Country
Portugal

Alberto

Nome completo
Alberto Gomes Fonseca Júnior
Data de nascimento
1956-09-22
Periodo no Benfica

1976 - 1980

    Quando o ex-júnior Alberto começou a ser utilizado pelo inglês John Mortimore, os benfiquistas ficaram apoderados de um sentimento dubitativo. Com 19 anos acabados de fazer, o defesa lateral, de origem guineense, aparecia no território de Artur, Bastos Lopes, Barros e Pietra, todos internacionais e personagens respeitados no tabuleiro da Luz. Coração e pulmão garantiram-lhe um lugar ao sol, cedo se transformando num dos ai-jesus da catedral vermelha.

Naquela segunda metade de 1977, confinou-se a um jogo da Taça de Portugal, em casa, ante o Riopele (3-0), compondo a retaguarda ao lado de Artur, Alhinho e Barros. Já no inicio do novo ano, numa tarde pardacenta de Inverno, estreou-se nas Antas, com a vitória (1-0), sobre o FC Porto, valendo o golo solitário de Chalana, no primeiro jogo para o campeonato. Em crescendo de produção, titularidade garantida, dele ficou importante préstimo na revalidação do titulo nacional (77/78).

Alberto era um puro sangue, uma força da natureza. “Pode jogar, mantendo os mesmos padrões exibicionais, dia sim, dia não; ou até dia sim, dia sim”, garantiu, por essa altura, o então seleccionador nacional, Mário Wilson, no alto da sua cátedra. Impetuoso, sólido a defender, perspicaz a atacar, o jovem africano fazia as delicias dos mais exigentes adeptos e provocava a ira nos mais sectários apoiantes de outros símbolos.

Cedo chegou à equipa nacional. Na trajectória, entretanto frustrada, para o Europeu de 80, marcou mesmo dois golos consecutivos. Na Áustria e em Lisboa, frente à Escócia. Atingiu 9 internacionalizações, numa altura em que se afirmava como melhor lateral-esquerdo da bola indígena. Ainda no Benfica, esteve na espantosa série de 56 jogos sem perder para o campeonato, registo apenas superado pelo Celtic (62), Saint-Gilloise  (60) e Milan (58), na mais que secular história do futebol europeu. Duro, reagiu com sorrisos desportivos a sucessivas catilinárias, sobretudo depois de ter partido uma perna ao já sportinguista Rui Jordão, num lance marcado pelo infortúnio.

De resto, vitima maior ele seria. A 7 de Junho de 1980, abandonou a final do Jamor, que o Benfica arrebataria ao FC Porto, com golo do brasileiro César. Perónio partido ao décimo minuto de jogo, na discussão de um lance com Frasco, cedeu o lugar a Frederico. Pior, muito pior, mergulhou num suplicio. Durante anos, já sem vinculo ao clube, tentou desesperadamente voltar à normalidade. Jogaria ainda no Belenenses, mas longe do fulgor que o havia caracterizado.

Atleta cool no consulado britânico de Mortimore, mais tarde no de Mário Wilson, para trás ficavam 4 temporadas, 123 jogos, um triunfo no Campeonato e outro na Taça de Portugal. Com 24 anos apenas, o Benfica perdeu, de forma imprevista, aquele que se arriscava a ser o melhor dos laterais-esquerdos, pelo menos até ao jubileu do Centenário.


 

Épocas no Benfica: 6 (76/81)
Jogos: 123
Golos: 1

Titulos:
1 CN e 1 TP


 

Texto: Memorial Benfica, 100 Glórias
Copiado de Ednilson

Estatísticas

Primeiro jogo

SL Benfica 3 x 0 Riopele

Sábado, Novembro 27, 1976 - 00:00

Estádio da Luz ,

SL Benfica: Bento, Pietra, Barros, Alhinho (Alberto [45m]) (Alberto [45m]), Artur Correia, Shéu, Romeu (Cavungi [73m]) (Cavungi [73m]), Toni, Vitor Baptista, Nené, Nelinho
Coach: John Mortimore
Golos: Nené (46), Nené (48), Nené (72)

Último jogo

SL Benfica 1 x 0 FC Porto

Sábado, Junho 7, 1980 - 00:00

Nacional do Jamor ,

SL Benfica: Bento, Alberto (Frederico [10m]) (Frederico [10m]), Laranjeira, António Bastos Lopes (Reinaldo [70m]) (Reinaldo [70m]), Humberto Coelho, Pietra, Toni, Shéu, Carlos Manuel, Nené, César
Coach: Mário Wilson
Golos: César (36)

Títulos

Notícias relacionadas

Nenhum item encontrado

41815 - Tópico: Alberto  (Lida 9727 vezes)

Shoky

  • Colaborador
  • ******
  • Mensagens: 187522
  • 29 de Outubro de 2010, 01:57


Nome Completo: ALBERTO Gomes Fonseca Júnior
Posição: Defesa Esquerdo
Nacionalidade: Português (Internacional A)
Data de Nascimento: 22-09-1956
Número da Camisola: 4
Pé Preferido: Esquerdo



