Poste, 20 anos
Portugal
Stats: 1 época, jogos ( minutos), golos

61469 - Tópico: Neemias Queta (Basquetebol)  (Lida 16902 vezes)

Megaphone

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 6259
  • 29 de Agosto de 2017, 15:41
Bem-vindo, é sempre bom saber que já conseguimos formar postes com mais de 2 metros com alguma regularidade




   Infelizmente, ainda não é o caso.

   Nem do país nem do Benfica.
Nos ultimos 5 anos ja formamos pelo menos 5, já é umagrande mudança. Agora temos de aumentar a qualidade técnica deles, mas altura já têm.



Quem?
Djukic, Antonio Monteiro, Pedro Belo, Ricardo Monteiro e agora o Cesar e o Queta. Já conseguimos formar jogadores altos, falta aumentar a técnica dos "bichos"




   Nenhum desses Senhores corresponde ao que se espera de um "poste" com nível internacional médio.

   Infelizmente o digo.

   Está TUDO por fazer.
Nem eu queria dizer isso. Apenas que estão a sair postes com mais de 2 metros com alguma frequência da formação, o que à 10 anos atrás não acontecia. Agora claro, só servem para o mercado português porque são altos e o campeonato é fraco.

amerco

  • Iniciado
  • *
  • Mensagens: 378
  • 29 de Agosto de 2017, 15:41
Bem-vindo, é sempre bom saber que já conseguimos formar postes com mais de 2 metros com alguma regularidade




   Infelizmente, ainda não é o caso.

   Nem do país nem do Benfica.
Nos ultimos 5 anos ja formamos pelo menos 5, já é umagrande mudança. Agora temos de aumentar a qualidade técnica deles, mas altura já têm.



Quem?
Djukic, Antonio Monteiro, Pedro Belo, Ricardo Monteiro e agora o Cesar e o Queta. Já conseguimos formar jogadores altos, falta aumentar a técnica dos "bichos"




   Nenhum desses Senhores corresponde ao que se espera de um "poste" com nível internacional médio.

   Infelizmente o digo.

   Está TUDO por fazer.

É verdade que não atingiram o nivel desejável, falta saber quais as razões.
Mas até formá-mos mais, Artur Castela, Hugo Ribeiro, Francisco Jordão, e apenas este vingou com qualidade.

Dandy

  • Eusébio
  • ******
  • "Temos a melhor equipa dos últimos 15 anos... espero que não tenhamos a melhor equipa dos próximos 15 anos", Júlio Machado Vaz, na "RTP-N", após a vitória na final da Taça da Liga, por 3-0, sobre o Porto, a 21 de Março de 2010.
  • Mensagens: 27767
  • Sócio: 13 491
  • 29 de Agosto de 2017, 16:17





   Jovens com mais de 200 centímetros (de estatura vertical) irão aparecer cada vez mais, um pouco por todo o país, é a evolução natural da espécie humana.

   Não é mérito do Benfica nem do Porto nem do Barreirense ...

   Mas outra coisa, bem diferente dessa, é ser capaz de formar (de forma sistematizada e programada) basquetebolistas de excelência. E, nesse aspecto, ainda está TUDO por fazer.

   Para os mais novos, recordo que, há 30 (trinta) anos, o basquetebol português tinha inscrito um atleta federado com 214 centímetros de estatura vertical.

   De seu nome, Armando Mota.

   Infelizmente, não era basquetebolista.

   Passados 30 (trinta) anos, continua tudo por fazer.




amerco

  • Iniciado
  • *
  • Mensagens: 378
  • 30 de Agosto de 2017, 09:35





   Jovens com mais de 200 centímetros (de estatura vertical) irão aparecer cada vez mais, um pouco por todo o país, é a evolução natural da espécie humana.

   Não é mérito do Benfica nem do Porto nem do Barreirense ...

   Mas outra coisa, bem diferente dessa, é ser capaz de formar (de forma sistematizada e programada) basquetebolistas de excelência. E, nesse aspecto, ainda está TUDO por fazer.

