Avançado, 1970-01-01 - 1915-09-03)
Portugal
Stats: 4 épocas, 15 jogos (1350 minutos), 15 golos

41886 - Tópico: Álvaro Gaspar, o Chacha  (Lida 7199 vezes)

Dandy

  • Eusébio
  • ******
  • "Temos a melhor equipa dos últimos 15 anos... espero que não tenhamos a melhor equipa dos próximos 15 anos", Júlio Machado Vaz, na "RTP-N", após a vitória na final da Taça da Liga, por 3-0, sobre o Porto, a 21 de Março de 2010.
  • Mensagens: 27514
  • Sócio: 13 491
  • 31 de Maio de 2014, 13:37
Para os interessados mais desatentos, Alberto Miguéns publicou o 10º capítulo da vida desportiva de Álvaro Gaspar.

http://em-defesa-do-benfica.blogspot.pt/2014/05/o-brasil-de-alvaro-gaspar.html

Álvaro Gaspar no Brasil com a digressão da seleção da AFL em Julho de 1913.

Dessa seleção constavam sete jogadores Benfiquistas. A partir de um cartoon de Hugo Sarmento (caricaturista Português radicado no Brasil) aqui estão ilustrados cinco:



Cosme Damião (médio)
Álvaro Gaspar (avançado)
Henrique Costa (defesa)
Artur José Pereira (médio)
Carlos Homem de Figueiredo (defesa/médio)

Faltam Luis Viera e José Domingos Fernandes (ambos avançados) .

Para que a memória destes jogadores vá sendo passada às próximas gerações.
Uma morte é suficiente. A Alma Benfiquista, essa é imortal.



   No desenho evocado, parece haver uma alcunha agregada ao nome do Gaspar.

   Conseguem decifrar o que seja?




Dandy

  • Eusébio
  • ******
  • "Temos a melhor equipa dos últimos 15 anos... espero que não tenhamos a melhor equipa dos próximos 15 anos", Júlio Machado Vaz, na "RTP-N", após a vitória na final da Taça da Liga, por 3-0, sobre o Porto, a 21 de Março de 2010.
  • Mensagens: 27514
  • Sócio: 13 491
  • 31 de Maio de 2014, 13:42





   O Mignon?





RedVC

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 8732
  • Pelo Benfica, sempre!
  • 31 de Maio de 2014, 14:45
Sim. Bonito, bem-parecido. Não sei com que sentido. Talvez uma piada daquele tempo.
Tirando Cosme todos os jogadores aparecem com barba por fazer.
Hugo Sarmento foi o responsável pelo desenho do segundo emblema do SCP.
Não sei até que ponto partilharia da ideia de que os jogadores do Benfica eram um bocado "rústicos". Nada de concreto, só uma hipótese lançada para o ar.



« Última modificação: 31 de Maio de 2014, 14:48 por RedVC »

Dandy

  • Eusébio
  • ******
  • "Temos a melhor equipa dos últimos 15 anos... espero que não tenhamos a melhor equipa dos próximos 15 anos", Júlio Machado Vaz, na "RTP-N", após a vitória na final da Taça da Liga, por 3-0, sobre o Porto, a 21 de Março de 2010.
  • Mensagens: 27514
  • Sócio: 13 491
  • 31 de Maio de 2014, 14:57
Sim. Bonito, bem-parecido. Não sei com que sentido. Talvez uma piada daquele tempo.
Tirando Cosme todos os jogadores aparecem com barba por fazer.
Hugo Sarmento foi o responsável pelo desenho do segundo emblema do SCP.
Não sei até que ponto partilharia da ideia de que os jogadores do Benfica eram um bocado "rústicos". Nada de concreto, só uma hipótese lançada para o ar.








   Não seria, simplesmente, uma alusão à baixa estatura e à fragilidade/ligeireza física do Gaspar? Parece-me um indivíduo baixo e com estrutura leve.

   É que de bonito e bem-parecido não vi muito... :)




Dandy

  • Eusébio
  • ******
  • "Temos a melhor equipa dos últimos 15 anos... espero que não tenhamos a melhor equipa dos próximos 15 anos", Júlio Machado Vaz, na "RTP-N", após a vitória na final da Taça da Liga, por 3-0, sobre o Porto, a 21 de Março de 2010.
  • Mensagens: 27514
  • Sócio: 13 491
  • 31 de Maio de 2014, 15:11






   Significado de Mignon
 
   adj. apos e s.m. Que possui tamanho reduzido e simultaneamente refinado, elegante, delicado.




RedVC

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 8732
  • Pelo Benfica, sempre!
  • 31 de Maio de 2014, 15:21
Sim, faz sentido. A "tradução" do Google dá "bonitinho". Está aí também o elemento diminuitivo. E na verdade Gaspar era baixote. Do seu tempo ele e Alberto Rio eram os mais baixos. Mas cheios de talento.

Nota-se também o destaque dado a "Arthú Zé P'reira" (o craque da equipa mas com alguma rusticidade de trato e maneiras) e o traço fino para Cosme Damião (o capitão-geral do SLB e também daquela equipa).

RedVC

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 8732
  • Pelo Benfica, sempre!
  • 02 de Junho de 2014, 22:22
Estamos a algumas semanas do início do Mundial Brasil 2014.

