Country
Portugal

Rui Águas

Nome completo
José Rui Lopes Águas
Número
9
Peso
74
Altura
179
Naturalidade
Lisboa
Data de nascimento
1960-04-18
Periodo no Benfica

1985 - 1994

Não é seguramente no futebol, pelo menos ao nível do alto rendimento, que o aforismo “filho de peixe sabe nadar” encontra maior espaço de afirmação. Já o mesmo nunca poderia dizer (ou talvez sentir) o malogrado José e o seu filho Rui, que, fazendo excepção à regra, transformaram a família Águas na mais emblemática do futebol luso. E com a vantagem adicional – inclua-se também o sobrinho/primo Raul, outro jogador do Benfica – de se revelar pródiga em comunicar no idioma predilecto dos fãs da causa da bola – o golo.

Rui cresceu com a imagem do pai a erguer a Taça dos Campeões. Daquelas que inspiram mais que um quadro de Picasso ou de outro dos imortais da tela. Por isso, aos 12 anos, era vê-lo nos infantis do Benfica. Foi assim durante duas épocas, seguindo-se o Cultural da Pontinha e o Sporting. Depois de uma pausa, com o voleibol a fazer em exclusivo as despesas da prática desportiva, Rui Águas, já sénior, defendeu as cores do Sesimbra, do Atlético e do Portimonense, ingressando no Benfica, aos 24 anos, corria a temporada de 84/85.



Ponta-de-lança nato, especialista no jogo aéreo, tinha mais intuição que escola. Mas tinha razão e coração. Mais ainda, tinha inteligência. O poder de salto e a execução técnica faziam o resto. E o resto eram golos, muitos golos. Um acervo deles. No total, fez 123 remates certeiros pelo Benfica, em 285 jogos, distribuídos por sete temporadas. Na época 90/91, sagrou-se mesmo o melhor marcador do Nacional. Conquistou três Campeonatos e outras tantas Taças de Portugal.

Durante dois anos (88/89 e 89/90) jogou no FC Porto, transferindo-se para o Norte, alegando que o Benfica “pagava mal”. Em 31 ocasiões, vestiu a camisola das quinas, com o apreciável contributo de dez golos (seis pelo Benfica). Ainda disputou a final dos Campeões, em 87/88, frente ao PSV, mas não conseguiu imitar o italiano Paolo Maldini, vencedor do titulo europeu tal como o pai, Cesare Maldini, duas décadas atrás.



Abandonou o Benfica com o estatuto de campeão, no último grande triunfo da história centenária. Pese embora um número significativo de semelhanças, o mérito maior de Rui Águas foi libertar-se do estigma do pai, decerto o melhor cabeceador de sempre do futebol português. Ou talvez o mérito do Rui assentasse mesmo, donairosamente, em ter sido o filho do Águas que (também) sabia marcar.

 

Épocas no Benfica: 7 (85/88 e 90/94)

Jogos: 237

Golos: 104

Títulos: 3CN, 3TP

 

Texto: Memorial Benfica, 100 Glórias
Copiado de Ednilson

Estatísticas

Primeiro jogo

SL Benfica 9 x 0 Marítimo

Sábado, Agosto 31, 1985 - 00:00

Estádio da Luz, em Lisboa ,

SL Benfica: Bento, Pietra, Samuel, Oliveira, Álvaro Magalhães, Carlos Manuel, Nunes (Simões [72m]), Veloso, José Luís, Diamantino (Rui Águas [73m]), Manniche
Coach: John Mortimore
Golos: Manniche (14), Carlos Manuel (19), José Luís (28), Manniche (40), Diamantino (36), José Luís (59), Oliveira (70), Carlos Manuel (78), Rui Águas (81)

Último jogo

SL Benfica 1 x 0 Uniao Madeira

Sábado, Maio 21, 1994 - 02:00

Estádio da Luz, em Lisboa ,

SL Benfica: Neno, Abel Silva, William, Hélder, Kenedy (Yuran [45m]), Abel Xavier, João Pinto, Schwarz, Rui Águas (Kulkov [81m]), Rui Costa, Aílton
Coach: Toni
Golos: Rui Costa (68)