   Para os mais novos, recordo que, há 30 (trinta) anos, o basquetebol português tinha inscrito um atleta federado com 214 centímetros de estatura vertical.

   De seu nome, Armando Mota.

   Infelizmente, não era basquetebolista.

   Passados 30 (trinta) anos, continua tudo por fazer.

Concordo. Estive ao lado dele no antigo pavilhão da Luz e assustei-me com a envergadura, mas não era jogador. Ainda tivemos o Marco Gonçalves que se perdeu.
Para mim o jgador com maior potencialidade nesta posição foi José Silvestre, podia ter sido um grande jogador se tivesse sido explorado na plenitude, mas nem o Mario Palma se esforçou, pois é mais fácil recrutar Americanos, seja com qualidade ou rascos.

Jack Bauer

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 15939
  • 30 de Agosto de 2017, 09:52
Bem-vindo, é sempre bom saber que já conseguimos formar postes com mais de 2 metros com alguma regularidade




   Infelizmente, ainda não é o caso.

   Nem do país nem do Benfica.
Nos ultimos 5 anos ja formamos pelo menos 5, já é umagrande mudança. Agora temos de aumentar a qualidade técnica deles, mas altura já têm.



Quem?
Djukic, Antonio Monteiro, Pedro Belo, Ricardo Monteiro e agora o Cesar e o Queta. Já conseguimos formar jogadores altos, falta aumentar a técnica dos "bichos"




   Nenhum desses Senhores corresponde ao que se espera de um "poste" com nível internacional médio.

   Infelizmente o digo.

   Está TUDO por fazer.






Fala-se em termos morfológicos.


A mudança de paradigma.


Antes "não existiam" tantos rapazes altos.


Tinhamos de "recrutar" emigrantes na Suiça e Belgica com qualidade mais que sofrivel, para termos alguem com altura.


Esse problema deixou de existir. "facilmente" aparecem miudos com 200 cm ou mais.



Relativamente à falta de qualidade...focas outro problema. Inerente ao estado da modalidade e a falta de investimento na formação.


Arrisco-me a dizer que meio trabalho esta feito. Falta o teoricamente mais fácil. Trabalhar os miúdos.


https://basketball.realgm.com/player/Daniel-Relvao/Summary/52945

Coach_Gouveia

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 11051
  • 30 de Agosto de 2017, 10:04
Bem-vindo, é sempre bom saber que já conseguimos formar postes com mais de 2 metros com alguma regularidade




   Infelizmente, ainda não é o caso.

   Nem do país nem do Benfica.
Nos ultimos 5 anos ja formamos pelo menos 5, já é umagrande mudança. Agora temos de aumentar a qualidade técnica deles, mas altura já têm.



Quem?
Djukic, Antonio Monteiro, Pedro Belo, Ricardo Monteiro e agora o Cesar e o Queta. Já conseguimos formar jogadores altos, falta aumentar a técnica dos "bichos"




   Nenhum desses Senhores corresponde ao que se espera de um "poste" com nível internacional médio.

   Infelizmente o digo.

   Está TUDO por fazer.






Fala-se em termos morfológicos.


A mudança de paradigma.


Antes "não existiam" tantos rapazes altos.


Tinhamos de "recrutar" emigrantes na Suiça e Belgica com qualidade mais que sofrivel, para termos alguem com altura.


Esse problema deixou de existir. "facilmente" aparecem miudos com 200 cm ou mais.



Relativamente à falta de qualidade...focas outro problema. Inerente ao estado da modalidade e a falta de investimento na formação.


Arrisco-me a dizer que meio trabalho esta feito. Falta o teoricamente mais fácil. Trabalhar os miúdos.


https://basketball.realgm.com/player/Daniel-Relvao/Summary/52945
O Relvão dificilmente dará jogador... Não que não tenha qualidades mas para lá das lesões, parece-me que está, e bem, a focar-se nos estudos.

Já agora o Relvão apareceu já em sub18 vindo, imagine-se, da natação...

