Vilarinho faz o balanço do seu primeiro ano de mandato

Submetida por Alphex em Sex, 11/09/2001 - 00:00
Fonte
http://www.canalbenfica.com
Manuel Vilarinho concedeu uma entrevista ao jornal "O Benfica", hoje à venda nas bancas, na qual aborda alguns dos temas essenciais da vida do clube ao longo do seu primeiro ano de mandato. Na mesma, Vilarinho não deixa dúvidas acerca do que terá de ser, na sua opinião, o futuro desportivo do clube da Luz, já que refere que «o Benfica precisa ser campeão». E de preferência com Toni, já que o "nosso" Presidente demonstra mais uma vez ser este o seu treinador: «Para se ser técnico do Benfica é necessário ser-se competente, profissional, conhecer-se a realidade do clube e do futebol português e se for benfiquista tanto melhor. Toni preenche todos estes requisitos». Em virtude dos últimos acontecimentos, o presidente do Benfica não poderia deixar de se referir ao gestor para o futebol.: «Luís Filipe Vieira é um homem sério, competente, conhecedor da realidade do futebol português, presidente da SAD do Alverca com sucesso e um benfiquista com muitos anos de associado». Em tom de balanço, Vilarinho orgulha-se pelo trabalho realizado pela sua Direcção neste último ano - «Num ano não podíamos fazer mais. Resolvemos casos como os do Vitesse, Manuel José, Souness, Boersman, Porfírio, Nandinho, Nuno Gomes, João Pinto, Heynckes e Reyes. Reduzimos o passivo exigível de 8,2 para seis milhões de contos e ainda baixámos as dívidas a terceiros de 7,2 para 5,2 milhões de contos» - mas deixa o importante recado: «Devolvemos o Benfica aos benfiquistas, no entanto, ainda há muitos nós para desatar. É importante que os benfiquistas acreditem em mim e na minha Direcção, pois estou convencido que vamos reerguer os valores de um passado glorioso». No que diz respeito ao financiamento da construção do novo estádio, Manuel Vilarinho afirma: «O novo estádio vai financiar-se da seguinte forma: 2,5 milhões através de um parceiro estratégico. Com as bombas de gasolina e o apoio do Estado perfaz um valor de 9,6 milhões de capitais alheios mais 8,4 milhões de contos de financiamento bancário». Quanto à questão da Euroárea e do centro de estágio no Seixal Manuel Vilarinho descansa os sócios: «O contrato com a Euroárea está totalmente concluído. Temos de pagar um valor a rondar os 3,2 milhões de contos. O centro de estágio está no pacote do acordo com a Euroárea. Existe a cedência de 15 hectares de terreno num acordo tripartido entre a CM do Seixal, o Benfica e a Euroárea, ficando esta empresa responsável da construção até um certo montante».