56537 - Tópico: Os Guarda-Redes do Benfica  (Lida 11614 vezes)

Geovanni95

  • Eusébio
  • ******
  • Figueira da Foz - Lisboa
  • Mensagens: 7906
  • Rumo ao 37 com Bruno Lage.
  • 12 de Dezembro de 2018, 01:07
O Bento tem um penalty marcado num particular no final da época de 1976/77 num jogo a contar para a Taça Federação Portuguesa de Futebol

Tem outro marcado ao Torpedo em 77/78 na qual dá a passagem à eliminatória seguinte.

Há um penalty que falha frente ao Sporting em 82/83 e depois defende um penalty do Mesaros logo a seguir

---

P.S: Yannick. 1 Jogo - 0 Golos sofridos. Melhor guarda-redes de sempre

Alexandre1976

  • Sénior
  • ****
  • Mensagens: 2805
  • 12 de Dezembro de 2018, 05:02
Será Dias Graça o guarda redes Brasileiro que falta a essa lista?Representou o Benfica entra 1987 e 1990 sendo vitima de um acidente de viação que lhe lixou a carreira.

Alexandre1976

  • Sénior
  • ****
  • Mensagens: 2805
  • 12 de Dezembro de 2018, 05:03
Falta Zach Thorton,guarda redes Norte Americano que jogou no Benfica em 2003-2004.

RedVC

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 8607
  • Pelo Benfica, sempre!
  • 12 de Dezembro de 2018, 15:10
Oblak um ET, Ederson excelente, Preud'Homme providencial numa altura de crise, Enke com aquela disciplina germânica foram os meus favoritos que vi jogar.

Manuel Bento claro que pelo que fez durante aquele tempo todo merece a maior menção de todas.


Manuel Bento foi o maior de todos. Hoje seria um fenómeno.

Não posso falar muito dele, mas fiquei totalmente rendido a ele quando vi no canal Memória o França - Portugal do Euro 1984. Espetacular! Se não tem sido ele em determinadas alturas, a seleção tinha sido a vítima mais proeminente do torneio de uma goleada francesa na prova.


Eu posso. Ainda vi bastantes jogos dele. Costumava fica na cabeceira Norte e durante 45 minutos Bento estava ali à minha frente.  Era de uma agilidade inacreditável, muito concentrado e interveniente no jogo. Em alguns jogos ainda o vi numa defesa que tinha também Humberto Coelho. Era excepcional. Aquele pessoal teve simultaneamente a sorte e o azar de viver naquele tempo. Tiveram o azar de não terem tido acesso a um mercado global do Futebol (embora Humberto ainda tivesse jogado no PSG) mas tiveram a sorte de fazer quase toda a sua carreira no Glorioso.

Como já disse várias vezes não era apenas classe como futebolistas. Haviam igualmente personalidades fortes que colocavam em sentido qualquer reles árbitro azulado ou qualquer pinto desta vida.

Infelizmente desde esse tempo o drama do SLB foi não ter tido capacidade de renovar  e estabilizar o nosso plantel de futebol com personalidades de igual calibre. Passamos gradualmente a ter dirigentes que se serviram mais do que serviram o Clube. esses dirigente não souberam manter a qualidade do plantel fruto de um desequilíbrio financeiro que gradualmente trouxeram mas também porque não se souberam rodear convenientemente de gente que percebia de futebol - leia-se de antigos jogadores de futebol - leia-se justamente esses homens do principio da década de 80. Esse é ainda parte do drama dos dias de hoje.

Um Clube forte faz-se não apenas com craques recém contratados e com dinheiro. É preciso ter grandes jogadores mas com grande personalidade. É preciso ter gente com muitos anos de Clube. em particular é preciso reconhecer os líderes quando eles emergem e saber conserva-los nos quadros do Clube. No nosso plantel há alguns jogadores que poderão fazê-lo mas há outros que apesar do estatuto não tem essa qualidade ou personalidade. Nem tudo o que brilha é ouro. O Benfica tem de ter referências que tenham também a  lucidez de perceber que o Clube é mais do que o líder que está e da gente que administra. Esses estão de passagem.