Mas a primeira vez que uma seleção Portuguesa foi em digressão ao Brasil já dista quase 101 anos. Em Julho de 1913, uma selecção da Associação de Futebol de Lisboa (mas que na verdade era uma seleção Portuguesa pois naquele tempo não existia ainda a FPF e os jogadores de Lisboa eram os melhores de Portugal) fez uma prestigiosa digressão pelo Rio de Janeiro e por São Paulo. Desportivamente foi razoável, socialmente foi excelente. O embaixador de Portugal era Bernardino Machado que mais tarde viria a ser presidente da República por duas vezes. A comitiva integrava para além dos jogadores (capitaneados por Cosme Damião do Sport Lisboa e Benfica e sendo secretário Eduardo Luiz Pinto Basto do Clube Internacional de Futebol) dirigentes e jornalistas.

Do SL Benfica foram convocados Cosme Damião, Henrique Costa, Carlos Homem de Figueiredo, Artur José Pereira, Luis Viera, José Domingos Fernandes e Álvaro Gaspar.

Aqui estão algumas imagens do primeiro jogo contra uma equipa... Inglesa.

Na equipa Portuguesa reconhecem-se

Da esquerda para a direita, de pé: A. Cruz (SCP), C.H. Figueiredo (SLB), Cosme Damião (SLB), E.L. Pinto Basto (CIF), H. Costa (SLB), A.J. Pereira (SLB), J. Domingos Fernandes (SLB) ; sentados: António Stromp (SCP), A. Gaspar (SLB), C. Sobral (CIF), L. Vieira (SLB), A. Bentes (SCP)




Nesse primeiro jogo os Portugueses perderam por 1-3 mas prestigiaram as nossas cores. Nos jogos seguintes ganhariam dois, empatariam dois e perderiam dois jogos. Mas claro, com mudança de clima, visitas, viagens e programas sociais era difícil. Eram tempos de amadorismo e de muitas diferenças para o que hoje conhecemos no futebol profissional de competição.

Em breve ventos de mudança viriam para os jogadores Benfiquistas, Luis Viera ficou no Brasil (Rogério Pipi não foi o primeiro...) jogando pelo Botafogo, regressando mais tarde para o SL Benfica. Cosme Damião jogaria mais três anos assumindo depois o cargo de treinador. Artur José Pereira desertaria para o SCP de onde transitaria em 1919 para fundar o CFB juntamente com Henrique Costa e vários outros jogadores Benfiquistas. Álvaro Gaspar em pouco mais de dois anos estava morto.

Gaspar foi um dos mais talentosos jogadores daquele tempo. Era o virtuoso, a vibração, a alegria! Era um elemento fundamental da alma Benfiquista sendo juntamente com A. J. Pereira o jogador mais popular. Um fenómeno. Com apenas 25 anos de idade a morte cortaria a sua ascenção. Como Alberto Miguéns nos mostrou (no seu excelente conjunto de artigos no seu blog) na sua ficha de jogador, quase de forma premonitória Gaspar declarava que defenderia o Benfica até... à morte. Assim foi. No seu funeral a bandeira do Benfica cobriria o seu caixão. Era a imortalidade que chegava.

Paz, honra e glória à sua memória.

« Última modificação: 03 de Junho de 2014, 00:54 por RedVC »

RedVC

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 8732
  • Pelo Benfica, sempre!
  • 30 de Agosto de 2014, 14:16

Fake Blood

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 28751
  • 05 de Setembro de 2014, 22:20
Queria deixar aqui a nota que no blog "Em defesa do Benfica" (http://em-defesa-do-benfica.blogspot.pt/) Alberto Miguéns está a publicar um conjunto notável de informações acerca deste jogador e grande figura da história do nosso clube.

O "Chacha" foi uma figura de enorme destaque pelo seu virtuosismo e pela sua morte trágica. Esta será uma oportunidade para se saber mais e para se fazer justiça à sua importância.

Um primeiro e notável artigo foi já publicado. Imperdível!
Concluiu hoje os seus 15 artigos sobre o grande Álvaro. Recomendo vivamente.



Confessa pelo Club a sua dedicação e compromete-se a prestar-lhe o seu concurso incondicional? ATÉ À MORTE!
Enorme.

faneca_slb4ever

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 139628
  • 06 de Setembro de 2014, 00:50
Enorme.

Universo Benfica

  • Colaborador
  • ******
  • Mensagens: 114601
  • 06 de Setembro de 2014, 01:25

Universo Benfica

  • Colaborador
  • ******
  • Mensagens: 114601
  • 24 de Dezembro de 2014, 02:19
Desejos de Álvaro Gaspar

Álvaro Gaspar foi um dos jogadores mais importantes nos primórdios do Benfica. Interior-esquerdo franzino, de notáveis méritos, levou um dia o treinador do Sporting, Augusto Szabo, a reconhecer que "antes de Álvaro, nunca se fintara assim em Portugal". Morreu tuberculoso a 3 de Setembro de 1915 e o seu desaparecimento causou enorme consternação entre os associados e jogadores do Benfica. No leito da morte, e como últimos desejos, pediu a Ribeiro dos Reis que fosse abraçar por ele Cosme Damião e que o seu caixão fosse coberto pela bandeira do Benfica. O corpo seguiu para o Cemitério da Ajuda e a lápide - adquirida por subscrição pública - teve a colaboração de dois grandes artistas nacionais: Francisco Santos (escultor) e António Couto (arquitecto), ambos ex-jogadores do Benfica.

Universo Benfica

  • Colaborador
  • ******
  • Mensagens: 114601
  • 03 de Setembro de 2015, 00:20

Eddie_

  • Sénior
  • ****
  • Mensagens: 2640
  • 03 de Setembro de 2015, 12:48
Ia colocar esse texto.

Está assombroso. Um texto que todos os benfiquistas deviam ler!

paalexg

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 24552
  • 03 de Setembro de 2015, 14:19