Treinador, 43 anos
Portugal
Stats: 2 épocas, 29 jogos ( minutos), golos
Títulos: Campeonato Nacional (1), Supertaça (1)

63040 - Tópico: Bruno Lage, Treinador do Benfica  (Lida 1468727 vezes)

Fenómeno

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 21698
  • Hoje às 00:33
JJ perde 0-3 com o HAPOEL.

"Acontece, não temos equipa para todas as competições"

RV perde 5-0 com o Basileia.

"Existem dias maus. A equipa perdeu a cabeça. A culpa é do André Almeida."

Lage, primeiro jogo na Champions, perde com o Leipzig 1-2, atual 1o classificado da Bundesliga.

"Vendido."
"Mediocre."
"Fraude"


Que case study do caralho. Isto depois de pegar numa equipa a 7 pontos do lider e ter ganho o campeonato sem perder um jogo.

francisco

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 81194
  • Hoje às 00:35
JJ perde 0-3 com o HAPOEL.

"Acontece, não temos equipa para todas as competições"

RV perde 5-0 com o Basileia.

"Existem dias maus. A equipa perdeu a cabeça. A culpa é do André Almeida."

Lage, primeiro jogo na Champions, perde com o Leipzig, atual 1o classificado da Bundesliga.

"Vendido."
"Mediocre."
"Fraude"


Que case study do caralho. Isto depois de pegar numa equipa a 7 pontos do lider e ter ganho o campeonato sem perder um jogo.
Exacto, deve ter sido mesmo isso que se disse desses jogos em Israel e na Suíça. Sem tirar nem pôr. :rir:

matadu

  • Velha Glória
  • *****
  • Mensagens: 5809
  • Bitch
  • Hoje às 00:35
JJ perde 0-3 com o HAPOEL.

"Acontece, não temos equipa para todas as competições"

RV perde 5-0 com o Basileia.

"Existem dias maus. A equipa perdeu a cabeça. A culpa é do André Almeida."

Lage, primeiro jogo na Champions, perde com o Leipzig 1-2, atual 1o classificado da Bundesliga.

"Vendido."
"Mediocre."
"Fraude"


Que case study do caralho. Isto depois de pegar numa equipa a 7 pontos do lider e ter ganho o campeonato sem perder um jogo.

Foi mesmo disso que se leu aqui após esse jogo.

Kravgnar

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 10385
  • Hoje às 00:36
Tive a rever com mais atenção a 1ª parte, gosto sempre de o fazer nos jogos quando correm mal sobretudo, é o meu lado de treinador frustrado a falar mais alto.  ;D

Contei 7 cruzamentos para a área em situações onde RDT era o único homem nessa mesma área. Invariavelmente perdeu, obviamente, os duelos. Isto para sublinhar a minha ideia que o problema não é o Cervi, os miúdos, 2 avançado ou 1, 3 médios ou 2. O problema passa muito mais por este perfil "arcaico" do jogo directo e longo obsessivo.

Contei 6 lances em que Ferro/Dias tinham linhas de passes limpas, para construir...e optam por um passe a rasgar mais de meio campo em busca da profundidade de Cervi ou Jota ou RDT.

Não consigo perceber esta abordagem. Cada vez mais semelhante à que levou ao descalabro do Benfica de RV, cingindo-me à parte táctica.

E isto aconteceu ontem, como aconteceu em Braga, com Paços e em quase todos os outros jogos, a diferença entre o Benfica que ganhe e perde é a diferença entre o passe longo que sai bem ou mal, e isto é extremamente frágil e coloca a equipa num "palco" muito perigoso.

Ontem há lá 2 passes do Ferro que "por um bocadinho" que não metem Cervi com todo o espaço do mundo para criar uma clara chance de golo...a bola não entrou, e o lance morre...a diferença para um Benfica com sucesso seria o passe entrar.

E é aqui que quanto a mim está o "gato", o Benfica tem de ter um jogo muito mais evoluído e criativo para não depender exclusivamente do sucesso do passe de risco e do sucesso do timing da desmarcação em profundidade dos "cavalos de corrida" como Lage lhes chamou.