31348 - Tópico: Rui Águas  (Lida 52217 vezes)

Shoky

  • Colaborador
  • ******
  • Mensagens: 189136
  • 07 de Setembro de 2008, 15:49


Nome Completo: José RUI Lopes ÁGUAS
Posição: Ponta de Lança
Nacionalidade: Português (Internacional A)
Data de Nascimento: 18-04-1960
Número da Camisola: 9
Pé Preferido: Direito



Épocas ao serviço do Benfica: 7
Total de Jogos pelo Benfica: 237

Total de Golos pelo Benfica: 104
Títulos pelo Benfica:
3 Campeonatos Nacionais (1986/87, 1990/91, 1993/94)
3 Taças de Portugal (1985/86, 1986/87, 1992/93)


1985/1986
Jogos: 33
Golos: 17 (10 na Liga)

1986/1987
Jogos: 38
Golos: 20 (13 na Liga)

1987/1988
Jogos: 37
Golos: 18 (12 na Liga)

1990/1991
Jogos: 42
Golos: 26 (25 na Liga)

1991/1992
Jogos: 21
Golos: 6 (5 na Liga)

1992/1993
Jogos: 32
Golos: 8 (6 na Liga)

1993/1994
Jogos: 34
Golos: 9 (6 na Liga)
« Última modificação: 02 de Março de 2013, 00:24 por Shoky »

nucleopn

  • Iniciado
  • *
  • Eu Amo o Benficaaaaaa
  • Mensagens: 2105
  • 08 de Setembro de 2008, 00:10
Benfica 2-0 Steaua Bucareste | Taça dos Campeões Europeus 1987/88 - Meia Final (2ªMão)





Benfica 2-0 Belenenses | Taça de Portugal 1985/86 - Final


Porto 3-3 Benfica | Campeonato 1993/94



Benfica 5-0 Sporting | Taça de Portugal 1985/86 - Quartos de Final


Benfica 2-2 Porto | Campeonato 1990/91



Benfica 3-0 Beira-Mar | Campeonato 1990/91



Benfica 5-2 Boavista | Taça de Portugal 1992/93 - Final


Benfica 2-0 Sampdória | Taça das Taças 1985/86 - Oitavos de Final (1ªMão)


Benfica 1-1 Bordéus | Taça das Taças 1986/87 - 2ªEliminatória (1ªMão)


Benfica 2-0 Anderlecht | Taça dos Campeões Europeus 1987/88 - Quartos de Final (1ªMão)

« Última modificação: 14 de Agosto de 2013, 14:15 por Shoky »

Manel dos Anzois

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 15263
  • 10 de Setembro de 2008, 17:10
José Rui Lopes Águas. Lisboa. 28 de Abril de 1960. Avançado.
Épocas no Benfica: 7 (85/88 e 90/94). Jogos: 237. Golos: 104. Títulos: 3 (Campeonato Nacional) e 3 (Taça de Portugal).
Outros clubes: Cultural da Pontinha, Sporting, Sesimbra, Atlético, Portimonense, FC Porto, Reggiana e Estrela da Amadora. Internacionalizações: 31.



Não é seguramente no futebol, pelo menos ao nível do alto rendimento, que o aforismo “filho de peixe sabe nadar” encontra maior espaço de afirmação. Já o mesmo nunca poderia dizer (ou talvez sentir) o malogrado José e o seu filho Rui, que, fazendo excepção à regra, transformaram a família Águas na mais emblemática do futebol luso. E com a vantagem adicional – inclua-se também o sobrinho/primo Raul, outro jogador do Benfica – de se revelar pródiga em comunicar no idioma predilecto dos fãs da causa da bola – o golo.