Bento brilhava. Intensamente. Tinha um feitio por vezes complicado mas isso devia-se à exigência que colocava no seu desempenho e no dos seus colegas. Era um super-talento para a baliza apesar da baixa estatura. E acima de tudo era um enorme Benfiquista. Lembro-me do jogo dele em Roma e desses do Euro-84 mas talvez o jogo mais extraordinário que lhe vi foi um Inglaterra 0 - Portugal 0 em que ele defendeu TUDO.

Eu vi Bento e Preud'Homme mas se ambos eram inacreditáveis como guarda-redes e como homens, ainda assim eu fico com Bento. Sempre. Por o ter visto actuar quando era menino e por o ter ouvido a defender o Benfica dentro e fora de campo. Feliz o Clube que tem entre as suas glórias um homem como este. Paz à sua Alma, Honra à sua memória.
« Última modificação: 12 de Dezembro de 2018, 15:14 por RedVC »

Alexandre1976

  • Sénior
  • ****
  • Mensagens: 2805
  • 12 de Dezembro de 2018, 19:34
Grande post RedVC. Eram homens desta fibra e qualidade futebolistica que nos diferenciavam da restante merda verde-azulada.Naquela grande área Manuel Galrinho Bento era dono e senhor.Dos que vi ,Bento e o Santo Milagreiro Belga foram de longe os melhores.

Mufete

  • Eusébio
  • ******
  • Benfica: paixão imensa, eterna.
  • Mensagens: 10234
  • Viva o Benfica!!
  • 12 de Dezembro de 2018, 19:44
Excelente post, RedVC, como é hábito.

Falas e escreves com o "verdadeiro Benfica" na ponta da língua, o Benfica que me faz ser deste clube e não de outro qualquer.

O0

mitro11

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 10302
  • Because I like it
  • 13 de Dezembro de 2018, 05:00
Será Dias Graça o guarda redes Brasileiro que falta a essa lista?Representou o Benfica entra 1987 e 1990 sendo vitima de um acidente de viação que lhe lixou a carreira.

Correto

Petrov_Carmovich

  • Eusébio
  • ******
  • Fã do "Honeybadger" Daniel Ricciardo/Só Falta o Vieira
  • Mensagens: 6473
  • 13 de Dezembro de 2018, 05:14
Oblak um ET, Ederson excelente, Preud'Homme providencial numa altura de crise, Enke com aquela disciplina germânica foram os meus favoritos que vi jogar.

Manuel Bento claro que pelo que fez durante aquele tempo todo merece a maior menção de todas.


Manuel Bento foi o maior de todos. Hoje seria um fenómeno.

Não posso falar muito dele, mas fiquei totalmente rendido a ele quando vi no canal Memória o França - Portugal do Euro 1984. Espetacular! Se não tem sido ele em determinadas alturas, a seleção tinha sido a vítima mais proeminente do torneio de uma goleada francesa na prova.


Eu posso. Ainda vi bastantes jogos dele. Costumava fica na cabeceira Norte e durante 45 minutos Bento estava ali à minha frente.  Era de uma agilidade inacreditável, muito concentrado e interveniente no jogo. Em alguns jogos ainda o vi numa defesa que tinha também Humberto Coelho. Era excepcional. Aquele pessoal teve simultaneamente a sorte e o azar de viver naquele tempo. Tiveram o azar de não terem tido acesso a um mercado global do Futebol (embora Humberto ainda tivesse jogado no PSG) mas tiveram a sorte de fazer quase toda a sua carreira no Glorioso.

Como já disse várias vezes não era apenas classe como futebolistas. Haviam igualmente personalidades fortes que colocavam em sentido qualquer reles árbitro azulado ou qualquer pinto desta vida.

Infelizmente desde esse tempo o drama do SLB foi não ter tido capacidade de renovar  e estabilizar o nosso plantel de futebol com personalidades de igual calibre. Passamos gradualmente a ter dirigentes que se serviram mais do que serviram o Clube. esses dirigente não souberam manter a qualidade do plantel fruto de um desequilíbrio financeiro que gradualmente trouxeram mas também porque não se souberam rodear convenientemente de gente que percebia de futebol - leia-se de antigos jogadores de futebol - leia-se justamente esses homens do principio da década de 80. Esse é ainda parte do drama dos dias de hoje.