Épocas ao serviço do Benfica: 4
Total de Jogos pelo Benfica: 120
Total de Golos pelo Benfica: 1
Títulos pelo Benfica:
1 Campeonato Nacional (1976/77)
1 Taça de Portugal (1979/80)


1976/1977
Jogos: 11
Golos: 0

1977/1978
Jogos: 40
Golos: 0

1978/1979
Jogos: 31
Golos: 0

1979/1980
Jogos: 38
Golos: 1 (1 na Liga)
« Última modificação: 30 de Julho de 2013, 23:06 por Shoky »

fudim flan

  • Sénior
  • ****
  • tripoli
  • Mensagens: 2522
  • kadafi das cameras de ar
  • 29 de Outubro de 2010, 08:13
Alberto Gomes Fonseca Júnior. Bissau. Guiné-Bissau. 28 de Agosto de 1956. Defesa.
Épocas no Benfica: 6 (76/81). Jogos: 123. Golos: 1. Titulos: 1 (CN) e 1 (TP)
Outros Clubes: Belenenses. Internacionalizações: 9.


                                                                                 

Quando o ex-júnior Alberto começou a ser utilizado pelo inglês John Mortimore, os benfiquistas ficaram apoderados de um sentimento dubitativo. Com 19 anos acabados de fazer, o defesa lateral, de origem guineense, aparecia no território de Artur, Bastos Lopes, Barros e Pietra, todos internacionais e personagens respeitados no tabuleiro da Luz. Coração e pulmão garantiram-lhe um lugar ao sol, cedo se transformando num dos ai-jesus da catedral vermelha.

Naquela segunda metade de 1977, confinou-se a um jogo da Taça de Portugal, em casa, ante o Riopele (3-0), compondo a retaguarda ao lado de Artur, Alhinho e Barros. Já no inicio do novo ano, numa tarde pardacenta de Inverno, estreou-se nas Antas, com a vitória (1-0), sobre o FC Porto, valendo o golo solitário de Chalana, no primeiro jogo para o campeonato. Em crescendo de produção, titularidade garantida, dele ficou importante préstimo na revalidação do titulo nacional (77/78).

Alberto era um puro sangue, uma força da natureza. “Pode jogar, mantendo os mesmos padrões exibicionais, dia sim, dia não; ou até dia sim, dia sim”, garantiu, por essa altura, o então seleccionador nacional, Mário Wilson, no alto da sua cátedra. Impetuoso, sólido a defender, perspicaz a atacar, o jovem africano fazia as delicias dos mais exigentes adeptos e provocava a ira nos mais sectários apoiantes de outros símbolos.

Cedo chegou à equipa nacional. Na trajectória, entretanto frustrada, para o Europeu de 80, marcou mesmo dois golos consecutivos. Na Áustria e em Lisboa, frente à Escócia. Atingiu 9 internacionalizações, numa altura em que se afirmava como melhor lateral-esquerdo da bola indígena. Ainda no Benfica, esteve na espantosa série de 56 jogos sem perder para o campeonato, registo apenas superado pelo Celtic (62), Saint-Gilloise  (60) e Milan (58), na mais que secular história do futebol europeu. Duro, reagiu com sorrisos desportivos a sucessivas catilinárias, sobretudo depois de ter partido uma perna ao já sportinguista Rui Jordão, num lance marcado pelo infortúnio.

De resto, vitima maior ele seria. A 7 de Junho de 1980, abandonou a final do Jamor, que o Benfica arrebataria ao FC Porto, com golo do brasileiro César. Perónio partido ao décimo minuto de jogo, na discussão de um lance com Frasco, cedeu o lugar a Frederico. Pior, muito pior, mergulhou num suplicio. Durante anos, já sem vinculo ao clube, tentou desesperadamente voltar à normalidade. Jogaria ainda no Belenenses, mas longe do fulgor que o havia caracterizado.

Atleta cool no consulado britânico de Mortimore, mais tarde no de Mário Wilson, para trás ficavam 4 temporadas, 123 jogos, um triunfo no Campeonato e outro na Taça de Portugal. Com 24 anos apenas, o Benfica perdeu, de forma imprevista, aquele que se arriscava a ser o melhor dos laterais-esquerdos, pelo menos até ao jubileu do Centenário.