Jack Bauer

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 15939
  • 30 de Agosto de 2017, 10:11
Bem-vindo, é sempre bom saber que já conseguimos formar postes com mais de 2 metros com alguma regularidade




   Infelizmente, ainda não é o caso.

   Nem do país nem do Benfica.
Nos ultimos 5 anos ja formamos pelo menos 5, já é umagrande mudança. Agora temos de aumentar a qualidade técnica deles, mas altura já têm.



Quem?
Djukic, Antonio Monteiro, Pedro Belo, Ricardo Monteiro e agora o Cesar e o Queta. Já conseguimos formar jogadores altos, falta aumentar a técnica dos "bichos"




   Nenhum desses Senhores corresponde ao que se espera de um "poste" com nível internacional médio.

   Infelizmente o digo.

   Está TUDO por fazer.






Fala-se em termos morfológicos.


A mudança de paradigma.


Antes "não existiam" tantos rapazes altos.


Tinhamos de "recrutar" emigrantes na Suiça e Belgica com qualidade mais que sofrivel, para termos alguem com altura.


Esse problema deixou de existir. "facilmente" aparecem miudos com 200 cm ou mais.



Relativamente à falta de qualidade...focas outro problema. Inerente ao estado da modalidade e a falta de investimento na formação.


Arrisco-me a dizer que meio trabalho esta feito. Falta o teoricamente mais fácil. Trabalhar os miúdos.


https://basketball.realgm.com/player/Daniel-Relvao/Summary/52945
O Relvão dificilmente dará jogador... Não que não tenha qualidades mas para lá das lesões, parece-me que está, e bem, a focar-se nos estudos.

Já agora o Relvão apareceu já em sub18 vindo, imagine-se, da natação...


Sim. Eu sei.

O Relvão é exemplificativo em termos morfológicos e de alguem que para evoluir foi para fora.


Mas julgo que se estava a falar de "arroz de marisco" e o dandy falou de "arroz com bife".

Dandy

  • Eusébio
  • ******
  • "Temos a melhor equipa dos últimos 15 anos... espero que não tenhamos a melhor equipa dos próximos 15 anos", Júlio Machado Vaz, na "RTP-N", após a vitória na final da Taça da Liga, por 3-0, sobre o Porto, a 21 de Março de 2010.
  • Mensagens: 27767
  • Sócio: 13 491
  • 30 de Agosto de 2017, 15:48
Bem-vindo, é sempre bom saber que já conseguimos formar postes com mais de 2 metros com alguma regularidade




   Infelizmente, ainda não é o caso.

   Nem do país nem do Benfica.
Nos ultimos 5 anos ja formamos pelo menos 5, já é umagrande mudança. Agora temos de aumentar a qualidade técnica deles, mas altura já têm.



Quem?
Djukic, Antonio Monteiro, Pedro Belo, Ricardo Monteiro e agora o Cesar e o Queta. Já conseguimos formar jogadores altos, falta aumentar a técnica dos "bichos"




   Nenhum desses Senhores corresponde ao que se espera de um "poste" com nível internacional médio.

   Infelizmente o digo.

   Está TUDO por fazer.






Fala-se em termos morfológicos.


A mudança de paradigma.


Antes "não existiam" tantos rapazes altos.


Tinhamos de "recrutar" emigrantes na Suiça e Belgica com qualidade mais que sofrivel, para termos alguem com altura.


Esse problema deixou de existir. "facilmente" aparecem miudos com 200 cm ou mais.



Relativamente à falta de qualidade...focas outro problema. Inerente ao estado da modalidade e a falta de investimento na formação.


Arrisco-me a dizer que meio trabalho esta feito. Falta o teoricamente mais fácil. Trabalhar os miúdos.


https://basketball.realgm.com/player/Daniel-Relvao/Summary/52945
O Relvão dificilmente dará jogador... Não que não tenha qualidades mas para lá das lesões, parece-me que está, e bem, a focar-se nos estudos.

Já agora o Relvão apareceu já em sub18 vindo, imagine-se, da natação...


Sim. Eu sei.

O Relvão é exemplificativo em termos morfológicos e de alguem que para evoluir foi para fora.


