SL Benfica 5 - 3 CP Calafell

  • Hoquei
  • Masculino
  • Seniores
  • 2022/2023
  • WSE Champions League
    Competição
    Fase
    Fase de grupos
    Ronda
    1ª Jornada
    Data
    Qui, 26 Janeiro, 2023, 21:00
    Estado
    Realizado
    Transmissão televisiva
    BTV

     

    FOI NA RAÇA E COM CRENÇA... À BENFICA!

     

    No jogo da 1.ª jornada do grupo A da Liga dos Campeões, as águias foram mais fortes na primeira parte e o CP Calafell na segunda. No final, os encarnados venceram por 5-3.

     

     

    Benfica recebeu o CP Calafell no Pavilhão Fidelidade, em jogo da 1.ª jornada do grupo A da Liga dos Campeões de hóquei em patins. Depois de uma primeira parte totalmente encarnada e de um reatar com incerteza no marcador até ao minuto final, as águias venceram por 5-3!

     

    Arranque da fase de grupos em casa, com o apoio dos inigualáveis Benfiquistas presentes nas bancadas, a presenciarem, nesta quinta-feira, 26 de janeiro, a entrada dominante do Benfica nesta etapa da competição europeia.

     

    E não podia ter melhor começo! Minuto 1, e as águias, através de uma falta de Martí Casas sobre Edu Lamas, beneficiaram da marcação de um penálti. Na conversão, Diogo Rafael viu Gerard Camps negar-lhe o golo. Resposta imediata do Calafell, por Martí Casas, a obrigar Pedro Henriques a mostrar os seus atributos entre os postes encarnados.

     

    Não foi no 1'... foi aos 7'! Pablo Álvarez, na execução de um lance de bola parada, após falta sofrida, foi irrepreensível e inaugurou o score no Pavilhão Fidelidade. Sofrido o golo, Ferran López, técnico da formação espanhola, mandou parar o encontro.

     

    Reatar e golaço do Benfica. Fruto de uma jogada estudada, Lucas Ordoñez ampliou o resultado para 2-0. E como não há duas sem três, no mesmo minuto (9') fabricou-se o 3-0Gonçalo Pinto entrou, viu e marcou!

     

    Mais à vontade e seguros, os encarnados limitavam as oportunidades adversárias e jogavam com mais ritmo e intensidade; o Calafell via-se forçado a arriscar, com stickadas de longa distância.

     

    Aos 16' Roberto Di Benedetto protagonizou uma grande jogada. O universal francês ganhou a bola, levantou-a e rematou, mas o tiro bateu na barra. No minuto seguinte, o Calafell reduziu (3-1) por Humberto Mendes.

     

    O Benfica replicou, por Edu Lamas, mas o golo foi anulado por toque do patim na bola. Volvidos três minutos (20'), novo livre executado por Pablo Álvarez, a bisar na partida. Até ao intervalo o 4-1 não se alterou.

     

    Os comandados por Nuno Resende regressaram do descanso com a mesma intensidade e com vontade de mais. Várias investidas, nomeadamente por Roberto Di Benedetto, a valer a Gerard Camps algumas defesas difíceis.

     

    Aos 34', Jordi Ferrer fez o 4-2 e colocou o resultado em aberto. Jogo emocionante, rápido, com os protagonistas em quadra a entregarem-se e a darem espetáculo.

     

    O Benfica precisava do golo da tranquilidade, mas o registo mais ofensivo dos espanhóis nesta segunda parte dificultava todas e quaisquer tentativas. Aos 45', Gonçalo Pinto fez falta sobre Martí Casas, que beneficiou de um livre direto. No frente a frente com Pedro Henriques, o guardião das águias levou a melhor.

     

    Em desvantagem numérica, devido à exclusão de Gonçalo Pinto, Nuno Resende pediu desconto de tempo. O Calafell tirou proveito da situação e, através de Joan Escala (47'), aproximou as contas em 4-3.

     

    Com três minutos para jogar e muita incerteza no marcador, a equipa das águias mirou a baliza espanhola e partiu para o ataque. A 32 segundos do final, Roberto Di Benedetto desfez as dúvidas quando ao vencedor da partida. Triunfo justo do Benfica na 1.ª jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões, por 5-3!

     

    Virando o foco para o Campeonato Nacional, os encarnados enfrentam o Sporting no domingo, 29 de janeiro, às 15h00, no Pavilhão João Rocha, em partida da 15.ª jornada da 1.ª fase.

     

    DECLARAÇÕES

     

    Nuno Resende (treinador do Benfica): "Podíamos e devíamos ter tido uma vitória de outro género. Alertei que a equipa adversária era perigosa a nível físico, defensiva e forte no jogo direto. Fizemos um trabalho extraordinário na primeira linha. A nossa primeira parte foi muito positiva, pena a bola parada e o penálti falhado. 4-1 é muito curto para o que produzimos. No segundo tempo fizeram o golo quando tivemos oportunidade para conseguir desfeitear o guarda-redes adversário. O 4-3 é mais um golo surreal e, depois, estivemos numa situação em que tudo pode deitar por terra os três pontos. Soubemos sofrer e estar coesos. Isto é a Liga dos Campeões. Os jogadores estão de parabéns."

     

    Informação do Jogo: https://www.slbenfica.pt/pt-pt/agora/noticias/2023/01/26/hoquei-em-patins-jogo-benfica-cp-calafell-1-jornada-grupo-a-liga-dos-campeoes

     

    Onze Inicial

    Banco

    Treinador

    Momentos

    Onze Inicial

    Banco

    Treinador

    Momentos

    Coming soon

    Notícias relacionadas

    Nenhum item encontrado