Tópico: Memorial Benfica, Glórias
Autor: Ednilson
Link: http://www.serbenfiquista.com/forum/index.php?topic=22362.0
« Última modificação: 31 de Julho de 2013, 14:22 por Shoky »

Bola7

  • Eusébio
  • ******
  • San Sebastian
  • Mensagens: 122158
  • Perdido no limbo do serbenf
  • 29 de Outubro de 2010, 10:27
Um dos melhores defesas esquerdos da história do Benfica e do futebol nacional..era um defesa todo o terreno...ele aparecia em todo o lado pq era um poço de força...tinha também boa técnica e cavalgava pelo flanco como poucos...como disse tinha tb a faculdade d procurar outra zonas do campo...as lesões marcaram-no..1º pq partiu a perna ao Jordão..depois pq lhe aconteceu o mesmo...e nunca mais recuperou...qd chegou á selecção ficou famoso pq deu 2 vitória consecutivas a Portugal no falhado apuramento para o mundial de 82...a 1ª foi fora contra a famosa áustria de Koncili, Pezzey, Krakl e outros que tais...quase a terminar o jogo empatado a 1 ele calagou como um louco e recebendo um passe do Gomes fez o 2-1..pouco tempo depois na Luz contra a escócia de Daglish e Souness, recebeu passe do Alhinho na esquerda, derivou para dentro entrou na área  e marcou o 1-0 final desse jogo...curiosamente vi esse golo em directo na RTP2 pois o jogo não foi televisonado como de costume mas os gajos resolveram fazer um directo no exacto momento que descrevi...mais tarde regressou ao futebol para o Belenenses jogando a trinco ou central e chegou à selecção Nacional pós Saltillo...se o infortúnio não lhe batesse á porta julgo que teria sido o melhor lateral da história do nosso futebol..

flexluis

  • Velha Glória
  • *****
  • Mensagens: 5842
  • 29 de Outubro de 2010, 10:46
É o primeiro lateral esquerdo do Benfica de que me lembro.

Também me lembro dele na Selecção nesse jogo contra a Escócia de que fala o Bola a que assisti, ao vivo, na Luz.

BEKAMBOL

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 23375
  • 29 de Outubro de 2010, 10:48
um grande lateral, um grande jogador, com grande categoria e simplicidade, mas conseguia sempre nos dar grandes alegrias, até a marcar grandes golos....

Bola7

  • Eusébio
  • ******
  • San Sebastian
  • Mensagens: 122158
  • Perdido no limbo do serbenf
  • 29 de Outubro de 2010, 11:14
É o primeiro lateral esquerdo do Benfica de que me lembro.

Também me lembro dele na Selecção nesse jogo contra a Escócia de que fala o Bola a que assisti, ao vivo, na Luz.
lembras-te então jogada?

flexluis

  • Velha Glória
  • *****
  • Mensagens: 5842
  • 29 de Outubro de 2010, 11:20
É o primeiro lateral esquerdo do Benfica de que me lembro.

Também me lembro dele na Selecção nesse jogo contra a Escócia de que fala o Bola a que assisti, ao vivo, na Luz.
lembras-te então jogada?

Não lembro.

Sei que estava lá porque, na altura, o meu pai levou uma bandeira enorme de Portugal que pediu emprestada ao clube aqui da terra e onde ele era dirigente e fomos com uns amigos em romaria.


Lembro-me do Alberto, em particular, nesse jogo talvez por ter sido ele o marcador do golo mas pouco mais me lembro.

Eu teria uns 10 anos +/-.


Fake Blood

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 28750
  • 29 de Outubro de 2010, 11:33
Como é que era ele a jogar de cabeça?  ;D

Bola7

  • Eusébio
  • ******
  • San Sebastian
  • Mensagens: 122158
  • Perdido no limbo do serbenf
  • 29 de Outubro de 2010, 12:16
Como é que era ele a jogar de cabeça?  ;D
era bom :-X

Slb-Ag

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 37682
  • 29 de Outubro de 2010, 12:39
Meu Deus, que cabelo e barba! We gonna groove tonight...

Bola7

  • Eusébio
  • ******
  • San Sebastian
  • Mensagens: 122158
  • Perdido no limbo do serbenf
  • 29 de Outubro de 2010, 15:31
Meu Deus, que cabelo e barba! We gonna groove tonight...
espectaculo...o gajo grande e forte...metia medo... :clap1:

Red skin

  • Eusébio
  • ******
  • Rei Eusébio!
  • Mensagens: 48929
  • #estátudoapensarnomesmo #sejaondefor #37
  • 29 de Outubro de 2010, 16:05
Meu Deus, que cabelo e barba! We gonna groove tonight...

Disco night 70's style!!!!!

Bola7

  • Eusébio
  • ******
  • San Sebastian
  • Mensagens: 122158
  • Perdido no limbo do serbenf
  • 29 de Outubro de 2010, 16:53
ao menos eram homens que não iam à depilação...



pcssousa

  • Colaborador
  • ******
  • Até sempre!
  • Mensagens: 75794
  • 29 de Outubro de 2010, 17:06
A cabeleira do Eurico, a bigodaça do Bento, o barbão do Barros... fabuloso!

Bola7

  • Eusébio
  • ******
  • San Sebastian
  • Mensagens: 122158
  • Perdido no limbo do serbenf
  • 29 de Outubro de 2010, 17:35
pena não ter uma foto do Mário Wilson filho... ^-^