Rui cresceu com a imagem do pai a erguer a Taça dos Campeões. Daquelas que inspiram mais que um quadro de Picasso ou de outro dos imortais da tela. Por isso, aos 12 anos, era vê-lo nos infantis do Benfica. Foi assim durante duas épocas, seguindo-se o Cultural da Pontinha e o Sporting. Depois de uma pausa, com o voleibol a fazer em exclusivo as despesas da prática desportiva, Rui Águas, já sénior, defendeu as cores do Sesimbra, do Atlético e do Portimonense, ingressando no Benfica, aos 24 anos, corria a temporada de 84/85.



Ponta-de-lança nato, especialista no jogo aéreo, tinha mais intuição que escola. Mas tinha razão e coração. Mais ainda, tinha inteligência. O poder de salto e a execução técnica faziam o resto. E o resto eram golos, muitos golos. Um acervo deles. No total, fez 123 remates certeiros pelo Benfica, em 285 jogos, distribuídos por sete temporadas. Na época 90/91, sagrou-se mesmo o melhor marcador do Nacional. Conquistou três Campeonatos e outras tantas Taças de Portugal.

Durante dois anos (88/89 e 89/90) jogou no FC Porto, transferindo-se para o Norte, alegando que o Benfica “pagava mal”. Em 31 ocasiões, vestiu a camisola das quinas, com o apreciável contributo de dez golos (seis pelo Benfica). Ainda disputou a final dos Campeões, em 87/88, frente ao PSV, mas não conseguiu imitar o italiano Paolo Maldini, vencedor do titulo europeu tal como o pai, Cesare Maldini, duas décadas atrás.


Abandonou o Benfica com o estatuto de campeão, no último grande triunfo da história centenária. Pese embora um número significativo de semelhanças, o mérito maior de Rui Águas foi libertar-se do estigma do pai, decerto o melhor cabeceador de sempre do futebol português. Ou talvez o mérito do Rui assentasse mesmo, donairosamente, em ter sido o filho do Águas que (também) sabia marcar.

Tópico: Memorial Benfica, Glórias
Autor: Ednilson
Link: http://serbenfiquista.com/forum/index.php?topic=22362.180
« Última modificação: 20 de Abril de 2013, 23:58 por Shoky »

Red skin

  • Eusébio
  • ******
  • Rei Eusébio!
  • Mensagens: 49031
  • #estátudoapensarnomesmo #sejaondefor #37
  • 10 de Setembro de 2008, 17:21
N sei pq saiu do Benfica... foi só culpa dele? o q sei é q voltou ao seu clube do coração e marcou golos...  tendo sido uma vez o melhor marcador do campeonato à frente do F . Gomes e do imberbe Domingos!

Manel dos Anzois

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 15263
  • 10 de Setembro de 2008, 18:05
N sei pq saiu do Benfica... foi só culpa dele? o q sei é q voltou ao seu clube do coração e marcou golos...  tendo sido uma vez o melhor marcador do campeonato à frente do F . Gomes e do imberbe Domingos!

Rui Águas saiu do Benfica porque queria mais dinheiro pela renovação do contrato.

O fcp lixado da vida porque nós tinhamos contratado o Ademir ao Guimarães, que eles também andavam atrás, romperam um pacto de mais de 20 anos, para que os dois clubes não contratassem jogadores entre si, e de uma forma cobarde foram buscar o Rui Águas e o Dito...e foi assim que começou a Guerra com o fcp que dura até hoje.

A sua ida para o fcp, causou grande rombo emocional na Nação Benfiquista não só pelo jogador que era mas por estar inevitavelmente ligado ao nome do seu pai José Águas e muitos viam nele o expoente máximo da mistica Benfiquista.

Esteve no fcp duas temporadas, onde teve bom desempenho, mas a ala mais conservadora do "balneário" do fcp não via com bons olhos a sua presença, e dificultaram-lhe a vida. Ficaram célebres as as suas declarações sobre o começarem a cantarolar o "Pássaros do Sul" de Mafalda Veiga, quando ele entrava no balneário...e por isso quis sair.