Um Clube forte faz-se não apenas com craques recém contratados e com dinheiro. É preciso ter grandes jogadores mas com grande personalidade. É preciso ter gente com muitos anos de Clube. em particular é preciso reconhecer os líderes quando eles emergem e saber conserva-los nos quadros do Clube. No nosso plantel há alguns jogadores que poderão fazê-lo mas há outros que apesar do estatuto não tem essa qualidade ou personalidade. Nem tudo o que brilha é ouro. O Benfica tem de ter referências que tenham também a  lucidez de perceber que o Clube é mais do que o líder que está e da gente que administra. Esses estão de passagem.

Bento brilhava. Intensamente. Tinha um feitio por vezes complicado mas isso devia-se à exigência que colocava no seu desempenho e no dos seus colegas. Era um super-talento para a baliza apesar da baixa estatura. E acima de tudo era um enorme Benfiquista. Lembro-me do jogo dele em Roma e desses do Euro-84 mas talvez o jogo mais extraordinário que lhe vi foi um Inglaterra 0 - Portugal 0 em que ele defendeu TUDO.

Eu vi Bento e Preud'Homme mas se ambos eram inacreditáveis como guarda-redes e como homens, ainda assim eu fico com Bento. Sempre. Por o ter visto actuar quando era menino e por o ter ouvido a defender o Benfica dentro e fora de campo. Feliz o Clube que tem entre as suas glórias um homem como este. Paz à sua Alma, Honra à sua memória.

Red, não querendo estragar o teu discurso, mas esse jogo não terá sido o Damas o guarda-redes? É que tenho um vídeo do youtube de um Inglaterra-Portugal em 1974 de qualificação para o Euro 1976 e o Damas estava em modo Muro de Betão. A não ser que haja outro jogo mesmo que amigável em que o Bento faz outro daqueles jogões...ou então o Portugal 1-0 Inglaterra do Mundial de 1986.

RedVC

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 8607
  • Pelo Benfica, sempre!
  • 13 de Dezembro de 2018, 10:29
Oblak um ET, Ederson excelente, Preud'Homme providencial numa altura de crise, Enke com aquela disciplina germânica foram os meus favoritos que vi jogar.

Manuel Bento claro que pelo que fez durante aquele tempo todo merece a maior menção de todas.


Manuel Bento foi o maior de todos. Hoje seria um fenómeno.

Não posso falar muito dele, mas fiquei totalmente rendido a ele quando vi no canal Memória o França - Portugal do Euro 1984. Espetacular! Se não tem sido ele em determinadas alturas, a seleção tinha sido a vítima mais proeminente do torneio de uma goleada francesa na prova.


Eu posso. Ainda vi bastantes jogos dele. Costumava fica na cabeceira Norte e durante 45 minutos Bento estava ali à minha frente.  Era de uma agilidade inacreditável, muito concentrado e interveniente no jogo. Em alguns jogos ainda o vi numa defesa que tinha também Humberto Coelho. Era excepcional. Aquele pessoal teve simultaneamente a sorte e o azar de viver naquele tempo. Tiveram o azar de não terem tido acesso a um mercado global do Futebol (embora Humberto ainda tivesse jogado no PSG) mas tiveram a sorte de fazer quase toda a sua carreira no Glorioso.

Como já disse várias vezes não era apenas classe como futebolistas. Haviam igualmente personalidades fortes que colocavam em sentido qualquer reles árbitro azulado ou qualquer pinto desta vida.

Infelizmente desde esse tempo o drama do SLB foi não ter tido capacidade de renovar  e estabilizar o nosso plantel de futebol com personalidades de igual calibre. Passamos gradualmente a ter dirigentes que se serviram mais do que serviram o Clube. esses dirigente não souberam manter a qualidade do plantel fruto de um desequilíbrio financeiro que gradualmente trouxeram mas também porque não se souberam rodear convenientemente de gente que percebia de futebol - leia-se de antigos jogadores de futebol - leia-se justamente esses homens do principio da década de 80. Esse é ainda parte do drama dos dias de hoje.

Um Clube forte faz-se não apenas com craques recém contratados e com dinheiro. É preciso ter grandes jogadores mas com grande personalidade. É preciso ter gente com muitos anos de Clube. em particular é preciso reconhecer os líderes quando eles emergem e saber conserva-los nos quadros do Clube. No nosso plantel há alguns jogadores que poderão fazê-lo mas há outros que apesar do estatuto não tem essa qualidade ou personalidade. Nem tudo o que brilha é ouro. O Benfica tem de ter referências que tenham também a  lucidez de perceber que o Clube é mais do que o líder que está e da gente que administra. Esses estão de passagem.