Simplesmente acho que este não é o caminho do sucesso deste Benfica. E a insistir nele, as dificuldades vão continuar, mesmo nas goleadas, jogue quem jogar, em que sistema jogar.

Fenómeno

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 21698
  • Hoje às 00:41
Mostram que a equipa do Leipzig custou 50 milhões.

Preferem não mencionar que o plantel vale 500 milhões.

O Benfica consegue fazer uma equipa a custo zero, ou perto disso, bem melhor que a do Leipzig.

                        Ederson
Nelsinho.   Ruben.     Ferro.      Mário Rui
                      Tino.   Renato
                     Bernardo Silva

              Félix     Jonas.    Jota

Custou zero. Vale mais que o atual plantel do Leipzig. E agora?

A culpa é do Lage?
                   

Silverwolf

  • Sénior
  • ****
  • Mensagens: 1721
  • Hoje às 00:49
Mostram que a equipa do Leipzig custou 50 milhões.

Preferem não mencionar que o plantel vale 500 milhões.

O Benfica consegue fazer uma equipa a custo zero, ou perto disso, bem melhor que a do Leipzig.

                        Ederson
Nelsinho.   Ruben.     Ferro.      Mário Rui
                      Tino.   Renato
                     Bernardo Silva

              Félix     Jonas.    Jota

Custou zero. Vale mais que o atual plantel do Leipzig. E agora?

A culpa é do Lage?
                   

Punha o andre gomes no meio e subia o bernardo po lugar do jota :)

King_06

  • Iniciado
  • *
  • Mensagens: 276
  • Hoje às 00:52
Tínhamos que poupar jogadores na Champions, porque vamos jogar contra o super hiper mega Moreirense. Que falta de ambição! O Benfica atual só está preocupado em vender jogadores. A Champions League para a direção atual não serve para nada. Só lá vamos porque recebemos 40 milhões por participar. Que vergonha, estão a arrastar a imagem do Benfica no lodo e o treinador compactua com isso

Aslio

  • Iniciado
  • *
  • Mensagens: 3532
  • Hoje às 00:57
Tive a rever com mais atenção a 1ª parte, gosto sempre de o fazer nos jogos quando correm mal sobretudo, é o meu lado de treinador frustrado a falar mais alto.  ;D

Contei 7 cruzamentos para a área em situações onde RDT era o único homem nessa mesma área. Invariavelmente perdeu, obviamente, os duelos. Isto para sublinhar a minha ideia que o problema não é o Cervi, os miúdos, 2 avançado ou 1, 3 médios ou 2. O problema passa muito mais por este perfil "arcaico" do jogo directo e longo obsessivo.

Contei 6 lances em que Ferro/Dias tinham linhas de passes limpas, para construir...e optam por um passe a rasgar mais de meio campo em busca da profundidade de Cervi ou Jota ou RDT.

Não consigo perceber esta abordagem. Cada vez mais semelhante à que levou ao descalabro do Benfica de RV, cingindo-me à parte táctica.

E isto aconteceu ontem, como aconteceu em Braga, com Paços e em quase todos os outros jogos, a diferença entre o Benfica que ganhe e perde é a diferença entre o passe longo que sai bem ou mal, e isto é extremamente frágil e coloca a equipa num "palco" muito perigoso.

Ontem há lá 2 passes do Ferro que "por um bocadinho" que não metem Cervi com todo o espaço do mundo para criar uma clara chance de golo...a bola não entrou, e o lance morre...a diferença para um Benfica com sucesso seria o passe entrar.

E é aqui que quanto a mim está o "gato", o Benfica tem de ter um jogo muito mais evoluído e criativo para não depender exclusivamente do sucesso do passe de risco e do sucesso do timing da desmarcação em profundidade dos "cavalos de corrida" como Lage lhes chamou.

