Marítimo 1 x 1 SL Benfica

  • Futebol
  • Sub23
  • 2020/2021
  • Liga Revelação
Submetida por Ruud em Dom, 09/06/2020 - 11:46
Competição
Date
Segunda, Setembro 28, 2020 - 15:00
Estado
Realizado
Transmissão televisiva
Canal 11

 

TIRO DO SUSPEITO DO COSTUME NÃO CHEGOU PARA BATER AUTOCARRO INSULAR

 

Em jogo (ingrato) da 4.ª jornada da Liga Revelação, o Benfica empatou a uma bola perante o Marítimo.

 

 

O futebol também é isto! O Benfica Sub-23 foi melhor, muito melhor, justificava os três pontos, contudo, não foi além de um empate (1-1) enganador e injusto frente ao Marítimo, em partida da  4.ª jornada da Liga Revelação.

 

Frente a frente Benfica e Marítimo, 2.º e 3.º classificados, respetivamente, separados por três pontos à partida para este encontro. Embalado pela exibição estrondosa no dérbi, foi um Benfica assertivo e a querer mostrar serviço logo de início, aquele que subiu ao relvado do Estádio Municipal de Machico; do outro lado um Marítimo a querer regressar às vitórias após o empate frente ao Estoril... Contas feitas, duas equipas ainda sem qualquer derrota averbada!

 

Algumas alterações no onze encarnado, mas a mesma ambição! Benfica agressivo em campo, sempre com a baliza à guarda de Pedro Teixeira na mira, a pressionar alto e a deixar muito pouco espaço para os anfitriões construirem.

 

Primeiro quarto de hora com total domínio das águias, que pegaram no jogo sem dar hipótese ao Marítimo, contudo, e apesar do forte caudal ofensivo, não houve oportunidades de golo flagrantes.

 

Aos 22'livre direto para Filipe Cruz em zona central, e esteve muito perto o primeiro golo da tarde... Na sequência, canto e mais uma situação de golo iminente com Henrique Araújo a subir mais alto e a cabecear para defesa por instinto de Pedro Teixeira.

 

O Benfica carregava, dominava, intensificava ainda mais o seu caudal ofensivo e já merecia o golo! Do outro lado da barricada, um Marítimo sem soluções, à procura do erro... Tudo isto perante um autêntico vendaval que se fazia sentir!

 

Em cima da meia hora, o primeiro lance de ataque dos anfitriões, a conseguirem chegar à baliza de Samuel Soares... Canto batido, mas sem consequências!

 

Aos 42', passe na diagonal de Adrian Bajrami para Samuel Pedro, que, descaído para a direita, em velocidade, rematou ao lado da baliza maritimista. 

 

Em cima do apito de Márcio Torres para o intervalo, a melhor oportunidade para as águias! Sérgio Andrade, em grande lance individual, cruzou atrasado para a entrada de Diogo Nascimento. O médio encheu o pé e disparou forte para grande defesa de Pedro Teixeira.

 

Mais posse de bola, mais oportunidades, mais tudo por parte do Benfica nestes primeiros 45 minutos, mas sem conseguir marcar, face a um Marítimo que montou o autocarro e pouco ou nada fez para além de aguentar o nulo... 0-0 ao intervalo!

 

Reatar e mais do mesmo! Aos 49', lance muito duvidoso na área adversária. Tomás Azevedo caiu, empurrado, mas o árbitro mandou seguir. No lance seguinte, mais uma boa oportunidade para Henrique Araújo, lançado pela esquerda. Estava atento Miguel Rosário e cortou in extremis evitando o golo.

 

Com uma hora de jogo, finalmente, o Marítimo (a jogar a favor do forte vento) pareceu querer despertar, com o desafio a animar e a ganhar mais intensidade. Mais luta a meio-campo, menos oportunidades flagrantes!

 

Henrique Pereira deu o mote, na resposta, chapéu perigoso, mas com aba larga... E finalmente o golo!

 

Minuto 71, canto marcado na esquerda pelo óbvio Filipe Cruz... e eis que surge o suspeito do costume, Henrique Araújo, a desviar oportuno para um golo que a equipa há muito justificava: 0-1 no Machico! 

 

Ora, em vantagem, o Benfica não abdicou do seu futebol ofensivo, bem pelo contrário, com os recém-entrados, mais frescos, a darem ainda mais trabalho à defensiva insular. Do outro lado, mais do mesmo, muito pouco, apenas uns vislumbres!

 

Aos 87', num desses raros fogachos, Filipe Cruz fez falta, acabou por ser expulso (viu o segundo amarelo) e, na conversão do livre, o impensável a acontecer face a tudo o produzido! Golo do Marítimo, com Aloísio Neto a marcar na recarga, após defesa incompleta de Samuel Soares. Empate na Madeira: 1-1.

 

Contra a história do jogo, nos últimos minutos, e com as águias em desvantagem numérica, foi o Marítimo que esteve perto de marcar. Primeiro Gouveia, depois Marcelo a chamarem Samuel Soares a mostrar serviço. 

 

Até ao apito final, o marcador não se alterou! Empate a uma bola, empate enganador e injusto perante o produzido pelas duas equipas, pois este Benfica merecia e justificava os três pontos... mas o futebol também é isto!

 

Na próxima jornada (5.ª) a formação comandada por Luís Castro, agora com 8 pontos somados na geral, recebe, no Benfica Campus, o Cova da Piedade.

 

Luís Castro Sub-23 Benfica

 

FICHA DE JOGO

 

Local: Estádio Municipal de Machico, na Madeira

 

Onze do Benfica: Samuel Soares, Filipe Cruz, Adrian Bajrami, Tomás Araújo, Guilherme Montoia, Henrique Jocu, Tomás Azevedo, Diogo Nascimento (67'), Samuel Pedro (86'), Sérgio Andrade (46') e Henrique Araújo (77')

 

Suplentes: Pedro Souza, Rafael Rodrigues, António Ribeiro, Martim Neto (67'), João Tomé (86'), Henrique Pereira (46') e Vasco Paciência (77')

 

Resultado ao intervalo: 0-0

 

Marcadores do Benfica: Henrique Araújo (71')

 

Informação do Jogo: https://www.slbenfica.pt/pt-pt/agora/noticias/2020/09/28/direto-futebol-sub-23-jogo-maritimo-benfica-4-jornada-liga-revelacao

 

Onze Inicial

Banco

Treinador

Momentos

Onze Inicial

Banco

Treinador

Momentos

Coming soon

Notícias relacionadas

Nenhum item encontrado