Pedro Nunes: "Temos de ser um Benfica muito forte contra o Barcelona"

Membro desde

7 anos 11 meses
Submitted by pica_foices on Sáb, 01/13/2018 - 14:38
Fonte
slbenfica.pt

A equipa de hóquei em patins do Benfica viaja até Barcelona para disputar a 4.ª jornada da fase de grupos da Liga Europeia. O jogo está agendado para sábado, às 18h00, no Palau Blaugrana.

 

Pedro Nunes elogia a equipa espanhola e mostra conhecer bem o adversário que vai defrontar.

 

"Temos pela frente um jogo tradicionalmente complicado, difícil como é lógico. O Barcelona é uma boa equipa, tem a vantagem de nos ter vencido na primeira volta. É uma equipa tecnicamente espanhola: para além da qualidade individual, tem uma estrutura tática bastante organizada, com forte coesão defensiva e é muito eficaz”, afirmou o treinador, em declarações à BTV.

 

Depois de uma primeira volta desfavorável ao Benfica (vitória do Barcelona por 4-8), o técnico dos encarnados confessa que agora é tempo de corrigir os erros e seguir em frente na conquista da vitória.

 

"Há que olhar para o jogo da primeira volta e corrigir os aspetos em que estivemos francamente mal e que não se podem voltar a repetir sob pena de não conseguirmos sair com pontos do Palau", avisou.

 

"O jogo vai ser totalmente diferente, cabe-nos essa responsabilidade, ou seja, melhor defesa, mais critério na definição ofensiva e não permitir tantas facilidades de transição ao Barcelona onde eles são, fracamente, exímios. Nesse sentido queremos retificar a má imagem deixada na primeira volta, principalmente na segunda parte, e vamos para o Palau com o objetivo de conseguir conquistar pontos", acrescentou.

 

Pedro Nunes realça que o jogo desta segunda volta tem de ser diferente e que o Benfica tem de ir com um único objetivo: conquistar os três pontos.

 

"O nosso objetivo é passar esta fase de grupos, se possível em primeiro. Sabemos que nesse particular o jogo do próximo sábado é de fundamental importância e nesse sentido temos de pensar grande. Há que fazer tudo de novo, mas bem feito", referiu o treinador.

 

"Temos de ser um Benfica muito forte, atento, com uma grande capacidade de sofrimento, sobretudo para não incorrermos naquilo que às vezes é tradicional nas equipas portuguesas e em particular do Benfica, que não foge à regra, que é querermos ter pouco critério no ataque e achar que a criatividade chega para ganhar, e não chega de todo", lembrou.

 

O Benfica soma quatro pontos até ao momento, fruto de uma vitória, um empate e uma derrota.