49041 - Tópico: Presidentes do Sport Lisboa e Benfica  (Lida 14532 vezes)

Slb-Ag

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 37716
  • 10 de Junho de 2012, 20:15
Imortais
José Rosa Rodrigues (1904-1906) (Fundador do Sport Lisboa)
Januário Barreto (1906-1909) (Sport Lisboa)
Luís Carlos de Faria Leal (1906-1908) (Grupo Sport Benfica)
João José Pires (1908-1910)  (Grupo Sport Benfica e Sport Lisboa e Benfica)
Alfredo Alexandre Luís da Silva (1910-1911)
Alberto Lima (1911-1912 / 1912-1915)
Félix Bermudes (1916 / 1945-1946)
Bento Mântua (1917-1926)
Alberto Silveira Ávila de Melo (1926-1930)
Manuel da Conceição Afonso (1930-1933 / 1936-1938 / 1946)
Augusto da Fonseca Júnior (1939-1945)
Joaquim Ferreira Bogalho (1952-1957)
Maurício Vieira de Brito (1957-1962)
António Carlos Cabral Fezas Vital (1962-1964)
Adolfo Vieira de Brito (1964-1965 / 1967-1969)
António Catarino Duarte (1965-1966)
José Ferreira Queimado (1966-1967 / 1977-1980)
Duarte António Borges Coutinho (1969-1977)
Fernando Martins (1981-1987)
João Maria dos Santos Júnior (1987-1992)
Jorge Artur Rego de Brito (1992-1994)

Saudade
José Eduardo Moreira Sales (1912)
José Antunes dos Santos Júnior (1915-1916)
Vasco Rosa Ribeiro (1933-1936)
Júlio Ribeiro da Costa (1938-1939)
João Tamagnini de Sousa Barbosa (1947-1948)
Mário Lampreia de Gusmão Madeira (1949-1952)
Manuel Lino Rodrigues Vilarinho (2000-2003)

Ex-Funcionários
António Nunes de Almeida Guimarães (1911)
Nuno Freire Themudo (1916-1917)
Manuel Damásio Soares Garcia (1994-1997)
João António de Araújo Vale e Azevedo (1997-2000)

_Benfiquista_

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 33797
  • 11 de Junho de 2012, 00:04
Grande trabalho.

Parabéns!

fyure

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 26107
  • 11 de Junho de 2012, 02:47
Devia haver uma categoria especial para presidentes como Borges Coutinho, Ferreira Bogalho e Vieiras de Brito !!!  ^-^

Parabéns pelo trabalho !

fil85

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 7286
  • 11 de Junho de 2012, 12:22
Vale e Azevedo nos ex-funcionários?? :bah2:

_Benfiquista_

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 33797
  • 11 de Junho de 2012, 19:03
Este tópico deveria estar nos inamovíveis.

Imortal10

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 7819
  • O Benfica é Nosso!
  • 02 de Setembro de 2012, 02:42
LFV nos ex-funcionarios em outubro e o que desejo

Pedro Marques

  • Eusébio
  • ******
  • A razão da experiência é menos importante que a própria experiência.
  • Mensagens: 18237
  • 04 de Setembro de 2012, 00:16
LFV nos ex-funcionarios em outubro e o que desejo

Vai haver um grande debate em relação à secção em que LFV irá ficar. Espero é que esteja vivo para participar nele.

Cachatra

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 12579
  • Mad for it
  • 04 de Setembro de 2012, 01:41
LFV nos ex-funcionarios em outubro e o que desejo

Vai haver um grande debate em relação à secção em que LFV irá ficar. Espero é que esteja vivo para participar nele.
:-X

JPG

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 15190
  • 08 de Setembro de 2012, 23:07
honestamente acho que Damásio e Vilarinho deviam estar na mesma secção.

TJSF

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 39076
  • Não há melhor juiz que o tempo
  • 08 de Setembro de 2012, 23:12
António Catarino Duarte nos Imortais?  Porque razão?
O Fernando Martins imortal só se for para o PdC. Saudade pelos campeonatos mas o resto...

Mercurio_10

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 25852
  • 09 de Setembro de 2012, 10:56
LFV nos ex-funcionarios em outubro e o que desejo

Vai haver um grande debate em relação à secção em que LFV irá ficar. Espero é que esteja vivo para participar nele.

A mim dá-me igual a secção... tirando o geral.

Metam-no nos imortais, fico contente, é sinal que saiu.

