SL Benfica 3 x 4 Desp. Chaves

  • Futebol
  • Equipa B
  • 2020/2021
  • Segunda Liga
Submetida por Ruud em Dom, 09/06/2020 - 10:52
Competição
Date
Quarta, Setembro 23, 2020 - 16:00
Estado
Realizado
Transmissão televisiva
BTV

ESTRONDOSA REAÇÃO MERECIA OUTRA SORTE!

    

Paulo Bernardo

Paulo Bernardo

TAGS

FUTEBOLEQUIPA BII LIGACAMPEONATO NACIONALBENFICA CAMPUS

RESUMO DO JOGO

 

Jogão! Benfica B e GD Chaves disputaram, esta quarta-feira, o jogo da 3.ª jornada da II Liga. No Benfica Campus, sete golos, emoção, incerteza, com as águias a serem derrotadas (3-4)... mas a merecerem muito mais depois de uma enorme 2.ª parte!

Grande desafio em perspetiva... e assim foi!! Somadas duas vitórias na II Liga (Vilafranquense e Casa Pia), foi um Benfica B na liderança da geral, e muito confiante, que entrou em campo.

Do outro lado, a formação transmontana, segundo Renato Paiva, na antevisão, a candidata mais forte à subida de divisãoConfronto de altíssima dificuldade, com o míster a pedir coragem (principalmente sem bola) e muita ambição ao seu coletivo.

E cedo, muito cedo se percebeu porquê! Minuto inaugural e golo do GD ChavesJoão Correia, lançado na profundidade, ganhou o duelo com Tomás Tavares e rematou para o fundo das redes de Fábio Duarte. 

GOLO: 0-1

 

Com os flavienses a entrarem praticamente a vencer no jogo, reação imediata dos encarnados. Com muita cabeça, em jogo organizado, as águias foram subindo no terreno e construindo. Aos 10', remate de Tiago Araújo, mas saiu à figura de Paulo Vítor.

Contra a corrente do desafio, novo golo do Chaves. Mais um lance pela direita, bola cruzada, com João Batxi a receber à entrada da área e a rematar para o 0-2. Fábio Duarte ainda esboçou a defesa, mas foi infeliz no lance. Dois erros dos encarnados, dois remates dos flavienses, dois golos!

GOLO: 0-2

 

Mais uma vez, o Benfica B reagiu de pronto! Gonçalo Ramos tentou o remate acrobático, mas saiu mal; depois foi Vukotic que não conseguiu o tiro eficaz, após cruzamento milimétrico de Tiago Araújo, num lance iniciado por Tomás Tavares.

O Benfica B não marcava, ora do outro lado a palavra de ordem era mesmo eficácia! Lance algo confuso, de insistência, com Benny Dias a rematar certeiro para o 0-3.

GOLO: 0-3

 

Três golos... e ainda não se tinha atingido a meia hora de jogo! Desafio interessante, disputado, intenso, com o Benfica B, nos últimos 15 minutos, a subir no terreno e a ter várias oportunidades, mas sempre sem consequências. Em cima do apito final foi mais uma vez o Chaves a ter oportunidade para dilatar, com Batxi, isolado, a atirar ao lado. Até ao intervalo o marcador não se alterou: 0-3. 

RESUMO DA 1.ª PARTE

 

Com duas mexidas no onze – Ronaldo Camará e Paulo Bernardo renderam Tiago Araújo e Luís Lopes – o Benfica B entrou espevitado e a cedo querer mostrar serviço, a querer o golo que pudesse relançar o jogo. E se assim o desejou, assim o fez!

Aos 52', grande oportunidade. Jogada ensaiada, livre cobrado por Vukotic, com Morato a ganhar nas alturas, mas a bola a sair ao lado. Estava dado o mote.

As águias carregavam... e o golo não tardou! Lance de insistência, com Ronaldo Camará, na garra, a dar tudo e a conseguir cruzar uma bola quase impossível, e aí, Gonçalo Ramos, eficaz e com faro, reduziu para 1-3. Foi o sexto golo do avançado na prova nesta época!

GOLO: 1-3

 

Tiago Dantas e Frimpong foram a jogo chamados por Renato Paiva... e mais dois golos de rajada (68')! Primeiro, bis de Gonçalo Ramos, com um cabeceamento exímio, após cruzamento teleguiado de Tiago Dantas na direita. Sem hipóteses de defesa! Aí vão sete golos na II Liga 2020/21.

GOLO: 2-3

 

E mais um! Bola ao centro, grande arrancada de Ronaldo Camará, lançado por Tiago Dantas, a aguentar a pressão e o ombro a ombro do adversário, a rematar forte para o fundo das redes. Bura ainda tentou a interceção, mas não o conseguiu. Ficou a dúvida: autogolo de Bura, golo de Ronaldo Camará? A Liga Portugal, na sua página oficial, atribuiu o golo ao jogador benfiquista.

GOLO: 3-3

 

Que jogo! Tudo empatado e, aos 71', mais um golo. Falta, livre batido por João Teixeira na esquerda, com André Luís, de cabeça, a colocar o GD Chaves novamente em vantagem. Não merecia o Benfica!

GOLO: 3-4

 

Com um quarto de hora para jogar, incerteza no marcador e grande jogo de futebol no Benfica Campus, com as duas equipas, num desafio de emoções, a darem tudo dentro das quatro linhas. Que pena não haver público nas bancadas...

