagle Fly Free

  • Iniciado
  • *
  • Mensagens: 6036
  • 03 de Novembro de 2010, 23:44
Considerado o primeiro grande jogador do futebol português.

Morreu de forma trágica...

Shoky

  • Colaborador
  • ******
  • Mensagens: 171427
  • 05 de Novembro de 2010, 14:58
Considerado o primeiro grande jogador do futebol português.

Morreu de forma trágica...

Verdade.
Um dos primeiros responsáveis pela mística benfiquista. Consta que antes de morrer pediu a Ribeiro dos Reis para dar um abraço a Cosme Damião por ele.
Uma morte jovem e trágica.

Universo Benfica

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 95246
  • 27 de Dezembro de 2010, 15:46
Terá começado com Álvaro Gaspar o dizer-se:

"Jogar à BENFICA".

Far(away)

  • Eusébio
  • ******
  • UK
  • Mensagens: 80542
  • 29 de Dezembro de 2010, 09:13
Uma pessoa olha para estas datas, para estes homens que conheceram os primórdios do que foi o Benfica enquanto clube e fica a pensar. Eu pelo menos fico... homens que já cá não estão, mas que deixaram uma herança única e singular, e por isso mesmo merecem ser lembrados.

ivodaniello

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 39682
  • 29 de Dezembro de 2010, 10:12
Tinha uma camisola muita gira, ha que referir!

Rodolfo Dias

  • Sénior
  • ****
  • Museu Rodolfo Dias, à cata de fotos e recortes.
  • Mensagens: 2052
  • Sport Vieira e Benfiquinha? Não, obrigado!
  • 25 de Março de 2011, 12:29
Uma versão um bocadito maior da imagem que abre o tópico.


Fonte: "Equipamentos com História - Volume I", editado pelo jornal "A Bola".

Joaquim Ferreira Bogalho

  • Eusébio
  • ******
  • Lisboa
  • Mensagens: 9774
  • 25 de Março de 2011, 12:40
A c
Tinha uma camisola muita gira, ha que referir!

Sem dúvida.

RedVC

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 6257
  • Todos por UM!
  • 22 de Outubro de 2013, 19:25
Uma versão um bocadito maior da imagem que abre o tópico.


Fonte: "Equipamentos com História - Volume I", editado pelo jornal "A Bola".

Fotografia fantástica.
Álvaro Gaspar com a bola. Vê-se também Francisco Pereira (alcunhado de "o pobrezinho" e irmão de Artur José Pereira), o árbitro Cândido Rosa Rodrigues (por sinal fundador do Sport Lisboa antes de ter ido jogar para o SCP) e Cosme Damião.
O Chacha morreu jovem. Provavelmente teria estado ao nível de Artur José Pereira caso tivesse tido a fortuna de viver mais alguns anos.
É importante lembrar estes homens. Sobre o seu legado percebemos a dimensão do nosso clube e percebemos também como transitória é a glória dos que hoje se envaidecem (não não estou a pensar na canção de Luis Piçarra)...
« Última modificação: 31 de Maio de 2014, 13:36 por RedVC »

ZecaDiabo1904

  • Júnior
  • ***
  • Mensagens: 818
  • 23 de Outubro de 2013, 12:56
Morreu de quê, pobre rapaz?

pcssousa

  • Colaborador
  • ******
  • Até sempre!
  • Mensagens: 74832
  • 23 de Outubro de 2013, 15:11
Essa foto ilustrou a capa do livro que Cosme Damião escreveu.

RedVC

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 6257
  • Todos por UM!
  • 23 de Outubro de 2013, 20:03
Morreu de quê, pobre rapaz?


Boa pergunta.
Durante algum tempo mesmo sem encontrar referência alguma pensei tratar-se de uma tuberculose.
Continuo a não saber mas no Indefectível

http://oindefectivel.blogspot.pt/2013/02/a-morte-e-morte-do-chacha-ou-seja.html


fala-se numa passagem:

"Que aconteceu a um rapaz tão jovem, conhecido pelo seu azougue? Ninguém parece saber ao certo. Foi ficando fraco, doente. Sentava-se na bancada contemplando entristecido o esforço dos seus companheiros. Nada conseguiu contra a maleita."

Quem sabe... Talvez uma esclerose múltipla. Doença terrível que pode levar à morte num espaço de meses ou debilitar durante anos como infelizmente acontece com um meu familiar.

Pode ser que exista alguma fonte mais concreta. É esperar e estar atento.

Outro artigo sobre o Chacha:
http://benficapower.blogs.sapo.pt/40651.html

RedVC

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 6257
  • Todos por UM!
  • 01 de Março de 2014, 09:42
Queria deixar aqui a nota que no blog "Em defesa do Benfica" (http://em-defesa-do-benfica.blogspot.pt/) Alberto Miguéns está a publicar um conjunto notável de informações acerca deste jogador e grande figura da história do nosso clube.

O "Chacha" foi uma figura de enorme destaque pelo seu virtuosismo e pela sua morte trágica. Esta será uma oportunidade para se saber mais e para se fazer justiça à sua importância.

Um primeiro e notável artigo foi já publicado. Imperdível!

RedVC

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 6257
  • Todos por UM!
  • 31 de Maio de 2014, 12:25
Para os interessados mais desatentos, Alberto Miguéns publicou o 10º capítulo da vida desportiva de Álvaro Gaspar.

http://em-defesa-do-benfica.blogspot.pt/2014/05/o-brasil-de-alvaro-gaspar.html

Álvaro Gaspar no Brasil com a digressão da seleção da AFL em Julho de 1913.

Dessa seleção constavam sete jogadores Benfiquistas. A partir de um cartoon de Hugo Sarmento (caricaturista Português radicado no Brasil) aqui estão ilustrados cinco:



Cosme Damião (médio)
Álvaro Gaspar (avançado)
Henrique Costa (defesa)
Artur José Pereira (médio)
Carlos Homem de Figueiredo (defesa/médio)

Faltam Luis Viera e José Domingos Fernandes (ambos avançados) .

Para que a memória destes jogadores vá sendo passada às próximas gerações.
Uma morte é suficiente. A Alma Benfiquista, essa é imortal.
« Última modificação: 31 de Maio de 2014, 12:40 por RedVC »