Simplesmente acho que este não é o caminho do sucesso deste Benfica. E a insistir nele, as dificuldades vão continuar, mesmo nas goleadas, jogue quem jogar, em que sistema jogar.
Para isso precisas de ter jogadores criativos e que decidam bem, seja com espaço, seja sob pressão. Neste momento, tens apenas 1 jogador no plantel capaz disso: Taarabt.

No resto do meio-campo, nem Gabriel, nem Tino, nem Samaris, ninguém. Nas alas e frente de ataque, idém.

Era bom termos mais jogo entre linhas, mais jogo interior. Mas quando a qualidade dos executantes não é a melhor, torna-se difícil. Pizzi, então, é o maior exemplo disso: aqui no burgo vai-se safando, mas quando o grau de dificuldade aumenta, quando tem menos espaço para jogar e menos tempo para decidir, passa ao lado do jogo.

anselmoslb

  • Iniciado
  • *
  • Mensagens: 6369
  • "Profissionais e chefes de família"
  • Hoje às 00:59
Mostram que a equipa do Leipzig custou 50 milhões.

Preferem não mencionar que o plantel vale 500 milhões.

O Benfica consegue fazer uma equipa a custo zero, ou perto disso, bem melhor que a do Leipzig.

                        Ederson
Nelsinho.   Ruben.     Ferro.      Mário Rui
                      Tino.   Renato
                     Bernardo Silva

              Félix     Jonas.    Jota

Custou zero. Vale mais que o atual plantel do Leipzig. E agora?

A culpa é do Lage?
                 

Mas a função do treinador não é valorizar os jogadores?

FAGL_BEN

  • Sénior
  • ****
  • Mensagens: 2605
  • Hoje às 01:01
Já dizia Camões "que um fraco rei faz fraca a forte gente". E quando o "rei" só se preocupa com os seus interesses pessoais, com pagamento de casamentos à mistura,  enfraquecendo e tornando quase anémicos mística e valores desportivos do SLB, tudo submetendo ao vil poder do dinheiro, chegámos a este triste momento. 

Em 2015/2016, conseguimos chegar aos quartos da LC, mas havia muita gente com experiência e qualidade - Jonas, Fejsa, Júlio César, Gaitan, Mitroglou, Jimenez, Pizzi, André Almeida, Luisão, Eliseu, Jardel, Carcela, Sálvio -, associada a putos com qualidade e muita garra, carácter de antes quebrar que torcer (Renato, Guedes, Ederson, Lindelöf, Semedo).

Depois... todos sabemos o que aconteceu. E é óbvio que os plantéis do Benfica estão a ficar cada mais desequilibrados e com menor qualidade.

Mas este facto não pode justificar tudo, a começar pela atitude. Quem representa o SLB tem de ter uma atitude ganhadora e de dar tudo em campo e isso é trabalho, quer da estrutura, quer do treinador.

Mesmo debilitados, é nossa obrigação fazermos melhor. Temos muitos putos, mas o Leipzig também jogou com jovens (Timo Werner - 23 anos; Nordi Mukiele - 21, Ibrahima Konaté - 20, Konrad Laimer - 22, o guarda-redes tem 29, os restantes têm idades entre os 25 e os 27). Até o treinador tem menos 11 anos do que Bruno Lage. E esse facto impediu-os de ganhar?

Não foi decerto por termos miúdos na equipa que perdemos o jogo. Com uma mentalidade competitiva à Antigo Benfica provavelmente teríamos alcançado a vitória, mesmo com ausências de peso e avançados paradoxais.

vermelhoftw

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 14158
  • EM HONRA AO GRANDE RDR (o da esquerda e melhor)
  • Hoje às 01:03
Tive a rever com mais atenção a 1ª parte, gosto sempre de o fazer nos jogos quando correm mal sobretudo, é o meu lado de treinador frustrado a falar mais alto.  ;D

Contei 7 cruzamentos para a área em situações onde RDT era o único homem nessa mesma área. Invariavelmente perdeu, obviamente, os duelos. Isto para sublinhar a minha ideia que o problema não é o Cervi, os miúdos, 2 avançado ou 1, 3 médios ou 2. O problema passa muito mais por este perfil "arcaico" do jogo directo e longo obsessivo.