Mas julgo que se estava a falar de "arroz de marisco" e o dandy falou de "arroz com bife".





   "Nous ne voyons pas les choses como elles son ... nous les voyons comme nous sommes".





Dandy

  • Eusébio
  • ******
  • "Temos a melhor equipa dos últimos 15 anos... espero que não tenhamos a melhor equipa dos próximos 15 anos", Júlio Machado Vaz, na "RTP-N", após a vitória na final da Taça da Liga, por 3-0, sobre o Porto, a 21 de Março de 2010.
  • Mensagens: 27767
  • Sócio: 13 491
  • 30 de Agosto de 2017, 15:56
Bem-vindo, é sempre bom saber que já conseguimos formar postes com mais de 2 metros com alguma regularidade




   Infelizmente, ainda não é o caso.

   Nem do país nem do Benfica.
Nos ultimos 5 anos ja formamos pelo menos 5, já é umagrande mudança. Agora temos de aumentar a qualidade técnica deles, mas altura já têm.



Quem?
Djukic, Antonio Monteiro, Pedro Belo, Ricardo Monteiro e agora o Cesar e o Queta. Já conseguimos formar jogadores altos, falta aumentar a técnica dos "bichos"




   Nenhum desses Senhores corresponde ao que se espera de um "poste" com nível internacional médio.

   Infelizmente o digo.

   Está TUDO por fazer.






Fala-se em termos morfológicos.


A mudança de paradigma.


Antes "não existiam" tantos rapazes altos.


Tinhamos de "recrutar" emigrantes na Suiça e Belgica com qualidade mais que sofrivel, para termos alguem com altura.


Esse problema deixou de existir. "facilmente" aparecem miudos com 200 cm ou mais.



Relativamente à falta de qualidade...focas outro problema. Inerente ao estado da modalidade e a falta de investimento na formação.


Arrisco-me a dizer que meio trabalho esta feito. Falta o teoricamente mais fácil. Trabalhar os miúdos.


https://basketball.realgm.com/player/Daniel-Relvao/Summary/52945
O Relvão dificilmente dará jogador... Não que não tenha qualidades mas para lá das lesões, parece-me que está, e bem, a focar-se nos estudos.

Já agora o Relvão apareceu já em sub18 vindo, imagine-se, da natação...




   Algo similar ocorreu com o falecido Fernando Martín (primeiro espanhol na "NBA").

   Campeão regional de natação e, também, atleta federado em andebol, judo e ténis de mesa.

   Há pessoas que nascem para a "coisa".

   O Carlos Lisboa é disso exemplo. De acordo com um amigo de infância, o mediático Carlos Barroca, o Lisboa era bom e "melhor do que os outros" em todos os desportos. Todos.

   Predestinados.




Dandy

  • Eusébio
  • ******
  • "Temos a melhor equipa dos últimos 15 anos... espero que não tenhamos a melhor equipa dos próximos 15 anos", Júlio Machado Vaz, na "RTP-N", após a vitória na final da Taça da Liga, por 3-0, sobre o Porto, a 21 de Março de 2010.
  • Mensagens: 27767
  • Sócio: 13 491
  • 30 de Agosto de 2017, 16:10
Bem-vindo, é sempre bom saber que já conseguimos formar postes com mais de 2 metros com alguma regularidade




   Infelizmente, ainda não é o caso.

   Nem do país nem do Benfica.
Nos ultimos 5 anos ja formamos pelo menos 5, já é umagrande mudança. Agora temos de aumentar a qualidade técnica deles, mas altura já têm.



Quem?
Djukic, Antonio Monteiro, Pedro Belo, Ricardo Monteiro e agora o Cesar e o Queta. Já conseguimos formar jogadores altos, falta aumentar a técnica dos "bichos"




   Nenhum desses Senhores corresponde ao que se espera de um "poste" com nível internacional médio.

   Infelizmente o digo.

   Está TUDO por fazer.






Fala-se em termos morfológicos.


A mudança de paradigma.