RedVC

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 8592
  • Pelo Benfica, sempre!
  • 09 de Setembro de 2012, 16:25
A memória a longo prazo é coisa de velhos ou de estudiosos.
Estou certo que alguns dos presidentes que estão na secção imortais seriam pouco depois do seu mandato, considerados ex-funcionários ou saudade. Isto claro se houvesse fórum nessa altura.

É ingrato fazer apreciações ainda influenciados pela espuma. É preciso deixar assentar. Existem casos em que parece óbvio que o enxovalho do clube foi enorme ou por incompetência ou por desonestidade. O caso de Vale e Azevedo é um caso áparte e do que me lembro o maior enxovalho que o clube já experimentou.

Todos temos critérios pessoais, alguns bem diferentes mas na minha opinião em geral os presidentes deveriam estar na secção saudade com exceção de casos notoriamente destacados.

Posso esquecer-me de alguns mas casos como Manuel da Conceição Afonso, Maurício e Adolfo Vieira de Brito, Ferreira Bogalho, Bento Mântua, Fernando Martins e principalmente Duarte Borges Coutinho e Felix Bermudes deveriam acompanhar Cosme Damião (que não foi presidente apenas por manifesta vontade própria) na secção imortais.
Outros dependeriam de votação, procurando divulgar factos objectivos da sua gerência. Como sou novo neste fórum desconheço se isso já foi feito e se a classificação acima divulgada resulta disso mesmo.

Penso por exemplo em Januário Barreto, para mim pelo que sei deveria estar nos imortais. Foi uma figura de enorme valor para a sobrevivência do Sport Lisboa e embora tenha pouco antes de falecer entrado como sócio do SCP, foi sempre uma figura de elevado padrão moral e desportivo. Nessa altura aliás a rivalidade SCP e SL mais tarde SLB era ainda coisa incipiente. Aliás alargando penso que todos os fundadores do Sport Lisboa, mesmo os que foram para o SCP e mais um núcleo de 10-15 pessoas pelo seu contributo na génese e sobrevivência do nosso clube, deveriam estar na secção saudade. À semelhança dos presidentes, alguns poderiam e deveriam estar nos imortais: Manuel Gourlade, José Rosa Rodrigues (que se manteve como jogador do clube na crise da debandada dos seus irmãos, entre outros, para o SCP), por exemplo.

Avaliar sem contextualizar é uma prática pouco justa e no fundo menorizante para a nossa história.

Um período de isenção de classificação de 10 anos poderia muito bem ser aplicado. Vale e Azevedo não pode e não deve ser apagado da história do clube mas deve ser avaliado objectivamente como um péssimo presidente. Vilarinho quanto mais não seja porque acabou com o mandato de Azevedo e porque decidiu a construção do novo estádio é merecedor da secção saudade.
« Última modificação: 09 de Setembro de 2012, 16:42 por RedVC »

Tsoukalos

  • Iniciado
  • *
  • :CENSURADO: As verdades doem
  • Mensagens: 8985
  • R.I.P. Benfica
  • 11 de Setembro de 2012, 00:07
LFV nos ex-funcionarios em outubro e o que desejo

sem duvida  O0

Huguenot

  • Sénior
  • ****
  • The Million Dollar Baby
  • Mensagens: 8016
  • Sócio: 42374
  • 06 de Novembro de 2012, 10:15
A memória a longo prazo é coisa de velhos ou de estudiosos.
Estou certo que alguns dos presidentes que estão na secção imortais seriam pouco depois do seu mandato, considerados ex-funcionários ou saudade. Isto claro se houvesse fórum nessa altura.

É ingrato fazer apreciações ainda influenciados pela espuma. É preciso deixar assentar. Existem casos em que parece óbvio que o enxovalho do clube foi enorme ou por incompetência ou por desonestidade. O caso de Vale e Azevedo é um caso áparte e do que me lembro o maior enxovalho que o clube já experimentou.

Todos temos critérios pessoais, alguns bem diferentes mas na minha opinião em geral os presidentes deveriam estar na secção saudade com exceção de casos notoriamente destacados.

Posso esquecer-me de alguns mas casos como Manuel da Conceição Afonso, Maurício e Adolfo Vieira de Brito, Ferreira Bogalho, Bento Mântua, Fernando Martins e principalmente Duarte Borges Coutinho e Felix Bermudes deveriam acompanhar Cosme Damião (que não foi presidente apenas por manifesta vontade própria) na secção imortais.
Outros dependeriam de votação, procurando divulgar factos objectivos da sua gerência. Como sou novo neste fórum desconheço se isso já foi feito e se a classificação acima divulgada resulta disso mesmo.

