Sporting CP 4 - 4 (3 - 1 g.p.) SL Benfica

  • Futsal
  • Seniores
  • 2022/2023
  • Supertaça
    Competição
    Fase
    Final
    Data
    Dom, 25 Setembro, 2022, 17:00
    Estado
    Realizado
    Transmissão televisiva
    Canal 11

     

    DÉRBI EMOCIONANTE DECIDIDO NAS PENALIDADES

     

    O Benfica perdeu, por 7-5, frente ao Sporting, num jogo em que deu resposta, recuperou e levou a decisão até à última.

     

     

    Benfica e Sporting discutiram a Supertaça de futsal na tarde deste domingo, 25 de setembro, no Centro de Congressos de Matosinhos. Num dérbi emocionante, de crença e raça, os encarnados perderam, por 7-5, já nas grandes penalidades.

     

    Grande apoio às equipas em Matosinhos, com ambiente acolhedor e entusiasta neste dérbi de final! Benfica e Sporting, dois emblemas históricos, a quererem arrancar oficialmente a época 2022/23 da melhor forma: com a conquista da Supertaça.

     

    E que começo! O Benfica entrou forte na quadra, com Chishkala a protagonizar os primeiros momentos da partida. Aos 2', o internacional russo atirou ao lado da baliza e, depois, à figura de Guitta, mas foi no minuto seguinte (3') que se viu a primeira grande oportunidade da tarde, quando o mesmo obrigou o guardião leonino a uma grande defesa.

     

    Velocidade vertiginosa e futsal do bom de ambas as partes, estava intensa a partida, com jogo corrido, e os minutos iniciais a fazerem adivinhar um grande duelo.

     

    Se nos primeiros instantes o Benfica mostrou qualidade, à passagem do minuto 10 foi o Sporting a mostrar as suas valências, apostando no remate de longa distância. Aos 10', Merlim e Cavinato atiraram por cima da baliza. Aqui, André Sousa foi crucial, com várias defesas importantes, nomeadamente aos 11' e aos 12', a bolas de Merlim e Zicky.

     

    Aos 13', Silvestre esteve muito perto do golo, tivesse atirado poucos centímetros à direita. O esférico rasou a baliza de Guitta e, de um lado e de outro, o pavilhão ficou em pé!

     

    Até ao final dos primeiros 20 minutos, um par de boas oportunidades para cada um dos lados, mas sem consequências. Ao intervalo0-0, e tudo para se decidir no reatar.

     

    Se na primeira parte faltou o golo, a segunda abriu em grande. Logo aos 20'João Matos inaugurou o marcador (1-0). A resposta do Benfica não tardou e Diego Nunes igualou a 1-1, mas aos 22' Erick Mendonça colocou os leões novamente em vantagem por 2-1.

     

    dérbi mudou radicalmente de tom após os golos marcados. Quer na quadra, quer nas bancadas, muita emoção, disputa e nervos à flor da pele. Apesar da desvantagem, o Benfica manteve a personalidade ofensiva e seguiu no ataque à baliza.

     

    Aos 29', lance polémico, quando o árbitro deixou por assinalar uma penalidade por mão de Estebal Guerrero na bola, um momento controverso que exaltou os ânimos. Logo a seguir (30'), golo do Sporting, pelo pé de Tomás Paçó: 3-1 com dez minutos para se jogar.

     

    Atrás do troféu, as águias, com caráter e decididas, não baixaram os braços e voltaram mesmo a igualar o dérbi. No minuto 36, num lance dividido com Arthur, Rocha fez o 3-2. Volvidos dois minutos, Arthur surpreendeu Guitta e, com um tiro, empatou a 3-3Matosinhos ficou de pé e fez ecoar "Benfica"! Arrepiante!

     

    Sem mais alterações até ao final dos 40 minutos regulamentares, a partida seguiu para prolongamento. Aqui, sinal mais dos comandados por Pulpis, com vários remates a rondar a baliza de Guitta, mas sem sucesso. Aos 3' da etapa complementarAnton Sokolov atirou para o 4-3 e, aos 4'Chishkala assinou o 4-4.

     

    Já nas penalidadesBruno Coelho marcou pelo Benfica e Cavinato, Pany Varela e Erick Mendonça pelo Sporting. Rocha atirou ao poste e Arthur e Diego Nunes para defesa de Guitta. Triunfo para o Sporting, por 7-5.

     

    DECLARAÇÕES

     

    Pulpis (treinador): "Aconteceu o que também se passou nos últimos quatro ou cinco jogos. Jogámos muito bem, mas precisamos de ganhar. O Benfica tem uma equipa muito boa, mereceu mais. Num Clube tão grande como o nosso temos de ganhar. Hoje [domingo], posso dizer que estou orgulhoso dos meus jogadores e do que fizeram em campo. Deveríamos ter dado um pouco mais para conseguir romper isto. Tivemos muitos momentos em que fomos superiores e faltou-nos esse 'pouco mais' para darmos a volta nos momentos-chave. A ansiedade que temos por não ganhar está-nos a afetar. Toca a levantar, não vale apenas jogar bem, temos de atingir o máximo. Temos de romper esta dinâmica."

     

    Bruno Coelho (ala): "Fica difícil dizer o que ficou a faltar. É muito duro. Fizemos tudo, demos tudo e perder assim é difícil. Quero agradecer aos adeptos por nos apoiarem e acreditarem connosco até ao fim. Deixámos tudo dentro de campo, foi na lotaria dos penáltis. Caiu para o lado do Sporting, agora temos de trabalhar para as vitórias."

     

    Informação do Jogo: https://www.slbenfica.pt/pt-pt/agora/noticias/2022/09/25/futsal-jogo-sporting-benfica-supertaca

     

    Onze Inicial

    Banco

    Treinador

    Momentos

    Onze Inicial

    Banco

    Treinador

    Momentos

    Coming soon

    Notícias relacionadas

    Nenhum item encontrado