Antes "não existiam" tantos rapazes altos.


Tinhamos de "recrutar" emigrantes na Suiça e Belgica com qualidade mais que sofrivel, para termos alguem com altura.


Esse problema deixou de existir. "facilmente" aparecem miudos com 200 cm ou mais.



Relativamente à falta de qualidade...focas outro problema. Inerente ao estado da modalidade e a falta de investimento na formação.


Arrisco-me a dizer que meio trabalho esta feito. Falta o teoricamente mais fácil. Trabalhar os miúdos.


https://basketball.realgm.com/player/Daniel-Relvao/Summary/52945




   Opino o contrário, convictamente, considero que ainda temos de APRENDER A SABER FAZER o mais difícil:

   Trabalhar os miúdos.


   Porque se soubéssemos "trabalhar os miúdos", seríamos capazes de formar "bases" e "extremos" de nível internacional médio. Porque para "bases" e "extremos" temos, há décadas, diversos recursos humanos antropometricamente aptos.

   Eu joguei basquetebol há quase 30 (trinta) anos e tenho 196/197 centímetros de estatura descalça ... e durante toda a minha "carreira" joguei com e contra atletas mais altos do que eu. O problema era fazer deles basquetebolistas.
   Passados quase 30 (trinta) anos, obviamente, a média morfológica está ainda mais elevada.

   No entanto, o problema persiste:

   Falta de ciência e de conhecimentos técnicos para formar, de forma sistemática e programada, basquetebolistas com um nível internacional médio.

   Infelizmente, como sabes, isso nunca aconteceu. Sérgio Ramos e João Santos não passam de "zebras" estatísticas, acidentes de percurso, frutos do acaso.


   Na minha opinião, continuamos sem saber fazer o mais importante:

   Formar basquetebolistas ... independentemente da estatura e volumetria físicas que possuam.




Jack Bauer

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 15939
  • 30 de Agosto de 2017, 17:34
Bem-vindo, é sempre bom saber que já conseguimos formar postes com mais de 2 metros com alguma regularidade




   Infelizmente, ainda não é o caso.

   Nem do país nem do Benfica.
Nos ultimos 5 anos ja formamos pelo menos 5, já é umagrande mudança. Agora temos de aumentar a qualidade técnica deles, mas altura já têm.



Quem?
Djukic, Antonio Monteiro, Pedro Belo, Ricardo Monteiro e agora o Cesar e o Queta. Já conseguimos formar jogadores altos, falta aumentar a técnica dos "bichos"




   Nenhum desses Senhores corresponde ao que se espera de um "poste" com nível internacional médio.

   Infelizmente o digo.

   Está TUDO por fazer.






Fala-se em termos morfológicos.


A mudança de paradigma.


Antes "não existiam" tantos rapazes altos.


Tinhamos de "recrutar" emigrantes na Suiça e Belgica com qualidade mais que sofrivel, para termos alguem com altura.


Esse problema deixou de existir. "facilmente" aparecem miudos com 200 cm ou mais.



Relativamente à falta de qualidade...focas outro problema. Inerente ao estado da modalidade e a falta de investimento na formação.


Arrisco-me a dizer que meio trabalho esta feito. Falta o teoricamente mais fácil. Trabalhar os miúdos.


https://basketball.realgm.com/player/Daniel-Relvao/Summary/52945




   Opino o contrário, convictamente, considero que ainda temos de APRENDER A SABER FAZER o mais difícil:

   Trabalhar os miúdos.


   Porque se soubéssemos "trabalhar os miúdos", seríamos capazes de formar "bases" e "extremos" de nível internacional médio. Porque para "bases" e "extremos" temos, há décadas, diversos recursos humanos antropometricamente aptos.

   Eu joguei basquetebol há quase 30 (trinta) anos e tenho 196/197 centímetros de estatura descalça ... e durante toda a minha "carreira" joguei com e contra atletas mais altos do que eu. O problema era fazer deles basquetebolistas.
   Passados quase 30 (trinta) anos, obviamente, a média morfológica está ainda mais elevada.