Apesar das muitas oportunidades, aqui com sinal mais do Benfica perante um adversário a lutar muito para segurar a vantagem mínima, o resultado não se alterou.

Depois de uma primeira metade em que a experiência, maturidade e eficácia dos flavienses fizeram a diferença (0-3), por tudo o que produziu e construiu na segunda parte o Benfica B merecia outro resultado. Contas feitas, 3-4 final favorável aos visitantes, num grande jogo de futebol.

A 4.ª jornada da competição está marcada para o próximo fim de semana. O Benfica B, com seis pontos somados, viaja até ao Estádio do Parque Desportivo Municipal de Mafra para enfrentar o CD Mafra, num jogo com pontapé inicial marcado para as 11h15 de domingo, dia 27 de setembro.

DECLARAÇÕES

 

Renato Paiva (treinador do Benfica B): "Fica um sabor amargo pelo resultado, que conta, e muito, mas tudo o resto foi o que se viu. Começámos o jogo a perder (há um duelo individual, o adversário ganha e marca um golo), mas a nossa reação foi fantástica. Vejam os índices de posse de bola, mas não é estéril, é uma posse de bola que cria oportunidades. Por Vukotic, Tiago Araújo e Pedro Ganchas, duas vezes,  tivemos bolas para marcar, e depois, aproveitando um erro da nossa fase construção, novo golo do adversário. O Chaves foi três vezes à nossa baliza e fez três golos. Eficaz da parte do Chaves e o Benfica a jogar. Período negativo: entre o 0-2 e o 0-3 a equipa não conseguiu reagir como fez depois do 0-1. Ao intervalo disse aos jogadores que, pela forma como jogamos, este jogo não estava fechado. Na segunda parte fazem uma recuperação fantástica, mas com ideias, com a nossa forma de jogar e identidade. Tem de ser assim, seja onde for e contra quem for, e este é o principal candidato a subir de divisão, como disse. Depois, num detalhe de bola parada, a equipa sofre o 3-4. Voltámos novamente a carregar, sempre com critério, a tentar chegar ao golo. Não vou dizer que perdemos o jogo e ganhámos uma equipa, porque nós já temos uma equipa, e ela vai continuar a crescer. Ouvir o treinador do Chaves dizer que o Benfica é a equipa que melhor joga na II Liga dá-nos um orgulho muito grande, mas eu deixo aqui um aviso: a equipa ainda não está a jogar sequer perto daquilo que queremos. Grande carácter, uma defesa brutal deste símbolo por parte dos jogadores, um orgulho enorme no que fizeram. Pagámos caro os erros, e os erros vão continuar a acontecer no futebol, nós temos é reagir como fizemos. Domingo, nova página em Mafra."

 

Gonçalo Ramos (avançado): "O Benfica joga sempre para ganhar, e hoje trocava este prémio [Melhor em Campo] pela vitória, pelos três pontos. Tivemos uma excelente reentrada no jogo, conseguimos chegar ao 3-3 depois de estar a perder por 0-3. Três jornadas seguidas a marcar? Comecei bem a época, mas tenho de agradecer a todos os meus colegas, a toda a gente que trabalha comigo, porque sem eles nada disto era possível."

 

Morato (defesa): "Na primeira parte pecámos. Estávamos a fazer o nosso jogo bem, mas eles foram mais eficazes, marcaram três golos. Na segunda parte mostrámos a nossa raça, o que temos vindo a fazer neste começo de competição. Corremos atrás, mas depois do 3-3, infelizmente, sofremos um quarto golo. Não nos vamos deixar abater por uma parte que não correu tão bem. Estávamos a fazer bem o nosso jogo na primeira parte, mas eles foram eficazes. A segunda parte não foi diferente, mas fizemos os nossos golos. Saímos de cabeça erguida pelo que fizemos."

Benfica B-GD Chaves, 3-4

FICHA  
Local Benfica Campus, Campo n.º 1
Onze do Benfica B Fábio Duarte, João Ferreira (65'), Morato, Pedro Ganchas, Tomás Tavares, Rafael Brito (83'), Vukotic (66'), Jair Tavares, Tiago Araújo (46'), Gonçalo Ramos e Luís Lopes (46')
Suplentes Carlos Santos, Fábio Baptista, Tomás Araújo, Frimpong (65'), Diogo Mendes (83'), Tiago Dantas (66'), Paulo Bernardo (46') e Ronaldo Camará (46')
Resultado ao intervalo 0-3
Marcadores do Benfica Gonçalo Ramos (56' e 68') e Ronaldo Camará (68')
Boletim clínico Pedro Álvaro (lesão muscular na coxa direita); Tiago Gouveia (lesão muscular na coxa direita); Umaro Embaló (lesão muscular na coxa esquerda); Sandro Cruz (lesão muscular na coxa direita); Kevin Csoboth (tendinopatia do rotuliano direito); Diogo Capitão (status pós-cirúrgico ligamentoplastia do cruzado anterior no joelho esquerdo); Daniel dos Anjos (mialgia de esforço na coxa esquerda)

Onze Inicial

Banco

Treinador

Momentos

Onze Inicial

Banco

Treinador

Momentos

Coming soon

Notícias relacionadas

Nenhum item encontrado