Bento brilhava. Intensamente. Tinha um feitio por vezes complicado mas isso devia-se à exigência que colocava no seu desempenho e no dos seus colegas. Era um super-talento para a baliza apesar da baixa estatura. E acima de tudo era um enorme Benfiquista. Lembro-me do jogo dele em Roma e desses do Euro-84 mas talvez o jogo mais extraordinário que lhe vi foi um Inglaterra 0 - Portugal 0 em que ele defendeu TUDO.

Eu vi Bento e Preud'Homme mas se ambos eram inacreditáveis como guarda-redes e como homens, ainda assim eu fico com Bento. Sempre. Por o ter visto actuar quando era menino e por o ter ouvido a defender o Benfica dentro e fora de campo. Feliz o Clube que tem entre as suas glórias um homem como este. Paz à sua Alma, Honra à sua memória.

Red, não querendo estragar o teu discurso, mas esse jogo não terá sido o Damas o guarda-redes? É que tenho um vídeo do youtube de um Inglaterra-Portugal em 1974 de qualificação para o Euro 1976 e o Damas estava em modo Muro de Betão. A não ser que haja outro jogo mesmo que amigável em que o Bento faz outro daqueles jogões...ou então o Portugal 1-0 Inglaterra do Mundial de 1986.

Ai, ai, como a minha memória anda. Sim, estou errado. Provavelmente confusão com o jogo da Alemanha em que ganhamos 1-0 com um golo do Carlão.

https://www.fpf.pt/selecoes/futebol-masculino/selecao-a/jogos/ficha-de-jogo/match/1040523

Tens razão nesse jogo de Inglaterra o herói foi Damas, guarda-redes extraordinário também e que pelo que me disse o meu pai por vezes era o único obstáculo a que o SCP levasse uma goleada na Luz.

Ai, ai. Estão a tornar-se recorrente estes lapsos...

Obrigado pela correcção.

Petrov_Carmovich

  • Eusébio
  • ******
  • Fã do "Honeybadger" Daniel Ricciardo/Só Falta o Vieira
  • Mensagens: 6473
  • 13 de Dezembro de 2018, 16:26
Oblak um ET, Ederson excelente, Preud'Homme providencial numa altura de crise, Enke com aquela disciplina germânica foram os meus favoritos que vi jogar.

Manuel Bento claro que pelo que fez durante aquele tempo todo merece a maior menção de todas.


Manuel Bento foi o maior de todos. Hoje seria um fenómeno.

Não posso falar muito dele, mas fiquei totalmente rendido a ele quando vi no canal Memória o França - Portugal do Euro 1984. Espetacular! Se não tem sido ele em determinadas alturas, a seleção tinha sido a vítima mais proeminente do torneio de uma goleada francesa na prova.


Eu posso. Ainda vi bastantes jogos dele. Costumava fica na cabeceira Norte e durante 45 minutos Bento estava ali à minha frente.  Era de uma agilidade inacreditável, muito concentrado e interveniente no jogo. Em alguns jogos ainda o vi numa defesa que tinha também Humberto Coelho. Era excepcional. Aquele pessoal teve simultaneamente a sorte e o azar de viver naquele tempo. Tiveram o azar de não terem tido acesso a um mercado global do Futebol (embora Humberto ainda tivesse jogado no PSG) mas tiveram a sorte de fazer quase toda a sua carreira no Glorioso.

Como já disse várias vezes não era apenas classe como futebolistas. Haviam igualmente personalidades fortes que colocavam em sentido qualquer reles árbitro azulado ou qualquer pinto desta vida.

Infelizmente desde esse tempo o drama do SLB foi não ter tido capacidade de renovar  e estabilizar o nosso plantel de futebol com personalidades de igual calibre. Passamos gradualmente a ter dirigentes que se serviram mais do que serviram o Clube. esses dirigente não souberam manter a qualidade do plantel fruto de um desequilíbrio financeiro que gradualmente trouxeram mas também porque não se souberam rodear convenientemente de gente que percebia de futebol - leia-se de antigos jogadores de futebol - leia-se justamente esses homens do principio da década de 80. Esse é ainda parte do drama dos dias de hoje.