Estas coisas não são mensuraveis, mas digo-vos que comparando a recente saida do Rodriguez não foi nada em termos das reacções e impacto emocional junto da Nação Benfiquista.

Mas enfim o tempo passa, a memória das pessoas é curta, "a malta é jovem" e ai temos Rui Águas no "Saudade", ao lado de todos aqueles que sempre dignificaram e deram tudo pelo clube, encarnado os ideais da Mistica Benfiquista. Porque afinal nada se passou...

Manel dos Anzois

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 15263
  • 10 de Setembro de 2008, 18:07
Eis Rui Águas em acção, mostrando porque deve estar nesta "Secção"...

 
« Última modificação: 31 de Dezembro de 2008, 02:58 por Manel dos Anzois »

Red skin

  • Eusébio
  • ******
  • Rei Eusébio!
  • Mensagens: 49031
  • #estátudoapensarnomesmo #sejaondefor #37
  • 10 de Setembro de 2008, 20:44
N sei pq saiu do Benfica... foi só culpa dele? o q sei é q voltou ao seu clube do coração e marcou golos...  tendo sido uma vez o melhor marcador do campeonato à frente do F . Gomes e do imberbe Domingos!

Rui Águas saiu do Benfica porque queria mais dinheiro pela renovação do contrato.

O fcp lixado da vida porque nós tinhamos contratado o Ademir ao Guimarães, que eles também andavam atrás, romperam um pacto de mais de 20 anos, para que os dois clubes não contratassem jogadores entre si, e de uma forma cobarde foram buscar o Rui Águas e o Dito...e foi assim que começou a Guerra com o fcp que dura até hoje.

A sua ida para o fcp, causou grande rombo emocional na Nação Benfiquista não só pelo jogador que era mas por estar inevitavelmente ligado ao nome do seu pai José Águas e muitos viam nele o expoente máximo da mistica Benfiquista.

Esteve no fcp duas temporadas, onde teve bom desempenho, mas a ala mais conservadora do "balneário" do fcp não via com bons olhos a sua presença, e dificultaram-lhe a vida. Ficaram célebres as as suas declarações sobre o começarem a cantarolar o "Pássaros do Sul" de Mafalda Veiga, quando ele entrava no balneário...e por isso quis sair.

Estas coisas não são mensuraveis, mas digo-vos que comparando a recente saida do Rodriguez não foi nada em termos das reacções e impacto emocional junto da Nação Benfiquista.

Mas enfim o tempo passa, a memória das pessoas é curta, "a malta é jovem" e ai temos Rui Águas no "Saudade", ao lado de todos aqueles que sempre dignificaram e deram tudo pelo clube, encarnado os ideais da Mistica Benfiquista. Porque afinal nada se passou...

Ok Manuel! Obrigado pela explicação... mesmo q ganhasse um salário baixo o Rui devia ter olhado para o passado da sua familia no Benfica...

Mas como dizes... "águas passadas não movem moinhos"... e o   homem tem direito a uma 2ª chance após errar... espero q aproveite e faça um bom trabalho na Prospecção!

JPG

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 15193
  • 10 de Setembro de 2008, 23:09


Caro Shoky, porque é que este não foi a votação?!?

Há receio do resultado da votação é?

Saudade do Rui Aguas só do episodio com o Sá Pinto  :tonge:

Shoky

  • Colaborador
  • ******
  • Mensagens: 189136
  • 11 de Setembro de 2008, 00:07
Epá...mas qual receio?

Já foi explicado...
Os que estão na secção: "Heróis" do nosso site, vão autenticamente para saudade!
Não sei onde está a duvida!


nucleopn

  • Iniciado
  • *
  • Eu Amo o Benficaaaaaa
  • Mensagens: 2105
  • 11 de Setembro de 2008, 00:51
R.Aguas.... q ódio... só quem sentiu na pele é q sabe...

Manel dos Anzois

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 15263
  • 11 de Setembro de 2008, 01:16
Epá...mas qual receio?

