SL Benfica 7 - 5 Sporting CP

  • Futsal
  • Seniores
  • 2020/2021
  • Play-Off
    Competição
    Data
    Dom, 6 Junho, 2021, 14:00
    Estado
    Realizado
    Transmissão televisiva
    BTV | Canal 11

     

    BENFICA VENCE DÉRBI LOUCO E EMPATA FINAL

     

    No Pavilhão Fidelidade, as águias foram superiores e triunfaram, por 7-5, no prolongamento. O jogo 3 tem lugar na próxima quinta-feira.

     

     

    Dérbi de loucos no Pavilhão Fidelidade. O jogo 2 da final do play-off da Liga Placard só foi resolvido no prolongamento e caiu para a equipa de futsal do Benfica que venceu o Sporting, por 7-5. Tudo empatado (1-1) e quinta-feira há novo duelo. 

     

    A jogarem em casa e a perderem na final (1-0), as águias sabiam que não podiam claudicar. Assim, num contra-ataque, Tayebi bateu Guitta, aos 3', e fez o 1-0 na Luz. O dérbi estava de loucos e o Sporting respondeu aos 5'. Jogada coletiva com Rocha, Erick e Taynan, com este último a atirar para o 1-1. O golo motivou os leões que logo de seguida tiveram hipótese de fazer o 1-2 por Zicky Té, mas Roncaglio não o permitiu. Não foi neste lance, foi pouco depois. Transição rápida dos verdes e brancos, Zicky Té deixou para Pany Varela, que rematou para o 1-2, aos 6'. 

     

    Um erro de Roncaglio na abordagem a uma bola longa de Guitta permitiu a Pauleta aproveitar para finalizar para a baliza deserta e colocar o dérbi em 1-3 (10'). Jogo espetacular na quadra do Pavilhão Fidelidade! Golo cá, golo lá e, aos 12', Robinho deixou Merlim fora do lance e bateu Guitta. 2-3 na Luz. Após o segundo tento, o Benfica melhorou e acercou-se com perigo da baliza sportinguista. Aos 15', a equipa de arbitragem assinalou grande penalidade por mão na bola de Tomás Paçó. Na marcação, Tayebi não deu hipóteses a Gonçalo Portugal e empatou o jogo (3-3)

     

    primeira parte de loucos chegou ao fim com seis golos (três para cada lado), um punhado de grandes oportunidades para ambos os emblemas e intensidade e entrega máximas. Resultado ao intervalo no Pavilhão Fidelidade: 3-3

     

    Dando continuidade ao que acontecera no primeiro tempo, a etapa complementar arrancou a um ritmo alto e o golo apareceu aos 23' para o Sporting. Chishkala carregou Zicky Té à margem das leis. No livre indireto, Taynan atirou para o 3-4. Benfica tentou reagir ao tento sofrido, mas os tiros de Roncaglio e de Jacaré foram negados por Guitta. A bola parada a desequilibrar. Novo livre para o Sporting. Taynan rematou direto e fez o 3-5, aos 26'. 

     

    Uma vez mais, o Benfica atrás do prejuízo e a reagir. Aos 31', grande jogada de Robinho, que descobriu Arthur na área para o 4-5. Minutos depois, aos 34', o 5-5. Henmi a cruzar na esquerda e Jacaré, à boca da baliza, a empatar. Com o prolongamento à vista, as duas equipas arriscaram menos, mas aos 38' Robinho, com Guitta fora da baliza, atirou ao poste. No último minuto, num lance estudado, Rocha teve na cabeça a oportunidade de faturar para os verdes e brancos, mas falhou. No final do tempo regulamentar, o marcador assinalava 5-5 e o dérbi ia para prolongamento...

     

     

    No tempo extra, o Benfica arriscou com o guarda-redes avançado (5x4) e chegou ao 6-5, aos 43', por intermédio de Tiago Brito. Na segunda parte do prolongamento, o Sporting não entrou bem e Nilson quase marcava (46'). Da ameaça ao golo passaram segundos. Saída rápida dos encarnados para o ataque e Fábio Cecílio a fazer o 7-5, aos 47'. Até final, os leões jogaram em 5x4, quase chegaram ao golo, aos 48', mas o disparo de Merlim bateu no poste, e o 7-5 ficou fixado como resultado final

     

    A final do play-off da Liga Placard está empatada (1-1) e o jogo 3 está marcado para as 20h30 da próxima quinta-feira, no Pavilhão João Rocha. 

     

     

    DECLARAÇÕES

     

    Joel Rocha (treinador do Benfica): "Fomos inteligentes em alguns momentos difíceis do jogo. Saímos na frente no resultado, tivemos uma desvantagem de dois golos e empatámos. Voltámos a ter uma desvantagem de dois golos na segunda parte e tivemos a capacidade de conseguir empatar. Isto não é só ter qualidade, não é só estratégico, tático ou técnico. Muito do que se passou aqui foi ter sangue, alma e coração. A vitória veio da superação constante em cada lance. Nem sempre as coisas nos saem bem com as decisões que tomamos, mas hoje [domingo] saiu-nos tudo bem, felizmente. Tivemos paciência para que surgisse a melhor decisão. Quando voltámos a estar na frente do resultado voltámos a ter capacidade de superação. Foi uma vitória difícil, mas justa para os nossos jogadores que se entregaram de forma inexcedível. O Sporting é forte no jogo de pivô. Não estávamos a conseguir anular esse jogo e para o fazermos, recorremos ao 5x4."

     

    Arthur (jogador do Benfica): "O segredo foi a união do nosso grupo. Unidos conseguimos reverter este resultado. O trabalho de todos foi muito importante e ajudou-nos a superar. Estamos muito felizes, conseguimos igualar a final. Agora é descansar, recuperar, porque vamos ter outra batalha na próxima semana [quinta-feira]. Temos de trabalhar forte, focados, ser inteligentes. Temos de ter capacidade de superação, garra e vontade."

     

     

    FICHA DE JOGO

     

    Local: Pavilhão Fidelidade

     

    Cinco inicial do Benfica: Diego Roncaglio, Nílson Miguel, Robinho, Ivan Chishkala e Hossein Tayebi

     

    Suplentes: André Sousa, Silvestre Ferreira, Rafael Henmi, Fábio Cecílio, Tiago Brito, Arthur e Jacaré

     

    Ao intervalo: 3-3

     

    Marcadores do Benfica: Hossein Tayebi (3' e 15'), Robinho (12'), Arthur (31'), Jacaré (34'), Tiago Brito (43') e Fábio Cecílio (47')

     

    Informação do Jogo: https://www.slbenfica.pt/pt-pt/agora/noticias/2021/06/06/futsal-direto-benfica-sporting-jogo-2-final-play-off-campeonato-nacional

     

    Onze Inicial

    Banco

    Treinador

    Momentos

    Onze Inicial

    Banco

    Treinador

    Momentos

    Coming soon

    Notícias relacionadas

    Nenhum item encontrado