   No entanto, o problema persiste:

   Falta de ciência e de conhecimentos técnicos para formar, de forma sistemática e programada, basquetebolistas com um nível internacional médio.

   Infelizmente, como sabes, isso nunca aconteceu. Sérgio Ramos e João Santos não passam de "zebras" estatísticas, acidentes de percurso, frutos do acaso.


   Na minha opinião, continuamos sem saber fazer o mais importante:

   Formar basquetebolistas ... independentemente da estatura e volumetria físicas que possuam.






Formar é "fácil".


"Basta" haver vontade e dinheiro.



Ser morfologicamente grande não consegues comprar com dinheiro e vontade.

Ou tens, ou não tens. Mesmo que se usem substâncias ilícitas.


Um outro assunto:

Antigamente (seculo passado) existia o estigma da musculação nos adolescentes. Na formação era quase pecado fazer-se musculação.

Muitos advogavam que o jovem estava em crescimento e isso iria influir NEGATIVAMENTE no crescimento osseo.


Passados tantos anos, não vejo um salto tão grande como esperava nos jovens basquetebolistas.

Não digo para se usar como em alguns países (esteroides e anabolizantes), mas o complemento alimentar e treinos mais científicos, parece que custa a chegar à modalidade.


É uma modalidade moribunda.

Se tu e eu pegarmos na federação com os inputs corretos...dá-se o salto. E fisicamente já encontras de tudo.

Mesmo com a tua experiência (seletiva, pq jogavas no topo) agora as escolhas e "oferta" é muito maior.

Vê só o exemplo do Monteiro e destes dois miúdos. Antigamente era uma loucura ter alguem com 205cm. O Benfica tem praticamente 3 com uma diferença de 2/3 anos.

Jack Bauer

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 15939
  • 30 de Agosto de 2017, 17:36




Ich habe deine Französisch nicht verstanden.

JP.

  • Velha Glória
  • *****
  • Mensagens: 5567
  • 30 de Agosto de 2017, 18:13
Bem-vindo, é sempre bom saber que já conseguimos formar postes com mais de 2 metros com alguma regularidade




   Infelizmente, ainda não é o caso.

   Nem do país nem do Benfica.
Nos ultimos 5 anos ja formamos pelo menos 5, já é umagrande mudança. Agora temos de aumentar a qualidade técnica deles, mas altura já têm.



Quem?
Djukic, Antonio Monteiro, Pedro Belo, Ricardo Monteiro e agora o Cesar e o Queta. Já conseguimos formar jogadores altos, falta aumentar a técnica dos "bichos"




   Nenhum desses Senhores corresponde ao que se espera de um "poste" com nível internacional médio.

   Infelizmente o digo.

   Está TUDO por fazer.






Fala-se em termos morfológicos.


A mudança de paradigma.


Antes "não existiam" tantos rapazes altos.


Tinhamos de "recrutar" emigrantes na Suiça e Belgica com qualidade mais que sofrivel, para termos alguem com altura.


Esse problema deixou de existir. "facilmente" aparecem miudos com 200 cm ou mais.



Relativamente à falta de qualidade...focas outro problema. Inerente ao estado da modalidade e a falta de investimento na formação.


Arrisco-me a dizer que meio trabalho esta feito. Falta o teoricamente mais fácil. Trabalhar os miúdos.


https://basketball.realgm.com/player/Daniel-Relvao/Summary/52945




   Opino o contrário, convictamente, considero que ainda temos de APRENDER A SABER FAZER o mais difícil:

   Trabalhar os miúdos.


   Porque se soubéssemos "trabalhar os miúdos", seríamos capazes de formar "bases" e "extremos" de nível internacional médio. Porque para "bases" e "extremos" temos, há décadas, diversos recursos humanos antropometricamente aptos.

   Eu joguei basquetebol há quase 30 (trinta) anos e tenho 196/197 centímetros de estatura descalça ... e durante toda a minha "carreira" joguei com e contra atletas mais altos do que eu. O problema era fazer deles basquetebolistas.
   Passados quase 30 (trinta) anos, obviamente, a média morfológica está ainda mais elevada.