Já foi explicado...
Os que estão na secção: "Heróis" do nosso site, vão autenticamente para saudade!
Não sei onde está a duvida!



Penso que é um critério no minimo simplista.

Ao colocarmos "Rui Águas" na galeria dos "Herois" e "Saudade" estamos a banalizar uma situação que foi muito danosa para o clube e seus adeptos.

Que moral temos então para criticar por exemplo um Rodriguez que vem do Uruguai á procura de vida melhor na Europa, cuja unica ligação ao Benfica foi a temporada que cá esteve emprestado?

Duvido que quem lhe atribui estas honrarias fosse nascido ou acompanhasse o Benfica nesta altura.

Outros tempos em que para se ser "Heroi" ou "Saudade" no Benfica, o jogador tinha também de ter amor ao clube, mistica, dignidade, e não apenas saber dar uns toques na bola e ter um penteado fashion...

Gostaria de sugerir aos Responsáveis do Site e do Fórum que repensassem a sua posição e os seus critérios, e que submetessem Rui Águas a uma votação, dado não ser um assunto pacifico.

E que mais importante, pensassem na responsabilidade que possuem enquanto espaço de comunicação de referência  entre os Benfiquistas espalhados pelo Mundo,na mensagem e valores que estão a passar ao considerarem que se pode trair o clube de animo leve e ainda ser imortalizado ao lado da Elite Benfiquista.
« Última modificação: 05 de Abril de 2013, 20:50 por Manel dos Anzois »

nucleopn

  • Iniciado
  • *
  • Eu Amo o Benficaaaaaa
  • Mensagens: 2105
  • 11 de Setembro de 2008, 01:22
concordo

Rui Aguas foi um grande idolo de criança, e fez-me chorar qd nos apunhalou a todos...

daqui a 10 anos, tb Rodriguez estará na saudade ...

JPG

  • Eusébio
  • ******
  • Mensagens: 15193
  • 11 de Setembro de 2008, 10:28
Epá...mas qual receio?

Já foi explicado...
Os que estão na secção: "Heróis" do nosso site, vão autenticamente para saudade!
Não sei onde está a duvida!



E vais cá por também o poeta Jorge Artur?

Joga Bonito

  • Eusébio
  • ******
  • O CAMPEÃO VOLTOU!!!
  • Mensagens: 44239
  • Vó & Vó: Ficaram juntas para SEMPRE! :-)
  • 11 de Setembro de 2008, 11:18
Epá...mas qual receio?

Já foi explicado...
Os que estão na secção: "Heróis" do nosso site, vão autenticamente para saudade!
Não sei onde está a duvida!



E vais cá por também o poeta Jorge Artur?

Enquanto jogador nao vejo qual o problema. Já agora, no blog Vedeta ou Marreta o Rui Águas foi eleito Vedeta por unanimidade. O Benfica recusou-se a subir o seu ordenado que era igual ao dos... juniores! Isto depois de jogos como por exemplo o Benfica - Steaua.

Red skin

  • Eusébio
  • ******
  • Rei Eusébio!
  • Mensagens: 49031
  • #estátudoapensarnomesmo #sejaondefor #37
  • 11 de Setembro de 2008, 11:22
Epá...mas qual receio?

Já foi explicado...
Os que estão na secção: "Heróis" do nosso site, vão autenticamente para saudade!
Não sei onde está a duvida!



E vais cá por também o poeta Jorge Artur?

Enquanto jogador nao vejo qual o problema. Já agora, no blog Vedeta ou Marreta o Rui Águas foi eleito Vedeta por unanimidade. O Benfica recusou-se a subir o seu ordenado que era igual ao dos... juniores! Isto depois de jogos como por exemplo o Benfica - Steaua.

Artur Jorge merece ser saudade pelo tempo em q foi jogador... em treinador n foi feliz... mas n foi incorrecto! Atirar-lhe as culpas pelos erros das direcções é típico da demagogia barata!