FC Porto 63 - 91 SL Benfica

  • Basket
  • Seniores
  • 2021/2022
  • Play-Off
    Competição
    Fase
    Final - Jogo 4
    Data
    Sáb, 11 Junho, 2022, 15:00
    Estado
    Realizado
    Transmissão televisiva
    RTP 2

     

    O BENFICA É CAMPEÃO NACIONAL!

     

    É o 28.º título do Glorioso, conquistado com muita classe e superioridade, frente ao FC Porto. Os números são sintomáticos...

     

     

    Justo, merecido, natural e incontestável! O Benfica venceu o FC Porto neste sábado, no Dragão Arena, por números retumbantes (63-91) e sagrou-se Campeão Nacional de basquetebol 2021/22. É o 28.º título das águias, um palmarés único e hoje mais enriquecido!

     

    Foi em vantagem na eliminatória (2-1) que o SL Benfica entrou no Dragão Arena, portanto, a um triunfo apenas de erguer o desejado troféu! E que entrada, com Betinho a dar o mote, com um triplo logo a abrir as hostilidades. As águias carregavam, carregavam e, com um parcial de 0-7, Moncho López pediu time out para evitar fugas de maior. Na resposta, afundanço de Wendell Lewis, e uma vantagem de dez pontos.

     

    Paulatinamente o FC Porto foi recuperando no marcador, com a intensidade a subir ainda mais e com os jogadores a darem tudo em quadra: triplos, afundanços e alley-oops. Espetacular! Houve de tudo. Contas feitas, 16-23 no marcador.

     

     

    Com os minutos a passarem e a responsabilidade de uma final a sentir-se fora e dentro da quadra, segundo quarto mais cauteloso, menos inspirado, mas com a mesma entregaDefesas acérrimas, muita luta debaixo das tabelas, com os azuis e brancos a vencerem neste particular no que toca aos ressaltos e por aí a conseguirem manter-se na luta.

     

    Dois triplos dos dragões, e Norberto Alves parou o jogo para reorganizar as tropas. No entanto, foi na linha de lance livre que o FC Porto colocou o score em 33-40 ao intervalo, após um empate a 17 pontos no parcial, que ficou marcado pela lesão de Charlon Kloof (teve mesmo de abandonar a partida).

     

     

    Sete pontos a separar as formações, reatar e triplo de Gaines, com as águias a ganharem novo fôlego, aumentado com mais um afundanço espetacular de Ivan Almeida e outro de Dennis Clifford (38-48). O FC Porto ia variando, tentando encontrar novas soluções, mas os encarnados estavam intratáveis e não permitiram aproximações de maior.

     

    Com muita qualidade técnica e tática, com muita ambição, determinação e o jogo do coletivo a funcionar, ao cabo do terceiro quarto, fechado com um triplo fantástico de Aaron Broussard, o Benfica vencia por 47-64.

     

     

    Dez minutos separavam então o Glorioso de erguer o 28.º título de Campeão Nacional de basquetebol, com 17 pontos à maior a darem tranquilidade e muita, muita classe às águias em pleno Dragão Arena.

     

    Gestão da posse de bola e do tempo de ataque, inteligência e pragmatismo, resiliência, superação e um triunfo final por números inequívocos (63-91) da melhor equipa em quadra! Sim, este Benfica foi superior; sim, este Benfica merece, e muito, este título! A nível individual, destaque para Aaron Broussard, eleito o MVP desta final.

     

    Com um triunfo por 3-1 numa eliminatória à melhor de cinco, o Glorioso ergue o seu 28.º título de Campeão Nacional, com o ceptro a regressar ao Museu Benfica – Cosme Damião volvidas cinco épocas. O Benfica é o clube mais titulado do basquetebol luso e vinca ainda mais o seu estatuto, enriquecendo um palmarés vasto e único.