   No entanto, o problema persiste:

   Falta de ciência e de conhecimentos técnicos para formar, de forma sistemática e programada, basquetebolistas com um nível internacional médio.

   Infelizmente, como sabes, isso nunca aconteceu. Sérgio Ramos e João Santos não passam de "zebras" estatísticas, acidentes de percurso, frutos do acaso.


   Na minha opinião, continuamos sem saber fazer o mais importante:

   Formar basquetebolistas ... independentemente da estatura e volumetria físicas que possuam.








Isto. Sem tirar nem por. Especialmente a conclusão final.

E não vejo melhorias num futuro próximo.

Dandy

  • Eusébio
  • ******
  • "Temos a melhor equipa dos últimos 15 anos... espero que não tenhamos a melhor equipa dos próximos 15 anos", Júlio Machado Vaz, na "RTP-N", após a vitória na final da Taça da Liga, por 3-0, sobre o Porto, a 21 de Março de 2010.
  • Mensagens: 27767
  • Sócio: 13 491
  • 30 de Agosto de 2017, 22:00
Bem-vindo, é sempre bom saber que já conseguimos formar postes com mais de 2 metros com alguma regularidade




   Infelizmente, ainda não é o caso.

   Nem do país nem do Benfica.
Nos ultimos 5 anos ja formamos pelo menos 5, já é umagrande mudança. Agora temos de aumentar a qualidade técnica deles, mas altura já têm.



Quem?
Djukic, Antonio Monteiro, Pedro Belo, Ricardo Monteiro e agora o Cesar e o Queta. Já conseguimos formar jogadores altos, falta aumentar a técnica dos "bichos"




   Nenhum desses Senhores corresponde ao que se espera de um "poste" com nível internacional médio.

   Infelizmente o digo.

   Está TUDO por fazer.






Fala-se em termos morfológicos.


A mudança de paradigma.


Antes "não existiam" tantos rapazes altos.


Tinhamos de "recrutar" emigrantes na Suiça e Belgica com qualidade mais que sofrivel, para termos alguem com altura.


Esse problema deixou de existir. "facilmente" aparecem miudos com 200 cm ou mais.



Relativamente à falta de qualidade...focas outro problema. Inerente ao estado da modalidade e a falta de investimento na formação.


Arrisco-me a dizer que meio trabalho esta feito. Falta o teoricamente mais fácil. Trabalhar os miúdos.


https://basketball.realgm.com/player/Daniel-Relvao/Summary/52945




   Opino o contrário, convictamente, considero que ainda temos de APRENDER A SABER FAZER o mais difícil:

   Trabalhar os miúdos.


   Porque se soubéssemos "trabalhar os miúdos", seríamos capazes de formar "bases" e "extremos" de nível internacional médio. Porque para "bases" e "extremos" temos, há décadas, diversos recursos humanos antropometricamente aptos.

   Eu joguei basquetebol há quase 30 (trinta) anos e tenho 196/197 centímetros de estatura descalça ... e durante toda a minha "carreira" joguei com e contra atletas mais altos do que eu. O problema era fazer deles basquetebolistas.
   Passados quase 30 (trinta) anos, obviamente, a média morfológica está ainda mais elevada.

   No entanto, o problema persiste:

   Falta de ciência e de conhecimentos técnicos para formar, de forma sistemática e programada, basquetebolistas com um nível internacional médio.

   Infelizmente, como sabes, isso nunca aconteceu. Sérgio Ramos e João Santos não passam de "zebras" estatísticas, acidentes de percurso, frutos do acaso.


   Na minha opinião, continuamos sem saber fazer o mais importante:

   Formar basquetebolistas ... independentemente da estatura e volumetria físicas que possuam.








Isto. Sem tirar nem por. Especialmente a conclusão final.

E não vejo melhorias num futuro próximo.




   "C'est inutile, il ne comprend pas".




Jack Bauer

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 15939
  • 30 de Agosto de 2017, 22:37
"Um vintém é um vintém".