Um Clube forte faz-se não apenas com craques recém contratados e com dinheiro. É preciso ter grandes jogadores mas com grande personalidade. É preciso ter gente com muitos anos de Clube. em particular é preciso reconhecer os líderes quando eles emergem e saber conserva-los nos quadros do Clube. No nosso plantel há alguns jogadores que poderão fazê-lo mas há outros que apesar do estatuto não tem essa qualidade ou personalidade. Nem tudo o que brilha é ouro. O Benfica tem de ter referências que tenham também a  lucidez de perceber que o Clube é mais do que o líder que está e da gente que administra. Esses estão de passagem.

Bento brilhava. Intensamente. Tinha um feitio por vezes complicado mas isso devia-se à exigência que colocava no seu desempenho e no dos seus colegas. Era um super-talento para a baliza apesar da baixa estatura. E acima de tudo era um enorme Benfiquista. Lembro-me do jogo dele em Roma e desses do Euro-84 mas talvez o jogo mais extraordinário que lhe vi foi um Inglaterra 0 - Portugal 0 em que ele defendeu TUDO.

Eu vi Bento e Preud'Homme mas se ambos eram inacreditáveis como guarda-redes e como homens, ainda assim eu fico com Bento. Sempre. Por o ter visto actuar quando era menino e por o ter ouvido a defender o Benfica dentro e fora de campo. Feliz o Clube que tem entre as suas glórias um homem como este. Paz à sua Alma, Honra à sua memória.

Red, não querendo estragar o teu discurso, mas esse jogo não terá sido o Damas o guarda-redes? É que tenho um vídeo do youtube de um Inglaterra-Portugal em 1974 de qualificação para o Euro 1976 e o Damas estava em modo Muro de Betão. A não ser que haja outro jogo mesmo que amigável em que o Bento faz outro daqueles jogões...ou então o Portugal 1-0 Inglaterra do Mundial de 1986.

Ai, ai, como a minha memória anda. Sim, estou errado. Provavelmente confusão com o jogo da Alemanha em que ganhamos 1-0 com um golo do Carlão.

https://www.fpf.pt/selecoes/futebol-masculino/selecao-a/jogos/ficha-de-jogo/match/1040523

Tens razão nesse jogo de Inglaterra o herói foi Damas, guarda-redes extraordinário também e que pelo que me disse o meu pai por vezes era o único obstáculo a que o SCP levasse uma goleada na Luz.

Ai, ai. Estão a tornar-se recorrente estes lapsos...

Obrigado pela correcção.

Sem stress, ninguém é infalível. E não tiras nenhum mérito ao Bento (vs França 1984 e vs RF Alemã 1985 incluído) nem ao Damas (vs Inglaterra 1974) O0

Festivus

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 41729
  • 13 de Dezembro de 2018, 18:38
Falta Zach Thorton,guarda redes Norte Americano que jogou no Benfica em 2003-2004.
Fez parte do plantel, mas não fez um único jogo oficial. Nem sei se um amigável jogou sequer.

Alexandre1976

  • Sénior
  • ****
  • Mensagens: 2805
  • 13 de Dezembro de 2018, 21:35
Tens razão,tendo em conta se jogaram algum jogo. Quanto ao mitico Manuel Bento recorde-se uma fabulosa e herculea exibição no Hampden Park em Glasgow no arranque da qualificação para o Espanha 82.Foi de tal categoria a exibição que fez,que os ingleses o baptizaram de homem de borracha.

Pancho Lopes 67

  • Júnior
  • ***
  • Mensagens: 860
  • 23 de Dezembro de 2018, 19:59
O Preud'Homme ter sofrido menos de 1 golo por jogo só mostra o seu incrível valor, apanhou as piores defesas que o vi o Benfica ter...
« Última modificação: 27 de Janeiro de 2019, 22:08 por Pancho Lopes 67 »

imightbewrong

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 28988
  • "É para jogar rápido. É para jogar à Benfica!"
  • 16 de Janeiro de 2019, 02:01
O Preud'Homme ter sofrido menos de 1 golo por jogo só mostra o seu incrível valor, apanhou as piroes defesas que o vi o Benfica ter...
Ronaldo Guiaro, Tahar, Bermudez, Jorge soares, Paulo Madeira v2.0, Paulo Pereira, Paulão, Paredão, Marinho, Harkness, El Hadrioui.