Contei 6 lances em que Ferro/Dias tinham linhas de passes limpas, para construir...e optam por um passe a rasgar mais de meio campo em busca da profundidade de Cervi ou Jota ou RDT.

Não consigo perceber esta abordagem. Cada vez mais semelhante à que levou ao descalabro do Benfica de RV, cingindo-me à parte táctica.

E isto aconteceu ontem, como aconteceu em Braga, com Paços e em quase todos os outros jogos, a diferença entre o Benfica que ganhe e perde é a diferença entre o passe longo que sai bem ou mal, e isto é extremamente frágil e coloca a equipa num "palco" muito perigoso.

Ontem há lá 2 passes do Ferro que "por um bocadinho" que não metem Cervi com todo o espaço do mundo para criar uma clara chance de golo...a bola não entrou, e o lance morre...a diferença para um Benfica com sucesso seria o passe entrar.

E é aqui que quanto a mim está o "gato", o Benfica tem de ter um jogo muito mais evoluído e criativo para não depender exclusivamente do sucesso do passe de risco e do sucesso do timing da desmarcação em profundidade dos "cavalos de corrida" como Lage lhes chamou.

Simplesmente acho que este não é o caminho do sucesso deste Benfica. E a insistir nele, as dificuldades vão continuar, mesmo nas goleadas, jogue quem jogar, em que sistema jogar.

ainda bem que alguem tem olhos   :bow2:

e nao venham com a desculpa dos jogadores que nao e dos jogadores, sistema e dinamicas de 3 divisao inglesa de acordo com o seu amigo carvalhal...

BlankFile

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 122071
  • Hoje às 01:04
Aprender com os erros e melhorar... assim esperamos.

KnightRider

  • Iniciado
  • *
  • Mensagens: 34
  • Hoje às 01:07
Tive a rever com mais atenção a 1ª parte, gosto sempre de o fazer nos jogos quando correm mal sobretudo, é o meu lado de treinador frustrado a falar mais alto.  ;D

Contei 7 cruzamentos para a área em situações onde RDT era o único homem nessa mesma área. Invariavelmente perdeu, obviamente, os duelos. Isto para sublinhar a minha ideia que o problema não é o Cervi, os miúdos, 2 avançado ou 1, 3 médios ou 2. O problema passa muito mais por este perfil "arcaico" do jogo directo e longo obsessivo.

Contei 6 lances em que Ferro/Dias tinham linhas de passes limpas, para construir...e optam por um passe a rasgar mais de meio campo em busca da profundidade de Cervi ou Jota ou RDT.

Não consigo perceber esta abordagem. Cada vez mais semelhante à que levou ao descalabro do Benfica de RV, cingindo-me à parte táctica.

E isto aconteceu ontem, como aconteceu em Braga, com Paços e em quase todos os outros jogos, a diferença entre o Benfica que ganhe e perde é a diferença entre o passe longo que sai bem ou mal, e isto é extremamente frágil e coloca a equipa num "palco" muito perigoso.

Ontem há lá 2 passes do Ferro que "por um bocadinho" que não metem Cervi com todo o espaço do mundo para criar uma clara chance de golo...a bola não entrou, e o lance morre...a diferença para um Benfica com sucesso seria o passe entrar.

E é aqui que quanto a mim está o "gato", o Benfica tem de ter um jogo muito mais evoluído e criativo para não depender exclusivamente do sucesso do passe de risco e do sucesso do timing da desmarcação em profundidade dos "cavalos de corrida" como Lage lhes chamou.

Simplesmente acho que este não é o caminho do sucesso deste Benfica. E a insistir nele, as dificuldades vão continuar, mesmo nas goleadas, jogue quem jogar, em que sistema jogar.

Não há qualquer evolução no jogo da equipa nem matriz do trabalho do treinador. Isso é preocupante.

