Sporting CP 6 - 2 SL Benfica

  • Futsal
  • Seniores
  • 2020/2021
  • Taça da Liga
    Competição
    Data
    Dom, 28 Março, 2021, 18:00
    Estado
    Realizado
    Transmissão televisiva
    Canal 11

     

    FINAL INGLÓRIA PARA AS ÁGUIAS

     

    Benfica tentou de tudo, mas elevada eficácia e exibição de Guitta na baliza dos leões resolveram em Sines.

     

     

    O Pavilhão Multiusos de Sines foi o palco da final da 6.ª edição da Taça da Liga de futsal. No jogo decisivo, o Sporting levou a melhor sobre o Benfica, por 6-2.

     

    As duas equipas chegaram a esta final após terem deixado pelo caminho Portimonense e Fundão, no caso do Sporting, e Leões de Porto Salvo e Modicus, no caso do Benfica. A formação masculina das águias era a segunda a lutar pela conquista da Taça da Liga em Sines, isto depois da conquista no feminino ao início da tarde.

     

    terceiro dérbi de 2020/21, o primeiro que não conta para a Liga Placard, começou muito intenso, com muitos duelos individuais e com Guitta, na baliza do Sporting, a negar por duas vezes o golo aos encarnados nos primeiros cinco minutos da final. Os encarnados pareciam estar melhor, mas foram os verdes e brancos a inaugurar o marcador, aos 7', por Merlim, que bateu André Correia, com um tiro do meio da rua. 1-0 em Sines!

     

    Sporting melhorou com o golo obtido e, aos 11'Zicky Té primeiro e Cavinato depois a estarem perto do golo. O Benfica estava nervoso e, aos 12', foi Merlim que viu André Correia fora da baliza e tentou finalizar, mas Robinho antecipou-se. Perante o que se passava na quadra, Joel Rocha era obrigado a pedir pausa técnica. No recomeço, Fábio Cecilio a testar a atenção de Guitta. 

     

    A seis minutos do intervalo, o Benfica apostou no 5x4, com Rafael Henmi como guarda-redes avançado, situação que obrigou Guitta a mais uma vistosa intervenção. Na resposta, aos 16', Rocha trabalhou de costas para a baliza, virou-se e disparou um míssil travado por André Correia. As águias apostavam no 5x4 para tentar o empate, mas foi o Sporting a fazer o 2-0, aos 19'Rocha voltou a trabalhar bem sobre Nilson no corredor esquerdo, virou-se e rematou para as redes, resultado com que se chegou ao intervalo.

     

    A segunda parte começou como acabou a primeira: com um golo do Sporting. Zicky Té ganhou a frente a Afonso Jesus, enquadrou-se com a baliza e rematou para o 3-0, aos 21'. Bola ao centro, jogada dos leões e novo golo. Zicky Té recebeu de costas para a baliza, assistiu Pauleta e este, no frente a frente com André Correia, fez o 4-0 (23'). Perante a entrada supereficaz do Sporting, o Benfica tentava responder...

     

    A partir daqui, os verdes e brancos recuaram as linhas, deram mais posse de bola ao Benfica, mas Guitta continuava a evitar, tal como fez no remate de Arthur aos 27'. Para os últimos 10 minutos do dérbi, Joel Rocha apostou no 5x4, mas, desta feita, com Robinho como guarda-redes avançado. A estratégia quase resultou aos 31', com Fits a ficar perto do golo, mas Guitta defendeu com a cara.

     

    Benfica tentava de tudo para reduzir o resultado, mas Guitta e algum azar iam negando os intentos das águias. Aos 37', Zicky Té recebeu de costas para a baliza, rodou sobre si mesmo, bateu André Correia e fez o 5-0. No minuto seguinte, aos 38', Silvestre Ferreira a fazer o 5-1, com um desvio em cima da linha de golo. Joel Rocha voltou a pedir pausa técnica... e no regresso o 5-2, de novo por Silvestre Ferreira, após boa jogada dos encarnados (39'). A 30 segundos do fim, deslize de André Correia, no afã de lançar mais um ataque, e João Matos aproveitou para fazer o 6-2 final.

     

    DECLARAÇÕES

     

    Joel Rocha (treinador do Benfica): "Parabéns ao Sporting, foi um justo vencedor da final da Taça da Liga. Os números acabam por ser expressivos, embora não traduzindo o que foi a prática do jogo, mas o jogo também se resume à eficácia. O Sporting foi melhor, mais eficaz e competente no processo ofensivo, também muito solidário e organizado no processo defensivo. Está de parabéns. Em relação a nós, que fique bem claro: orgulhoso da forma como, após cada golo sofrido, reagimos e procurámos a baliza. Não querendo ser indelicado com ninguém, parece-me que o homem do jogo foi Guitta, o guarda-redes do Sporting. Com o jogo ainda 0-0, o Benfica criou várias situações, finalizou muito, e bem, porque foi na baliza, mas os guarda-redes também estão lá para dizer 'presente', foi isso que Guitta fez. O 2-0 ao intervalo parece-me um pouco desajustado em relação à quantidade, 1-0 já nos penalizava algo. Na primeira parte fizemos um jogo muito proativo na procura da baliza. O que acabou por nos afastar do resultado foi o início da segunda parte, dois golos sofridos de forma muito rápida. Entre equipas tão equilibradas, quando o resultado dispara, fica sempre muito mais difícil, mas também aí devo enaltecer o brio, o orgulho próprio que tivemos na procura da baliza. Fizemos dois golos, arriscámos de tudo para continuar a procurar a baliza. Orgulhoso dos nossos jogadores, a forma como se bateram, como dignificámos e olhámos de frente até ao apito final, que nunca é fácil. Esta competição termina hoje, agora temos a Liga Placard, a UEFA Champions League e depois o play-off [da Liga Placard]."

     

    Tiago Brito (ala do Benfica): "Sempre procurámos a baliza do adversário e tivemos muitas bolas bem direcionadas. Não foi o resultado que queríamos, mas esta competição acaba agora e o nosso foco já está no jogo da Liga Placard, onde ainda tentaremos lutar pelo primeiro lugar no fim da fase regular. Nesta Taça da Liga, há uns anos e também em Sines, também houve um resultado dilatado na final, mas a nosso favor. São situações onde a equipa que está em desvantagem tem de ir atrás do resultado, correndo riscos, é normal nesta modalidade. Parabéns ao Sporting. Procurámos sempre a baliza do adversário, tivemos muitos remates certeiros, mas o guarda-redes esteve muito bem, não desvalorizando, como é lógico, a conquista deles."

     

    FICHA DE JOGO

     

    Local: Pavilhão Multiusos de Sines

     

    Cinco inicial do Benfica: André Correia, Tiago Brito, Robinho, Ivan Chishkala e Arthur

     

    Suplentes: Martim Figueira, Nílson Miguel, Silvestre Ferreira, Fábio Cecílio, Afonso Jesus, Fits e Rafael Henmi

     

    Ao intervalo: 2-0

     

    Golos do Benfica: Silvestre Ferreira (38' e 39')

     

    Informação do Jogo: https://www.slbenfica.pt/pt-pt/agora/noticias/2021/03/28/futsal-direto-jogo-sporting-benfica-final-taca-da-liga

     

    Onze Inicial

    Banco

    Treinador

    Momentos

    Onze Inicial

    Banco

    Treinador

    Momentos

    Coming soon

    Notícias relacionadas

    Nenhum item encontrado