     

     

    DECLARAÇÕES

     

    Norberto Alves (treinador do Benfica): "Jogámos muito bem, fomos muito mais intensos a defender, evitámos pontos no pintado, hoje também conseguimos carregar mais no pintado, penetrámos mais e fundamentalmente viemos com uma atitude diferente da do último jogo. Quero dar uma palavra aos jogadores do FC Porto, que nos obrigaram a darmos tudo o que tínhamos, portanto, um abraço. Sei que não é fácil quando se perde. Depois, uma palavra aos meus jogadores e à Direção do Clube, que me proporcionaram as condições para poder ganhar, para eu poder fazer o meu trabalho. Ao Presidente Rui Costa, ao vice-presidente Fernando Tavares, sensacionais no apoio, estou muito agradecido. É evidente que queríamos ganhar mais coisas, mas no futuro vamos ganhá-las, não tenho dúvidas. Hoje foi um jogo entre duas equipas que se respeitaram, isso é muito importante, não se falar dos árbitros, temos uma mensagem positiva. A minha maior palavra é para os Benfiquistas que nos apoiaram ao longo da época, este título é deles! Como dizia Cosme Damião, 'o Benfica és tu'".

     

    Tomás Barroso (capitão e base do Benfica): "É indescritível. Foi único, ainda consegui estar lá dentro e sentir-me campeão, isso não tem preço. Mais cedo ou mais tarde, sabíamos que íamos conseguir ser campeões. Passámos muito durante esta época, tivemos força e isto é o merecido culminar. Isto é Benfica, hoje fomos Benfica, somos Benfica!"

     

    Betinho Gomes (extremo): "Foi uma época muito dura, complicada, com muitos altos e baixos, com Covid, lesões e muita gente duvidou de nós, mas nunca deixámos de acreditar e sabíamos que íamos ganhar. Lutámos por isso, somos campeões e merecemos! Agora é festejar."

     

    Ivan Almeida (extremo): "É uma grande vitória para uma grande equipa. Viemos ao Dragão ganhar e quero dar os parabéns a todos, à equipa, aos meus colegas, aos técnicos, ao staff, aos adeptos, obrigado a todos, e um obrigado especial à minha família e a Cabo Verde, que sempre me acompanhou e apoiou."

     

    José Barbosa (base): "Ainda estou a absorver tudo. Não é a primeira vez que ganho um título aqui, mas este tem um sabor diferente. Foi uma época longa e muito difícil, com um sabor muito especial."

     

    Makram Ben Romdhane (extremo/poste): "Fizemos muitos sacrifícios no início da época, não estávamos bem, tivemos muitos problemas, lesões, mas depois, no final, fomos primeiros na fase regular, na 2.ª fase e ganhámos a final frente a um FC Porto muito forte e com muito talento. O Benfica mereceu ser campeão. Obrigado à Família Benfiquista, desde o Presidente aos adeptos, aos meus colegas e treinadores, porque ajudaram-me, apoiaram-me e acreditaram sempre em mim."

     

    Frank Gaines (base/extremo): "É uma sensação espetacular! Passámos por muitos altos e baixos, mas fomos crescendo, ficando cada vez mais fortes, e hoje conquistámos o título de forma justa. Agora é seguir em frente, passo a passo e continuar a ganhar."

     

    Diogo Gameiro (base): "Trabalhámos de uma forma incrível desde o início da época, mas não tínhamos conseguido nenhum título, e isto é algo que merecíamos muito. Hoje mostrámos do que é feita a nossa equipa. Somos justos vencedores e o título está muito bem entregue."

     

    FICHA DE JOGO

     

    Local: Dragão Arena

     

    Cinco inicial do Benfica: Frank Gaines, Aaron Broussard, Betinho, Dennis Clifford e Ivan Almeida

     

    Suplentes: Wendell Lewis, Eduardo Francisco, José Barbosa, Makram Ben Romdhane, Diogo Gameiro, Tomás Barroso e Arnette Hallman

     

    Pontuadores do Benfica: Frank Gaines (18), Aaron Broussard (18), Betinho (5), Dennis Clifford (8), Ivan Almeida (11), Wendell Lewis (10), Eduardo Francisco (1), José Barbosa (11) e Makram Ben Romdhane (8)

     

    Informação do Jogo: https://www.slbenfica.pt/pt-pt/agora/noticias/2022/06/11/basquetebol-fc-porto-benfica-jogo-4-final-play-off-liga-betclic

     

    Onze Inicial

    Banco

    Treinador

    Momentos

    Onze Inicial

    Banco

    Treinador

    Momentos

    Coming soon

    Notícias relacionadas

    Nenhum item encontrado