Rei

  • Eusébio
  • ******
  • "Um Mundo chamado Sport Lisboa e Benfica"
  • Mensagens: 48735
  • Hoje às 01:07
Já dizia Camões "que um fraco rei faz fraca a forte gente". E quando o "rei" só se preocupa com os seus interesses pessoais, com pagamento de casamentos à mistura,  enfraquecendo e tornando quase anémicos mística e valores desportivos do SLB, tudo submetendo ao vil poder do dinheiro, chegámos a este triste momento. 

Em 2015/2016, conseguimos chegar aos quartos da LC, mas havia muita gente com experiência e qualidade - Jonas, Fejsa, Júlio César, Gaitan, Mitroglou, Jimenez, Pizzi, André Almeida, Luisão, Eliseu, Jardel, Carcela, Sálvio -, associada a putos com qualidade e muita garra, carácter de antes quebrar que torcer (Renato, Guedes, Ederson, Lindelöf, Semedo).

Depois... todos sabemos o que aconteceu. E é óbvio que os plantéis do Benfica estão a ficar cada mais desequilibrados e com menor qualidade.

Mas este facto não pode justificar tudo, a começar pela atitude. Quem representa o SLB tem de ter uma atitude ganhadora e de dar tudo em campo e isso é trabalho, quer da estrutura, quer do treinador.

Mesmo debilitados, é nossa obrigação fazermos melhor. Temos muitos putos, mas o Leipzig também jogou com jovens (Timo Werner - 23 anos; Nordi Mukiele - 21, Ibrahima Konaté - 20, Konrad Laimer - 22, o guarda-redes tem 29, os restantes têm idades entre os 25 e os 27). Até o treinador tem menos 11 anos do que Bruno Lage. E esse facto impediu-os de ganhar?

Não foi decerto por termos miúdos na equipa que perdemos o jogo. Com uma mentalidade competitiva à Antigo Benfica provavelmente teríamos alcançado a vitória, mesmo com ausências de peso e avançados paradoxais.

Não tem a ver com a idade. Tem a ver com a estaleca. O Leipzig joga num campeonato muito mais exigente, é testado todas as semanas. Apesar de alguns jogadores serem bastante jovens acabam por ter mais experiência. E depois não é só isso, é também a falta de soluções que o Benfica tem no meio campo. Ir para um jogo desta natureza com Fejsa e Taarabt é ridículo. O marroquino fez um bom jogo e tem qualidade mas esteve muitos anos a passar ao lado destes jogos, o Fejsa está limitado a nível fisico e nota-se perfeitamente que tem dificuldades em aguentar os 90 minutos a um ritmo médio-alto. Tanto Gabriel como Florentino fazem falta, seriam titulares de caras e seriam melhores opções. Ontem o jogo estava a pedir um médio e só tínhamos o David Tavares no banco. São estas coisas que acabam por resolver jogos tão disputados. O Leipzig por exemplo perdeu um jogador por lesão mas entrou outro que acabou por fazer a diferença. São pormenores que fazem a diferença.

Silverwolf

  • Sénior
  • ****
  • Mensagens: 1721
  • Hoje às 01:10
Mostram que a equipa do Leipzig custou 50 milhões.

Preferem não mencionar que o plantel vale 500 milhões.

O Benfica consegue fazer uma equipa a custo zero, ou perto disso, bem melhor que a do Leipzig.

                        Ederson
Nelsinho.   Ruben.     Ferro.      Mário Rui
                      Tino.   Renato
                     Bernardo Silva

              Félix     Jonas.    Jota

Custou zero. Vale mais que o atual plantel do Leipzig. E agora?

A culpa é do Lage?
                 

Mas a função do treinador não é valorizar os jogadores?

Pegou numa equipa em que ao que parece o Félix ia ser emprestado ao Marítimo e acaba por o vender por 120M, maior valorização não há. Florentino, Ferro tb valorizaram imenso... até o Seferovic que fez a melhor época da carreira...