SL Benfica 5 - 3 Sporting CP

  • Hoquei
  • Masculino
  • Seniores
  • 2021/2022
  • Play-Off
    Competição
    Fase
    Playoff - Meias finais
    Ronda
    Jogo 4
    Data
    Sex, 10 Junho, 2022, 17:00
    Estado
    Realizado
    Transmissão televisiva
    BTV | ABolaTV

     

    RESOLVE-SE NA NEGRA DEPOIS DE O TANGO SER DANÇADO NA LUZ

     

    Dérbi que foi um hino à modalidade. Grande ambiente, golos, equipas a dar tudo, emoção e cambalhotas no marcador. O Benfica foi mais forte e venceu o Sporting, por 5-3.

     

     

    Benfica e Sporting vão resolver a meia-final do play-off do Campeonato Nacional na negra. No Pavilhão Fidelidade, no jogo 4, as águias venceram, por 5-3, numa partida emotiva, bem jogada e com reviravolta.

     

    Com os Benfiquistas, uma vez mais, a responderem presente no apoio à equipa, o dérbi arrancou com um golo dos da casa aos 2', por intermédio de Lucas Ordoñez (1-0). Primeiro momento de festa nas bancadas do Pavilhão Fidelidade. O Sporting não quis ficar atrás e, aos 6', com um remate do meio da rua, Gonzalo Romero empatou a contenda (1-1).

     

    Com tudo de novo igualado, os verdes e brancos pareceram mais tranquilos em pista, defendendo de forma compacta e não permitindo remates ao Benfica dentro dos 45 segundos de ataque de que dispunham; ofensivamente, ganhavam mais duelos e as segundas bolas em disputa.

     

    Ainda assim, em transição ou em remates de meia distância, os encarnados iam testando a atenção de Ângelo Girão. Bola cá, bola lá, várias lances de perigo em ambas as áreas e um dérbi interessante de seguir. Antes do intervalo, contudo, o Sporting fez o 1-2. Matias Platero rodou sobre si mesmo na área e assistiu João Souto para o tiro certeiro, aos 18'. O resultado assim permaneceu até ao descanso.

     

     

    Benfica parecia ter vindo melhor para a segunda parte. Aos 26'Lucas Ordoñez desperdiçou um livre direto pela 10.ª falta do Sporting, mas os da casa mantiveram a pressão alta, dificultando o ataque organizado contrário. Porém, num contra-ataque, os leões fizeram o 1-3, aos 30'. Gonzalo Romero conduziu, assistiu Alessandro Verona e o italiano fez o golo.

     

    As águias reagiram bem ao golo e, aos 31', tiveram direito a novo livre direto por cartão azul a Ferran Font, mas Carlos Nicolía não faturou. No minuto seguinte, aos 32', livre direto por azul a Matias Platero e, desta feita, Carlos Nicolía não deu hipóteses a Ângelo Girão. 2-3 no Pavilhão Fidelidade.

     

     

    Este golo teve o condão de aumentar o ritmo de jogo, bem como a melhoria exibicional dos encarnados, que tiveram várias oportunidades junto da baliza leonina. Ainda assim, aos 35', o Benfica fez a 10.ª falta, mas Ferran Font não ultrapassou Pedro Henriques no livre direto. O ambiente na Luz fervilhava e a equipa galvanizou-se para a reviravolta. Dois tiros certeiros do internacional argentino Lucas Ordoñez, aos 39' e aos 40', o último de grande penalidade, colocaram o dérbi em 4-3.

     

    Nos últimos 10 minutos da partida, o Sporting atacou atrás do tento do empate e até apostou no guarda-redes avançado, mas não só não conseguiu o empate como ainda sofreu o 5-3, aos 49', por Diogo Rafael, isto depois de, aos 47', Lucas Ordoñez ter desperdiçado uma grande penalidade. Esta meia-final vai resolver-se na negra, no dia 12 de junho, às 18h30, no Pavilhão João Rocha.

     

     

    DECLARAÇÕES

     

    Nuno Resende (treinador do Benfica): "Sentimos muito a derrota no jogo anterior e, apesar de termos entrado bem na partida com um golo, nunca estivemos tranquilos. Isso tirou-nos qualidade na definição ofensiva e defensiva. O Sporting estava mais tranquilo e criou-nos dificuldades. O 1-3 desbloqueou-nos, fomos para o tudo ou nada e todos tiraram o melhor de si. Começámos a ganhar bolas, sair em transição, ganhar faltas… tivemos uma alma tremenda e este pavilhão foi fantástico. Sentir o Benfica é extraordinário e arrepia-me."

     

    Lucas Ordoñez (avançado do Benfica): "Estamos muito felizes por dedicar esta vitória a estes adeptos, que merecem. Com um Pavilhão assim é impossível não vencer. Na segunda parte, sobretudo, estivemos bem. O importante é que empatámos a eliminatória. Não importa quem marca, quem toca a bola para a baliza, porque é um trabalho de todos. Sofremos, porque jogámos com um rival que tem excelentes jogadores. Fizemos coisas boas neste jogo e tudo se vai definir no próximo."

     

    FICHA DE JOGO

     

    Local: Pavilhão Fidelidade

     

    Cinco inicial do Benfica: Pedro Henriques, Diogo Rafael, Edu Lamas, Lucas Ordoñez e Gonçalo Pinto

     

    Suplentes: Rodrigo Vieira, Carlos Nicolía, Pablo Álvarez, Pol Manrubia e Poka

     

    Ao intervalo: 1-2

     

    Golos Benfica: Lucas Ordoñez (2', 39' e 40'), Carlos Nicolía (32') e Diogo Rafael (49')

     

    Marcha do marcador: 1-0, 1-1, 1-2, 1-3, 2-3, 3-3, 4-3 e 5-3

     

    Informação do Jogo: https://www.slbenfica.pt/pt-pt/agora/noticias/2022/06/10/hoquei-em-patins-benfica-sporting-jogo-4-meias-finais-play-off-campeonato-nacional

     

    Onze Inicial

    Banco

    Treinador

    Momentos

    Onze Inicial

    Banco

    Treinador

    Momentos

    Coming soon

    Notícias relacionadas

    Nenhum item encontrado