Penso por exemplo em Januário Barreto, para mim pelo que sei deveria estar nos imortais. Foi uma figura de enorme valor para a sobrevivência do Sport Lisboa e embora tenha pouco antes de falecer entrado como sócio do SCP, foi sempre uma figura de elevado padrão moral e desportivo. Nessa altura aliás a rivalidade SCP e SL mais tarde SLB era ainda coisa incipiente. Aliás alargando penso que todos os fundadores do Sport Lisboa, mesmo os que foram para o SCP e mais um núcleo de 10-15 pessoas pelo seu contributo na génese e sobrevivência do nosso clube, deveriam estar na secção saudade. À semelhança dos presidentes, alguns poderiam e deveriam estar nos imortais: Manuel Gourlade, José Rosa Rodrigues (que se manteve como jogador do clube na crise da debandada dos seus irmãos, entre outros, para o SCP), por exemplo.

Avaliar sem contextualizar é uma prática pouco justa e no fundo menorizante para a nossa história.

Um período de isenção de classificação de 10 anos poderia muito bem ser aplicado. Vale e Azevedo não pode e não deve ser apagado da história do clube mas deve ser avaliado objectivamente como um péssimo presidente. Vilarinho quanto mais não seja porque acabou com o mandato de Azevedo e porque decidiu a construção do novo estádio é merecedor da secção saudade.

Excelente post.

Dandy

  • Eusébio
  • ******
  • "Temos a melhor equipa dos últimos 15 anos... espero que não tenhamos a melhor equipa dos próximos 15 anos", Júlio Machado Vaz, na "RTP-N", após a vitória na final da Taça da Liga, por 3-0, sobre o Porto, a 21 de Março de 2010.
  • Mensagens: 27296
  • Sócio: 13 491
  • 06 de Novembro de 2012, 23:31
Títulos por Presidente (em relação a Taça dos Campeões Europeus, Taça Latina, Campeonato Nacional, Taça de Portugal, Taça de Liga e Supertaça Nacional):

1.º Duarte António Borges Coutinho - 9 títulos (6 Campeonatos Nacionais e 3 Taças de Portugal);

2.º Luís Filipe Vieira - 8 títulos (2 Campeonatos Nacionais, 1 Taça de Portugal, 4 Taças da Liga e 1 Supertaça Nacional);

3.º Maurício Vieira de Brito - 6 títulos (1 Taça dos Clubes Campeões Europeus, 3 Campeonatos Nacionais, 2 Taças de Portugal);

3.º Fernando Martins -  6 títulos (2 Campeonatos Nacionais, 3 Taças de Portugal, 1 Supertaça Nacional);

5.º Augusto da Fonseca Júnior - 5 títulos (2 Campeonatos Nacionais, 3 Taças de Portugal);

5.º Adolfo Vieira de Brito - 5 títulos (4 Campeonatos Nacionais, 1 Taça de Portugal);

5.º José Ferreira Queimado - 5 títulos (2 Campeonatos Nacionais, 2 Taças de Portugal, 1 Supertaça Nacional);

5.º João Maria dos Santos Júnior - 5 títulos (3 Campeonatos Nacionais, 1 Taça de Portugal, 1 Supertaça Nacional);

9.º Mário Lampreia de Gusmão Madeira - 4 títulos (1 Taça Latina, 1 Campeonato Nacional, 2 Taças de Portugal);

9.º Joaquim Ferreira Bogalho - 4 títulos (1 Campeonato Nacional, 3 Taças de Portugal);

11.º António Carlos Fezas Vital - 3 títulos (1 Taça dos Clubes Campeões Europeus, 1 Campeonato Nacional, 1 Taça de Portugal);

12.º Manuel da Conceição Afonso - 2 títulos (2 Campeonatos Nacionais);

12.º Manuel Damásio - 2 títulos (1 Campeonato Nacional, 1 Taça de Portugal);

14.º Félix Bermudes - 1 título (1 Campeonato Nacional);

14.º Vasco Rosa Ribeiro - 1 título (1 Campeonato Nacional);

14.º Jorge Artur Rego de Brito - 1 título (1 Taça de Portugal).





   Hoje percebi porque é que o Vieira ainda não deixou o poder: quer fazê-lo quando superar o número de títulos aparatosos do Borges Coutinho.